BLOG TUNANTE

domingo, 13 de novembro de 2016

Na Tuna, ainda não é hora de jogar a toalha

Foto: DOL

Com uma folha salarial de aproximadamente 100 mil reais, a Tuna Luso Brasileira é, de longe, o time que mais investiu para a disputa da Segundinha do Parazão. Daí a sensação de frustração em chegar na última rodada sem depender só dos próprios resultados para se classificar. Com 4 pontos, o time recebe na próxima quarta-feira o líder Pinheirense, no estádio do Souza, com a missão de vencer, fazer saldo de gols e torcer para o Sport Belém não derrotar a já eliminada Desportiva. “É muito difícil, não vamos negar, mas não acabou ainda. Temos chances e vamos brigar até o fim. Não desistimos”, comenta o presidente cruzmaltino João Rodrigues.
Apesar dos resultados não terem sido os ideais, Rodrigues afirma que acredita no trabalho que foi feito, mas não houve tempo para colocá-lo em prática. “Trouxemos vários jogadores de qualidade, montamos um grupo com atletas experientes e que treinou junto por cinco meses. Se não nos classificarmos agora, teremos jogado apenas 4 jogos. A fase de classificação é muito curta, se houvesse jogos de ida e volta tenho certeza que haveria tempo para a recuperação”, comentou João Rodrigues.

RODADA FINAL
Em sorteio na sede da Federação Paraense de Futebol, ficaram definidos os árbitros e locais da última rodada da fase de grupos. Na segunda feira, às 15h30, o Vênus de Abaetetuba recebe o Castanhal, no Humberto Parente, enquanto Tiradentes e Carajás se enfrentam no Mangueirão. Já na quarta-feira, o jogo decisivo entre Pinheirense e Tuna será disputado no Souza, enquanto Desportiva e Sport Belém se enfrentam no Mangueirão.
Fonte: DOL - Taion Almeida/Diário do Pará)

2 comentários:

  1. Mais um ano se passa e a Tuna Guerreira continua na mesma só nos resta esperar o ano de 2017 e torcer para a volta da Águia a primeira divisão do Paraense, sempre estarei acompanhando em qualquer situação a Tuna de Glorias e de Lutas.
    Raposeiro Wladimir/PB

    ResponderExcluir
  2. Na minha opinião: é preciso o mais rápido possível começar um planejamento sério para a Tuna no tocante à participação na área esportiva em 2017. Em que esportes ela participará? Como participará? Que apoios poderá ter? Como fazer para ganhar títulos? O que tem que ser feito? O que deixou de ser feito em 2016? Como consertar falhas de 2016? O que pode ser melhorado para 2017? O que levou clubes como Pinheirense, Castanhal e Sport Belém a passarem para a segunda fase da segundinha e a Tuna não? Por que eles conseguiram e a Tuna não? Creio que é preciso fazer uma análise e se ver as alternativas, depois ir atrás dos meios, das condições. Tuna precisa voltar a ser um grande clube esportivo. Não dá para ficar vivendo só de glórias passadas. É legal saber que a Tuna já foi campeã em diversos esportes a nível estadual e que foi campeã nacional em duas ocasiões. É motivo de orgulho para todos os tunantes. Mas não se deve ficar vivendo só de recordações. Tem que se lutar para que no futuro, que espero que seja um futuro não distante, a Tuna volte a se destacar como um grande clube esportivo, conquistando títulos e se possível voltar a disputar competições nacionais e sendo bem sucedida nestas competições. Márcio

    ResponderExcluir