BLOG TUNANTE

terça-feira, 10 de março de 2015

Cartelas da Feijoada Náutica 2015


Cumbucas personalizadas coloridas acompanharão a feijoada.

Já estão à venda as cartelas para a Feijoada da Garagem Náutica, que tradicionalmente realizamos todos os anos no mês de Maio. Este ano, será no dia 30 de Maio.

Como nos anos anteriores, serão disponibilizadas inicialmente 200 cartelas ao preço de R$50,00 cada, mesmo valor dos anos anteriores. O valor apurado, após tiradas as despesas, será integralmente usado em obras e pagamentos de despesas da Sede Náutica da Tuna Luso.
Para este ano, as cumbucas já foram encomendadas, e mesmo que tenham sofrido algum pequeno acréscimo no preço, a diretoria náutica (Marcos Moraes, Gerardo Monteiro, e Mário Mangas, que não aumentaríamos o valor das cartelas, para que as vendas tenham sucesso e alcance o maior número possível de pessoas interessadas em participar, como nos dois anos anteriores.
Além da Feijoada especial, da cumbuca, dos Bottons, e das surpresas reservadas para o dia, este ano estaremos também entregando a todos os que adquirirem a cartela um adesivo da Tuna Luso Brasileira, que pode ser colocado no carro, na moto ou onde o cruzmaltino achar mais adequado.

Arte: Gráfica Guthemberg.

No dia da feijoada, além da música ao vivo, teremos também sorteio de brindes e possivelmente uma exposição de fotografias e barcos da historia da Tuna neste secular e importante esporte onde a Águia já ganhou 40 títulos.
Para adquirir as cartelas, basta entrar em contato com este escriba (99984-4013), com Mário Mangas (3233-1553), com Gerardo Monteiro (98882-1119), ou com qualquer membro da Confraria da Sauna, já que todos eles estão com cartelas para serem vendidas.
As cumbucas, este ano com uma nova roupagem, terão de dois a três modelos, sempre destacando o emblema da Tuna Luso e o nome Garagem Náutica.
Se você é cruzmaltino, simpatizante da Tuna, ou pelo menos é adepto do esporte náutico, e quer colaborar com nosso trabalho, adquira já sua cartela e seja mais um a apoiador da luta para resgatar nosso clube nesse belo esporte. Então, vai levar a sua cumbuquinha?
Fonte: Didascália

Um comentário:

  1. A Tuna hoje em dia tem poucos esportes que disputam competições oficiais. Que eu saiba, são o futebol de campo, o futebol de salão, a natação e o esporte de remo. Não são muitos. Cabe ao clube manter e desenvolver estes que restaram. Tuna já teve outros e já foi a grande campeã nas regatas, no futebol feminino, na natação, no volei, no futebol de salão, nas categorias de base do futebol de campo, de volei e no de salão. Era o destaque nestes esportes que tornavam a Tuna mais conhecida e prestigiada. Agora os tempos são outros, houve e tem havido diversas dificuldades, mas é preciso criar formas de fazer os esportes que restaram terem de novo um brilho. Nas regatas está havendo empenho de alguns dedicados tunantes para que o clube volte aos grandes tempos. Nos outros esportes que ainda restam é necessário também que a Tuna volte a brilhar. E , num outro momento, quem sabe esportes como o volei, o basquete e o futebol feminino possam retornar com vigor e levem a Tuna a grandiosas conquistas. É o meu desejo. Creio que de outros tunantes também. Temos perdido torcedores e outros futuros torcedores também. A falta de mais títulos nos esportes tem levado jovens, adolescentes e crianças a torcerem para outros clubes. Nossa torcida é composta hoje em dia mais por aqueles que persistem em serem tunantes por terem um amor ao clube, amor que é maior que a frustração de não vê-lo ter as mesmas conquistas de outrora. É triste, mas é verdade. Estes, como eu, se mantem tunantes, ainda que vejam que o clube não tem sido capaz de ter hoje em dia as mesmas glórias de antes. Tunantes que, no entanto, não deixam de nutrir esperança de dias melhores no futuro. Que acreditam que o clube possa, ainda que com tremendos esforços, superar adversidades e seja mais vitorioso, alcançando diversas conquistas esportivas. É esta Tuna vencedora que eu e outros queremos ver de novo. Aquela Tuna duas vezes campeã nacional, que vencia tantas regatas, que foi campeã no futebol feminino em algumas ocasiões, que revelou tantos talentosos atletas para o esporte local e para o Brasil. A sobrevivência e, mais que isto, o esplendor do esporte tunante depende do esforço dos tunantes na busca deste ideal de grandeza. Não há outro jeito. É lutar ou perecer!
    Márcio

    ResponderExcluir