BLOG TUNANTE

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

HISTÓRIA DOS TÍTULOS DA TUNA LUSO BRASILEIRA


Texto do Grande Benemérito Péricles Motta Oliveira, em 26 de fevereiro de 2008 no site tunalusobrasileira.com

Hoje temos 10 (Dez) campeonatos estaduais, sendo o primeiro em 1937 quando decidimos com o Payssandu e vencemos pelo escore de 2 x 1, tornando-nos bicampeões em 1938 indo a final contra o Nacional, vencendo por 3 x 2. Aliás, a única derrota neste ano foi justamente contra o mesmo Nacional por 1 x 0; em 1941, fomos campeões invictos vencendo a finalissima contra o Transviario, pelo escore de 5 x 0 ; em 1948, ao vencermos o clube do Remo por 2 x 1, fomos campeões por antecipação, muito embora a final fosse Contra o Paulista com quem empatamos em 1 x 1, em 1951, a Tuna foi campeã derrotando o clube do Remo; em 1955 a Tuna foi campeã ao vencer o Payssandu Sport Club; em 1958, a disputa final foi contra o Clube do Remo derrotado por 3 x 1; em 1970, a Tuna foi campeã disputando a final contra o Paissandu que venceu de 1x 0; em 1983, o jogo final foi contra o Clube do Remo que perdeu pelo escore de 2 x 1 e finalmente em 1988,a Tuna foi vitoriosa vencendo o Payssandu na final por W x 0. Este jogo foi levado pelo Paissandu para o‘tapetão’tendo a Tuna vencido em todas as instâncias, inclusive por unanimidade nos S.T.J.S.

Quanto ao âmbito nacional a Tuna venceu 2 (Dois) campeonatos, sendo o primeiro em 1985 quando derrotou o Gaoytaca de Campos- RJ, pelo escore de 3 x 2, jogo realizado no “Mangueirão”. Em 1992, mais uma vez a Tuna venceu a 2º Divisão do Futebol Nacional ao derrotar o Fluminense de Feira de Santana da Bahia, pelo escore de 3 x 2, sagrando-se Bicampeã Brasileira.

participaram clubes de Paramaribo, da Holanda, da República da Guiana e da Guiana Francesa. A Tuna além de ser agraciada com a Taça de Campeã, seus jogadores e a comissão técnica receberam medalhas de ouro.Foi realmente um grande feito, orgulhando não apenas os paraenses mas também nosso Brasil. 

TÍTULOS ESTADUAIS
Campeonato paraense: 1937; 1938; 1941 (invicto); 1948; 1951; 1955; 1958; 1970; 1983; 1988.
Taça Cidade de Belém: 2007
Copa Centenário da Federação Paraense de Futebol: 2008

TÍTULOS NACIONAIS
Campeonato Brasileiro da Série B (Taça de Prata): 1985
Campeonato Brasileiro da Série C: 1992

TÍTULO INTERNACIONAL
Torneio Internacional em louvor a Rainha Guilhermina, em Paramaribo: 1949 (Jogadores e a comissão técnica receberam medalhas de ouro)

Fonte: http://www.fpfpara.com.br/2006/clubes/prof1/inforpage/indpagepro1.html

www.campeoesdofutebol.com.br

Um comentário:

  1. Tunantes! Precisamos resgatar as glórias do esporte da nossa Tuna! Tuna já várias vezes campeã até a década de 90, que eu me lembre, além do título da série C no futebol profissional, em esportes como o futebol de salão e volei, assim como nas categorias de base do futebol de campo. No esporte nautico a Tuna até 2009 era uma grande competidora, tendo sido campeã nesse ano e em 2010 foi vice. Em 2007 ainda vi a Tuna ser campeã do primeiro turno do campeonato paraense de futebol. Em 2000 a Tuna estava bem e poderia talvez ter sido ao menos vice-campeã, mas os remistas "melaram" o campeonato, pois o Remo não ficar nem entre os cinco primeiros. Aí "arranjaram" um jeito de paralisar o campeonato com uma surpreendente aparição de um jogador irregular de um time, acho que o Tiradentes (muito estranhoooo....).
    Em 2013 e 2014 pude me alegrar com as conquistas do futebol feminino nos campeonatos paraenses. Espero que em 2015 possa comemorar algum título importante. Pelo que sei o único título do fim do segundo semestre de 2014 da Tuna foi o sub-11 do futebol de salão. Para mim, que vi momentos fantásticos da Tuna, os últimos tempos tem sido de uma escassez enorme em termos de glórias. No ano de 2013, além do título de campeã feminina de futebol, só me lembro de título da musa e do título de Rainha de Carnaval, o que a meu ver, apesar de serem bons para promover o clube de alguma forma, não são títulos que sejam o que a Tuna realmente precisa, pois penso que ela tem que voltar ser uma vitoriosa no esporte, em várias modalidades e categorias. A Tuna de hoje no esporte não é nem 50% do que foi até o fim dos anos 90. Infelizmente...
    Márcio

    ResponderExcluir