domingo, 30 de novembro de 2014

Tuna Luso vence 2 páreos e ajuda Paysandu a conquistar o Campeonato Paraense de Remo 2014

Foto divulgação.
Um bom público esteve presente na manhã deste domingo (30), na Estação das Docas, onde aconteceu a 4ª e última regata do Campeonato Paraense de Remo de 2014. As provas da regata tiveram chegada em frente da Estação das Docas. Clube do Remo, Paysandu e Tuna Luso disputaram 11 páreos, sendo que os azulinos venceram 5, contra 3 do Paysandu e 2 da Tuna Luso. O Clube do Remo foi o campeão da regata, mas o Paysandu sagrou-se campeão paraense da modalidade em 2014, conquistando seu 14º título da modalidade. Na tradicional prova do 'Oito Com' (oito gigante), a vitória ficou com o Clube do Remo. 
O Paysandu terminou o campeonato com 21 pontos, seguido pelo Clube do Remo com 18 e da Tuna Luso Brasileira com 05 pontos. Com o título de hoje, o Paysandu voltou a ser campeão depois de cinco anos, quebrando a hegemonia do Clube do Remo que havia sido campeão paraense nos anos de 2010/2011/2012/2013. Em 2009, a campeã foi a Tuna Luso.
Em 2015, o Campeonato Paraense de Remo completará 100 anos de competições, o que promete uma disputa bastante acirrada entre as três tradicionais equipes participantes. A Tuna Luso Brasileira é a maior vencedora de títulos da modalidade (39), seguida pelo Clube do Remo (38), e Paysandu (14).

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Já sem técnico, Tuna Luso inicia 'faxina' nesta sexta-feira

Lusa não conseguiu o acesso à elite paraense e acabou rebaixada à segunda divisão do campeonato estadual
Por: Carlos Fellip (ORM News)
Bicampeã brasileira de futebol, a Tuna segue em busca de ressurgimento no futebol paraense. Sem conseguir ficar entre os quatro que subiram à elite do campeonato paraense 2015, o clube iniciará o processo de rescisões contratuais no elenco.
O elenco tunante disputou esta primeira fase do Parazão com 26 jogadores, sendo três oriundos das categorias de base, três emprestados e os 20 contratados, que darão adeus ao clube com rescisões. Os três emprestados (o zagueiro Yan e o volante Biro do Remo e atacante Claudinei do Manaus) retornarão ao clube de origem.
'Nós pagamos 70% das pendências que tínhamos com os jogadores que vão embora e, nesta sexta-feira, vamos pagar os 30% restantes para promover a saída de todos sem qualquer problema para a Tuna e para o próprio jogador', explicou o gerente executivo de futebol do clube, Fred Carvalho.
O primeiro a deixar a Vila Olímpica foi o treinador Charles Guerreiro. 'Nós tínhamos um acordo com ele para ficar aqui até o término da competição. Infelizmente, houve esta eliminação precoce e o treinador já foi embora', falou.
A Tuna perdeu a vaga na elite do Parazão para o Gavião Kyikatejê por ter empatado - em 1 a 1 - com o Castanhal dentro do Souza, em Belém. O time indígena venceu o São Raimundo por 1 a 0, no Zinho Oliveira, em Marabá.
Futuro - Perguntado sobre o planejamento da Águia Guerreira para a disputa da segunda divisão do campeonato paraense de 2015, Carvalho pontuou: 'Vamos buscar, desta vez, dar uma preparação melhor para o sub-20, na disputa do campeonato da categoria, e, de um universo de, por exemplo, 23 atletas, vamos buscar, com certeza, no mínimo, seis bons jogadores. A partir de então, vamos buscar parcerias com grandes clubes para o aproveitamento de bons valores e contratar pelo menos dois jogadores experientes que representem liderança para conduzir melhor o time dentro de campo'.
Fonte: ORMNews

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Águia Guerreira empata com o Japiim e fica de fora da elite

Japiim voltou à principal fase do campeonato paraense depois de três anos



Por: Carlos Fellip (ORM News)

Quis o destino que os dois clubes mais tradicionais da primeira fase do Parazão chegassem a última rodada classificatória disputando o acesso à elite do campeonato estadual em 2015. O jogo aconteceu no Souza, em Belém, e a festa poderia ser dos dois clubes, mas foi somente do Japiim.

Depois de uma chuva que amenizou o calor, a bola rolou e, aos 17 minutos do primeiro tempo, o atacante Leandro Cearense - emprestado pelo Remo - abriu o placar para o Castanhal, tima da sua cidade natal.  A resposta da Tuna Luso aconteceu aos 39 da mesma etapa, com o zagueiro Pedro Henrique.

Os goleiros Dida e André Luís mostraram boa forma no embate diante da falta de capricho dos atacantes e o jogo terminou sem mais alterações.

O resultado sacramentou o acesso castanhalense, mas acabou deixando a Lusa pelo caminho, uma vez que o Gavião Kyikatejê conseguiu vencer o Bragantino, com um gol de falta aos 46 minutos do segundo tempo, do meia Michell.

O Castanhal voltará a campo para disputar a semifinal da primeira fase contra o Tapajós, às 16h deste domingo (30), no Maximino Porpino, em Castanhal. A outra chave da semi será disputada por Parauapebas e Gavião Kyikatejê, nos mesmos horário e dia, no estádio Rosenão, em Parauapebas. A final acontecerá no próximo sábado (6).

Assim, 2015, será o segundo ano consecutivo que a Águia Guerreira, bicampeã brasileira, ficará de fora da primeira divisão do Paraense. Vale destacar que o ano que vem não terá mais a a fase de acesso à elite. Todos os clubes, incluindo a Tuna, estão rebaixados para a segunda divisão do estadual.
Fonte: ORMNews

terça-feira, 25 de novembro de 2014

SEDE NÁUTICA DA TUNA LUSO EM REFORMA

Foto divulgação
Um belo quadro contendo rara foto do Grupo Náutico da Tuna Luso, datado de 1919, que por muito tempo ficou em exposição na parede do salão onde funcionou o restaurante "Ribatejo", na sede social da Tuna Luso, encontrava-se bastante danificado, motivo pelo qual amigos da "Confraria da Sauna" e do "Time de Águias" reuniram-se e decidiram custear a recuperação do mesmo através de um profissional especialista no assunto. Após a conclusão da recuperação, o quadro será recolocado na sede náutica cruzmaltina para apreciação dos interessados. Outros quadros e troféus receberão o mesmo tratamento e serão cadastrados para num futuro próximo, após a conclusão da próxima etapa de reforma interna do centenário prédio da garagem náutica, criarmos o museu da garagem náutica da Tuna Luso.

Foto: Armando Mourão.

Recentemente, a diretoria da sede náutica finalizou a pintura da fachada da garagem náutica, refez toda a parte hidráulica dos banheiros da garagem, com substituição de vasos sanitários, pias, mictório, chuveiros e torneiras, além da parte de alvenaria e mão de obra. Isso tudo já está pago.
A partir de agora, será necessário substituir a parte hidráulica da copa, fazer a pintura das paredes e substituir cerca de 20,0 m² de lajota dos banheiros que foram reformados, incluindo a mão de obra. Esse serviço todo está orçado em R$ 2.000,00. Para essa realização, precisaremos contar com a colaboração de todos que gostam da Tuna e desejam ver preservado essa importante parte de nosso tradicional clube.
Vamos participar

Tuna Luso tem rodada decisiva no Grupo A-2

A Tuna Luso precisa vencer o Castanhal, nesta quarta-feira (26) na rodada final do Grupo A-2, para conseguir sua classificação para a próxima fase do Parazão 2015. Com a vitória, a Cruz de Malta não dependerá de nenhum outro resultado. Para o São Raimundo classificar, precisa torcer para uma vitória do Castanhal sobre a Tuna, no Souza, e um empate entre Bragantino e Gavião Kyikateje, em Marabá. A outra possibilidade de classificação do São Raimundo será um empate sem gols entre Castanhal e Tuna, e empate entre Bragantino e Gavião. Em caso de empate entre Tuna e São Raimundo, mas com gols, pelo critério de desempate, no confronto direto a Tuna fica com a vaga por ter vencido o São Raimundo por 1 a 0.

A sorte está lançada. Só nos resta esperar o final da rodada para vermos quais os times classificados para o Parazão 2015, fase principal.


domingo, 23 de novembro de 2014

Bragantino vence a Tuna com gol de goleiro

Tuna Luso foi à Bragança para tentar somar pontos fora de casa, mas foi o Bragantino que venceu por 1 a 0 e conquistou os primeiros 3 pontos pelo grupo A2 da competição.
A Cruz de Malta paraense foi aguerrida, atacou , mas não foi uma equipe objetiva. Em um jogo truncado, o lance do gol só aconteceu aos 44 minutos da etapa final. O goleiro Paulo Wanzeler foi para a área em um lance de falta, subiu mais que a defesa adversária e testou para a meta, sem chances para o goleiro Dida.
A Tuna enfrenta na próxima quarta-feira (23) a equipe do Castanhal no estádio do Souza, em Belém. No mesmo dia, o Bragantino vai até Marabá enfrentar a equipe do Gavião.

Placar da 4ª Rodada
São Raimundo 1 x 1 Gavião 22/11/2014 SAB 19:00 Barbalhão - Santarém
Bragantino 1 x 0 Tuna 23/11/2014 DOM 15:30 Diogão - Bragança
 
1ª FASE - Chave A1
Águia 2 x 3 Tapajós 23/11/2014 DOM 16:00 Zinho Oliveira - Marabá
Vênus 0 x 0 Parauapebas 23/11/2014 DOM 15:30 H. Parente - Abaetetuba

POS TIMES PG J V E D GP GC SG AP
CHAVE "A1"
Parauapebas-PA 7 4 2 1 1 7 2 5 58.3
Tapajós-PA 6 3 2 0 1 4 6 -2 66.7
Vênus-PA 4 3 1 1 1 4 5 -1 44.4
Águia-PA 3 3 1 0 2 6 7 -1 33.3
Izabelense-PA 3 3 1 0 2 3 4 -1 33.3
CHAVE "A2"
Castanhal-PA 5 3 1 2 0 6 3 3 55.6
São Raimundo-PA 5 4 1 2 1 3 3 0 41.7
Tuna Luso-PA 4 3 1 1 1 2 2 0 44.4
Bragantino-PA 3 3 1 0 2 2 5 -3 33.3
Gavião-PA 3 3 0 3 0 3 3 0 33.3

Fonte: Rádio Clube do Pará

sábado, 22 de novembro de 2014

Tuna Luso precisa vencer Bragantino neste domingo


Tuna Luso e Bragantino jogam neste domingo (23) a partir das 15:30h, em Bragança do Pará, valendo pela terceira rodada da 1ª Fade do Parazão 2015 (Grupo A-2). O São Raimundo, jogando em Santarém neste sábado (22), tinha tudo para se classificar com antecipação diante do Gavião, mas cedeu o empate e agora suas chances de classificação são remotíssimas. Após o empate de 1 a 1 entre São Raimundo e Gavião, a Tuna joga neste domingo por uma vitória para garantir seu retorno ao grupo de Elite do Parazão 2015. Esse jogo não será nada fácil para a onzena tunante, visto que o Bragantino busca se recuperar de duas derrotas seguidas, sendo o atual lanterna do Grupo A-2. Mesmo que o time bragantino vença Tuna e Gavião, poderá chegar no máximo a seis pontos, enquanto que a Tuna, com quatro pontos já conquistados, vencendo o Braga chegará a sete pontos e estará classificada. Um empate entre Tuna e Bragantino deixa a Cruz de Malta com cinco pontos e elimina o Braga, que só poderá chegar a quatro pontos, caso vença o Gavião na última rodada. O Gavião, que tem três pontos na tabela, joga sua última partida em casa diante do Bragantino e caso vença, poderá chegar a seis pontos. Sendo assim, a Tuna terá de pontuar diante do Castanhal na última rodada para garantir sua classificação. Um empate entre Gavião e Bragantino classifica Tuna e Castanhal, desde que a Tuna não perca para Bragantino e nem para Castanhal.. 
O jogo da matemática está lançado antes da bola rolar neste domingo decisivo.
Agora é aguardar o início da rodada e esperar pelo apito final para comentar o enredo da penúltima rodada do Grupo A-2.
Desejamos boa sorte ao time tunante!.

POS TIMES PG J V E D GP GC SG AP
CHAVE "A1"
Parauapebas-PA 6 3 2 0 1 7 2 5 66.7
Águia-PA 3 2 1 0 1 4 4 0 50.0
Vênus-PA 3 2 1 0 1 4 5 -1 50.0
Izabelense-PA 3 2 1 0 2 3 4 -1 50.0
Tapajós-PA 3 2 1 0 1 1 4 -3 50.0
CHAVE "A2"
Castanhal-PA 5 3 1 2 0 6 3 3 55.6
São Raimundo-PA 5 4 1 2 1 3 3 0 41.7
Tuna Luso-PA 4 2 1 1 0 2 1 1 66.7
Gavião-PA 3 3 0 3 0 3 3 0 33.3
Bragantino-PA 0 2 0 0 2 1 5 -4 0.0















































































































segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Parazão 2015 (1ª Fase)

Na vitória da Tuna Luso sobre o São Raimundo, goleiro Dida fez sua estréia e deu mais segurança ao gol cruzmaltino.


PLACAR DA TERCEIRA RODADA:
1ª FASE - CHAVE A1
RODADA 3
Tapajós 1 x 0 Izabelense15/11/2014SÁB15:30Souza - Belém
Parauapebas 2 x 0 Águia16/11/2014DOM16:00Rosenão - Parauapebas
1ª FASE - CHAVE A2
RODADA 3
Tuna 1 x 0 São Raimundo16/11/2014DOM09:30Souza - Belém
Castanhal 4 x 1 Bragantino16/11/2014DOM16:00Maximino Porpino - Castanhal

JOGOS DA QUARTA RODADA:
RODADA 4
São Raimundo x Gavião22/11/2014SAB19:00Barbalhão - Santarém
Bragantino x Tuna23/11/2014DOM15:30Diogão - Bragança
1ª FASE - CHAVE A1
RODADA 4
Águia x Tapajós23/11/2014DOM16:00Zinho Oliveira - Marabá
Vênus x Parauapebas23/11/2014DOM15:30Humberto Parente - Abaetetuba

CLASSIFICAÇÃO:
POSTIMESPGJVEDGPGCSGAP
CHAVE "A1"
Parauapebas-PA6320172566.7
Águia-PA3210144050.0
Vênus-PA3210145-150.0
Izabelense-PA3210234-150.0
Tapajós-PA3210114-350.0
CHAVE "A2"
Castanhal-PA5312063355.6
Tuna Luso-PA4211021166.7
São Raimundo-PA4311122044.4
Gavião-PA2202022033.3
Bragantino-PA0200215-40.0

domingo, 16 de novembro de 2014

No sufoco, Tuna Luso vence São Raimundo

Sob forte sol e diante de um público de 474 pagantes, Tuna Luso e São Raimundo jogaram na manhã deste domingo (16), no Souza. O jogo valeu pela terceira rodada do Grupo A-2 do Parazão 2015 (1ª Fase). 
Precisando de uma vitória para melhorar sua posição na tabela de classificação, a Tuna fez o dever de casa e venceu a partida pelo placar de 1 a 0, com gol de Rafael Vieira, em cobrança de penalti, aos 44 minutos do segundo tempo. Com o resultado, a Tuna assumiu a vice liderança do Grupo A-2 com 4 pontos, atrás do Castanhal que chegou aos 5 pontos após vencer o Bragantino pelo placar de 4 a 1, também neste domingo.
Apesar do pobre futebol apresentado pelas duas equipes, o resultado final foi bom para a Tuna pois mantém viva a esperança de classificação para a próxima fase. Após a suada vitória, torcedores e associados deslocaram-se até o clube social para completar a festa na domingueira tunante. 
O próximo jogo da Tuna acontece em Bragança, diante do Bragantino, dia 23/11 às 15:30 horas. 
  
video








Tuna foi pioneira no título do Brasileirão


Os anos 1980 viram o florescer de uma das últimas grandes gerações de jogadores da Tuna Luso. Um grupo de atletas formado por pratas da casa e valores regionais conquistou o Parazão em 83, quebrando um jejum de 13 anos sem título, e chegou ao vice-campeonato estadual no ano seguinte. Mas o grande feito daquele time que tinha Luiz Carlos, Mario Vigia, Ondino, Paulo Guilherme e Ronaldão viria no ano seguinte. Comandados por um José Dutra, que dois anos antes ainda era jogador de futebol, a Águia Guerreira do Souza voou baixo na disputa da Série B e se tornou não apenas o primeiro time do Pará a conquistar um título nacional como o primeiro das regiões Norte e Nordeste a se sagrar campeão da Série B.
O título veio de forma impecável, com uma campanha de 10 jogos com 7 vitórias, 2 empates e apenas 1 derrota. Naquele ano a Tuna teve o artilheiro da Série B, o atacante Paulo Cézar, autor de 6 gols, o melhor ataque com 18 gols marcados e, com apenas 7 gols sofridos, teve 11 gols de saldo, o melhor do torneio. Além disso a Lusa, contrariando a noção que sua torcida é pequena, foi campeã de renda e público. Ao todo foram 57.254 pagantes e Cr$ 195.963.00,00 de arrecadação em apenas 5 jogos, uma média de 11 mil torcedores por partida. Na finalíssima, o Mangueirão lotou de tunantes, bicolores e azulinos embalando o time alviverde com mais de 12 mil pagantes e cerca de 20 mil pessoas de público total.
Na campanha até o título, a eliminação dos rivais regionais Moto e Rio Negro foi empolgante, mas a goleada de 5 a 1 sobre o Fortaleza na terceira fase é um resultado que causa suspiros saudosos até hoje. No triangular final a campanha da Tuna foi tão surpreendente que a CBF não se programou para entregar o troféu em Belém e após a vitória por 3 a 2 sobre o Goytacaz, os atletas da Águia deram a volta olímpica no estádio, mas a taça só foi entregue 15 dias depois. 

EMOÇÃO ATÉ O FIM: 92
Não faltaram componentes de drama na conquista do Campeonato Brasileiro da Terceira Divisão de 1992 pela Tuna. Sem o técnico Nélio Pereira, expulso no jogo anterior e precisando devolver o placar de 2 a 0 da derrota para o Fluminense-BA na rodada anterior, o jogo começou tenso. Ageu Sabiá marcou o primeiro gol aos 15 do primeiro tempo e a partir daí a torcida ficou na contagem por um segundo gol que daria o título. Mas nada os preparava para os 7 minutos finais da partida. Aos 42 do segundo tempo, Ronaldo faz o gol de empate e muitos torcedores começaram a abandonar o estádio. Aos 45 minutos, Manelão faz o gol da virada e encheu de esperanças a torcida. Aos 49 minutos, no último lance da partida, o zagueiro Juninho, de cabeça, fez o gol do título.
Essa conquista maiúscula foi, até o presente ano, o último grande título conquistado pela Cruz de Malta. Mas não importa o quanto o tempo passe, a emoção não se dissipa. Com a conquista, a Tuna se tornou novamente pioneira como o primeiro time do Pará a conquistar dois títulos nacionais, marca igualada pelo Paysandu em 2001. Mario Vigia e Ondino, remanescentes do título em 85, se tornariam os primeiros atletas a conquistar dois títulos brasileiros por equipes do Pará. Em 2001, Rogerinho, bicampeão pelo Paysandu da Série B, e em 2005 Sérgio, campeão por Paysandu e Remo, completariam este seleto grupo.
Fonte: Diário do Pará)

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Tuna e São Raimundo jogam domingo no Souza

Vá ao jogo domingo, compre seu ingresso para torcer pela Tuna Luso e concorra a títulos e camisas oficiais da Tuna luso. 

 

ADQUIRA A NOVA CAMISA OFICIAL DA TUNA LUSO COM OS NOVOS PATROCINADORES, 

VALOR: R$120,00 À VISTA.
INFORMAÇÕES: 3352.3371/3352.3372



segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Dida assina com a Tuna Luso


Goleiro Dida foi contratado pela Tuna Luso para a primeira fase do Paraense 2015. A indicação foi de Charles Guerreiro e o jogador já está treinando no Souza. 
Dida atuou na Série D de 2013 pelo Remo, também sob orientação de Guerreiro. Seu último clube foi o Genus-RO. Além do goleiro Dida, a Tuna Luso espera contratar mais um atacante para fechar o grupo nesta fase.
Fonte: Globoesporte

domingo, 9 de novembro de 2014

Tuna Luso empata na abertura do Parazão (1ª Fase)


Confira os resultados e a classificação parcial do Parazão 2015 (1ª Fase), após a primeira rodada. Águia de Marabá e Bragantino folgaram nesta rodada.


Placar
08/11/2014 16:00h - PARAZÃO 2015 - 1ª FASE - CHAVE A1 (1ª RODADA) - Estádio Rosenão - Parauapebas
ENCERRADO

Parauapebas-PA
4
0

Tapajós-PA
  • Parauapebas 1 x 0: Rafael Paty (cabeça) 23' 1°
    Parauapebas 2 x 0: Rafael Paty 2' 2°
    Parauapebas 3 x 0: Lira 22' 2°
    Parauapebas 4 x 0: Chicão (cabeça) 23' 2°

    Renda: R$ 5.415,00
    Pagantes: 368
    Não pagantes: 200
    Total: 568 09/11/2014 15:30h - PARAZÃO 2015 - 1ª FASE - CHAVE A1 (1ª RODADA) - Estádio Humberto Parente - Abaetetuba
    ENCERRADO

    Vênus-PA
    2
    1

    Izabelense-PA
    • Vênus 1 x 0: Toniel 9' 2°
      Vênus 2 x 0: Toniel (pênalti) 18' 2°
      Izabelense 1 x 2: Alex (cabeça) 33' 2°

      Renda: 6.470,00
      Pagantes: 661
      Não pagantes: 100
      Total: 761  
    09/11/2014 15:30h - PARAZÃO 2015 - 1ª FASE - CHAVE A2 (1ª RODADA) - Estádio Zinho Oliveira - Marabá
    ENCERRADO

    Gavião-PA
    1
    1

    Tuna Luso-PA
    • Gavião 1 x 0: Michel 28' 1°
      Tuna Luso 1 x 1: Biro (cabeça) 39' 2°

      Renda: 1.180,00
      Pagantes: 111
      Não pagantes: 130
      Total: 241 
    09/11/2014 17:00h - PARAZÃO 2015 - 1ª FASE - CHAVE A2 (1ª RODADA) - Estádio Barbalhão - Santarém
    ENCERRADO

    São Raimundo-PA
    1
    1

    Castanhal-PA
    • Castanhal 1 x 0: Ramon  26' 1°
      São Raimundo 1 x 1: Jeferson 50' 2°

      Renda: 33.010,00
      Pagantes: 3.318
      Não pagantes: 450
      Total: 3.768 

1ª FASE - CHAVE A1
RODADA 2
Águia x Vênus12/11/2014QUA20:00Zinho Oliveira - Marabá
Izabelense x Parauapebas12/11/2014QUA15:30Edilson Abreu - Santa Izabel
1ª FASE - CHAVE A2
RODADA 2
Castanhal x Gavião12/11/2014QUA20:00Maximino Porpino - Castanhal
Bragantino x São Raimundo12/11/2014QUA15:30Diogão - Bragança

POSTIMESPGJVEDGPGCSGAP
CHAVE "A1"
Parauapebas-PA31100404100.0
Vênus-PA31100211100.0
Izabelense-PA0100112-10.0
Tapajós-PA0100104-40.0
CHAVE "A2"
Gavião-PA1101011033.3
Tuna Luso-PA1101011033.3
São Raimundo-PA1101011033.3
Castanhal-PA1101011033.3