BLOG TUNANTE

domingo, 20 de abril de 2014

Campeonato paraense feminino luta para sobreviver


Apesar de, em nível nacional, o futebol feminino do estado estar fazendo bonito com boas campanhas de Tuna, Esmac e Pinheirense nas últimas Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro, o reconhecimento ainda não chegou ao torneio doméstico. Sem muito alarde ou divulgação, começa na próxima semana o Campeonato Paraense de Futebol Feminino 2014. Enquanto o Parazão masculino já tem mais de 100 edições disputadas, o das meninas irá apenas para sua décima quarta disputa. Enquanto o torneio masculino é interiorizado, recebe televisionamento e pesado investimento estatal, o das meninas é disputado em Belém, com poucas datas e sem nenhum grande patrocínio, no peito e na raça.
Apesar das dificuldades, alguns ainda veem no futebol feminino uma oportunidade. “Este ano o investimento do Pinheirense será dividido entre o time masculino sub-20 e o feminino. Já fomos o sexto clube do país no ranking feminino, chegar lá com o time masculino é muito mais complicado, então vamos apostar nas meninas”, afirmou o presidente do Pinheirense de Icoaraci, Raimundo Santos.
Desapontado com os resultados obtidos e as dificuldades do futebol profissional masculino, o dirigente enumera que o time feminino é querido e recebe apoio da torcida, embora lamente a pouca disposição de patrocinadores e empresários. “Na semifinal do ano passado, colocamos mais de mil torcedores no Abelardo Conduru, com ingresso a 10 reais. A torcida nos recebe muito bem, infelizmente falta apoio parecido por parte dos empresários, que no geral não querem investir”, lamenta o dirigente.
Para Raimundo, o Pinheirense vem para brigar pelo título e garantir sua participação nas competições nacionais, e o clube investiu em reforços. “Estamos trazendo a Isa e a Letícia, do Picos, a Érika, do São Raimundo de Roraima, e Corrêa, do Viana, além de algumas atletas que já haviam passado por aqui antes e estão retornando, como a Pelé e a Pingo. Mas é isso, pela falta de investimento você precisa ir buscar fora senão o campeonato acaba sendo disputado pelas mesmas atletas todo ano”, diz.
Histórico
 Embora a primeira edição organizada do Campeonato Paraense de Futebol Feminino tenha 31 anos, o campeonato passou a maior parte da sua história mais “não existindo” do que sendo disputado. Foram 13 disputas, com predominância de títulos do Independente, vencedor em seis ocasiões.

Primeira Rodada
 A primeira rodada estava agendada para amanhã, mas a pedido dos clubes deve haver adiamento para o dia 27, domingo. Os exames clínicos solicitados pela federação para inscrição dos times não ficaram prontos a tempo. Na primeira rodada, o Pinheirense enfrenta o Estrela, Esmac enfrenta o Independente e Time Negra a Tuna.

Regulamento
São seis equipes - Tuna, Estrela, Esmac, Independente, Pinheirense e Time Negra. Todas jogam entre si em turno único e as quatro primeiras colocadas se enfrentam em partidas eliminatórias de semifinal e final. Havendo empate nos jogos eliminatórios a decisão será nas penalidades.
Fonte: Diário do Pará

Um comentário:

  1. Tuna tem que lutar para manter-se como campeã. Não pode vacilar pois Pinheirense e ESMAC vão querer tirar o título da Tuna.Márcio

    ResponderExcluir