BLOG TUNANTE

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Paysandu e Tuna recebem por transferência de Ganso



Os clubes do Pará, Tuna Luso Brasileira e Paysandu, por onde o meia Paulo Henrique Ganso passou nas categorias de base de futsal e futebol de campo, respectivamente, antes de ganhar destaque no Santos, têm, segundo a Lei Pelé, direito a um percentual da venda do jogador do Peixe para o São Paulo e já poderão contar com este dinheiro em caixa nos próximos dias.
 
O Paysandu afirmava ter direito a receber em torno de R$ 600 mil, enquanto que a Tuna ficaria com R$ 110 mil dos R$ 23,9 milhões da venda de Ganso. O Santos, no entanto, ofereceu um acordo para reduzir os valores pela metade e, assim, evitar o processo.
 
Pela chamado “mecanismo de solidariedade”, incluído na Lei Pelé em 2011, o clube ganha 1% do valor da transferência por cada ano que o jogador tenha passado por lá dos 14 aos 17 anos. Depois, dos 18 aos 19, o percentual cai para 0,5% por ano, totalizando 5%, teto para o mecanismo.

Nesta terça-feira (18), representantes de Santos, Paysandu e Tuna entraram finalmente em um acordo. O Peixe determinou que deve pagar à vista o valor correspondente a cada clube paraense. O Presidente bicolor, Vandick Lima, viaja neste fim de semana para a cidade de Santos para tratar das negociações. O presidente da Tuna Luso foi procurado para saber como a diretoria está tratando do caso referente ao recebimento da quantia que é de direito do clube do Souza, mas a reportagem não conseguiu retorno às informações solicitadas.

Fonte: Ronald Sales/DOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário