BLOG TUNANTE

domingo, 26 de maio de 2013

Natação Cidadã e Tuna Luso, parceria que dá resultados


No dia sete de setembro de 2012, aconteceu o CINQUENTENÁRIO de inauguração do "Complexo Olímpico do Souza”, que segundo informações do professor e historiador Péricles de Oliveira,  recebeu o nome de "Parque Aquático Maria Lenk", inaugurado ainda na década de 60 com a presença da referida atleta, que na ocasião doou um Trampolim Social especialmente confeccionado na Inglaterra (atualmente desaparecido do clube) para ser usado nas plataformas de saltos ornamentais que existiam no início do complexo. Coisa que poucos sabem! 

Devido a falta de manutenção adequada no parque, o tempo encarregou-se de deixá-lo em condições críticas para o uso social e prática do esporte aquático.

 Biografia de Maria Emma Hulga Lenk Zigler (São Paulo, 15 de janeiro de 1915 — Rio de Janeiro, 16 de abril de 2007). http://pt.wikipedia.org/wiki/Maria_Lenk


Flâmulas comemorativas do dia de inauguração do Parque Aquático da Tuna Luso, denominado "Parque Aquático Maria Lenk".  Foto do Parque Aquático da Tuna Luso quando de sua inauguração, em 07/09/1962.



Parque Aquático da Tuna servindo como palco para a apresentação das seleções russa e brasileira de nado sincronizado, neste domingo (6/02/2011), no Parque Aquático da Tuna Luso-Brasileira.


A NATAÇÃO DA TUNA LUSO

A natação paraense é organizada pela Federação Paraense de Desportos Aquáticos e representa a natação paraense junto a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, buscando o desenvolvimento integrado da natação paraense promovendo a cooperação entre os clubes afiliados. O Programa Natação Cidadã colabora com a Federação Paraense de Desportos Aquáticos para o desenvolvimento da natação paraense, com especial ênfase à natação de base.

Os clubes sociais são o esteio da natação paraense. Por causa disso, o Programa Natação Cidadã tem como uma das suas estratégias fundamentais apoiar os clubes para que estes possam manter suas escolhinhas de natação funcionando plenamente, abrindo oportunidades para que crianças carentes possam participar de suas atividade e, assim, revelando talentos para a natação paraense. Atualmente a Tuna Luso Brasileira é um dos clubes do projeto.

A Tuna Luso Brasileira é um dos clubes sociais mais tradicionais do Pará. Fundada em 1 de Janeiro de 1903, localiza-se na Av. Almirante Barroso 4.110, no Bairro do Souza. A Tuna foi uma grande potência nos mais variados tipos de esportes amadores e profissionais, tendo colecionado importantes títulos ao longo de sua história. Possui um dos melhores parques aquáticos de Belém e já teve uma das equipes mais fortes de natação do Pará e do Norte-Nordeste, revelando grandes atletas. Após um triste período de paralisação, a natação da Tuna Luso Brasileira volta com força total, com novas lideranças e disposta a resgatar o tempo perdido. O Programa Natação Cidadã tem o orgulho de contribuir com esta nova fase da natação tunante. Desde 2010, cerca de cem crianças do Programa Natação Cidadã estão inscritas para iniciar a prática de natação no clube.


PROGRAMA NATAÇÃO CIDADÃ


Nos três anos do Programa Natação Cidadã (2010-2012), a iniciativa recuperou a natação competitiva da Tuna Luso Brasileira e colocou novamente o clube entre as melhores do norte-nordeste. Veja os principais resultados no site www.natacaodatuna.com

O que é o projeto? 
O Programa Natação Cidadã foi criado em 2010 por meio da parceria entre o setor empresarial (Sol Informática, Alcoa e Agropalma) e o terceiro setor (FIDESA) visando criar um novo modelo de projeto social que promovesse a inclusão social de crianças e adolescentes carentes do Estado do Pará por meio da prática da natação. O Programa Natação Cidadã tem como missão melhorar a qualidade de vida de crianças e adolescentes de baixa renda do Estado do Pará por meio da oferta de oportunidades para a prática regular da natação.

Como funciona o projeto?
O Programa oferece apoio para que crianças e adolescentes de 7 a 17 anos pratiquem natação na Tuna Luso Brasileira. Estas crianças e adolescentes devem pertencer a famílias com renda de até três salários mínimos e estarem regularmente matriculados em escola pública. O nosso apoio inclui todo o processo desde a aprendizagem básica do esporte até o apoio para que a criança participe de competições regionais e nacionais. O Programa é gerenciado pela FIDESA, uma das mais modernas fundações de apoio do Estado do Pará, e operacionalizado por uma equipe dedicada de profissionais altamente qualificados e experientes no ensino e treinamento de natação.

O Programa Natação Cidadã tem cinco valores fundamentais que orientam toda as  nossas atividades:
·         Paixão: somos apaixonados pela natação e acreditamos que a prática regular deste esporte pode melhorar as vidas de crianças e adolescentes;
·         Respeito e Justiça: trabalhamos com respeito e confiança um nos outros, valorizando a diversidade de opiniões e agindo sem discriminar as pessoas, tratando-as de forma personalizada, com imparcialidade e respeitando as diferenças individuais; 
·         Integridade: o nosso programa é desenvolvido com uma postura íntegra, justa, honesta, valorizando a verdade, o respeito e o diálogo;
·         Confiabilidade: trabalhamos para ser um programa que inspire segurança e credibilidade nas crianças e suas famílias, da qual todos tenham orgulho de participar;
·         Otimismo: somos otimistas em relação ao futuro da juventude do nosso Estado do Pará e do Brasil.
Quais os resultados positivo para a Tuna até agora?
Os resultados obtidos pelo Programa Natação Cidadã para a Tuna Luso Brasileira são expressivos. Em 2009, a natação da Tuna praticamente não existia, pois a equipe era representada por poucos atletas nas competições. O Clube seria proibido de participar das competições pois tinha uma dívida grande com a Federação Paraense de Desportos Aquáticos e a tendência era encerramento das atividades de natação competitiva no clube.
O Programa Natação Cidadã trouxe uma nova dinâmica a este setor do clube. Os principais resultados podem ser resumidos em dez pontos principais. Primeiro, conseguimos atrair e manter profissionais de qualidade para liderar a escolhinha e equipe. Segundo, conseguimos resgatar o espírito de equipe no clube, criando um mascote, uma música e um uniforme padronizado. Terceiro, resgatamos todas as dívidas com a FPDA e desde então conseguimos manter todos os nossos compromissos em dia. Quarto, atraímos e formamos 40 novos atletas de diversas categorias para a natação paraense e brasileira, sendo que destes 10 foram campeões estaduais e 5 foram medalhistas em torneios norte-nordeste. Quinto, o Programa Natacão Cidadã mostrou-se muito eficiente atendendo cerca de 650 crianças nestes três anos de trabalho, o que faz o Natação Cidadã o maior programa de natação social do Brasil. Sexto, o Programa transformou-se em um grande sucesso na mídia estadual e nacional, atraindo cada vez mais atenção para a natação da Tuna. Sétimo, a nossa home-page (www.natacaodatuna.com) está entre as mais visitadas da natação brasileira (mais de 40.000 visitas até agora) e já virou uma referencia para notícias e dicas para atletas de natação de todos os recantos do Brasil. Oitavo, com a visibilidade do programa, novos clientes foram atraídos para a Tuna, que reajustou as suas mensalidades e arrecadou mais devido a significativa melhoria da qualidade dos serviços oferecidos. Nono, o Programa adquiriu a bomba e filtro que ajudou a melhorar a qualidade da água da piscina de 25 metros beneficiando todos os sócios e frequentadores do clube. Décimo, a Tuna sagrou-se novamente campeã estadual em uma das categorias (Infantil) e vice-campeã norte-nordeste (categoria petiz 1), depois de vários anos sem nenhum título significativo. Em síntese, o Programa Natação Cidadã é uma dádiva para a Tuna Luso Brasileira, pois é um programa bem estruturado, com resultados sociais e esportivos concretos, administrado de forma bem profissional e com excelentes retornos de imagem para a Tuna Luso Brasileira.

Como o projeto é administrado?
O Projeto é gerenciado financeiramente pela Fundação Instituto para o Desenvolvimento da Amazônia – FIDESA, entidade privada sem fins lucrativos, foi instituída em 1997 pela União de Ensino Superior do Pará, pelo Centro de Educação Técnica do Estado do Pará e pela Sociedade Civil Colégio Moderno, com o objetivo de fomentar atividades de pesquisa, extensão e de capacitação de recursos humanos, especialmente na Amazônia, e o de promover o ensino à distância e atividades artístico-culturais, visando o desenvolvimento da qualidade de vida e o saber do homem da Região.
Ao longo de sua existência, a FIDESA já executou mais de 70 projetos de pesquisa, extensão e integrados de pesquisa e extensão. A FIDESA gerencia o Programa Natação Cidadã desde o seu inicio em 2009. A FIDESA é considerada a mais conceituada e mais efetiva fundação privada sem fins lucrativos em Belém, com um amplo conjunto de parcerias com governo, sociedade civil e setor privado. Esta facilidade de interação com todos os setores da sociedade faz com que a fundação se destaque na sociedade como a mais credenciada para gerenciar projetos como o Natação Cidadã.
O gerente geral do projeto é o Dr. José Maria Cardoso da Silva, que mesmo morando nos Estados Unidos, continua definindo as metas e objetivos do projeto, além de fazer a captação de recursos para o programa. Ele é auxiliado pelo Prof. Hernani Júnior, que trabalha em tempo integral interagindo com a Diretoria de Natação da Tuna Luso Brasileira, com a FIDESA, com os doadores e com os nossos clientes.

Quem financia o Programa?

O Programa é financiado por empresas que operam no Pará por meio de doações voluntárias ao programa. Até o momento, nossos parceiros foram a Agropalma, Sol Informática e Alcoa. Também conseguimos durante um ano o apoio da Petrobras. Estas empresas firmam contratos de patrocínio com a FIDESA. Estes contratos possuem metas bem rigorosas tanto do ponto de vista financeiro como do ponto de vista técnico. O projeto é auditado e todas as prestações de contas são detalhadamente avaliadas pelos setores de contabilidade e jurídico das empresas parceiras.

O quanto foi investido até agora e como estes recursos foram gastos?

Nestes três anos (2010, 2011 e 2012) foram investidos R$ 342.900, ou cerca de R$114.300 por ano ou R$ 9.525 por mês. Estes recursos foram destinados principalmente para: (a) pagar a equipe de profissionais que trabalha no clube (atualmente 5 profissionais), (b) cobrir despesas com taxas de competição dos atletas do programa; (c) pagar a anuidade da Tuna junto a Federação Paraense de Desportos Aquáticos; (c) comprar vestuário para as crianças que participam do projeto; (d) cobrir viagens e diárias de treinadores e alguns atletas para a participação em campeonatos brasileiro e norte-nordeste; e (e) comprar material permanente necessário para melhorar a qualidade da piscina (maior investimento foi o filtro para a piscina de 25 metros) mais material para o ensino de natação e hidroginástica nas escolinha do clube. A FIDESA cobra 10% de taxa de administração para gerenciar o projeto, fazer os contratos de patrocínio, fazer as prestações de contas e ajudar na captação dos recursos.

Qual a situação atual do Programa?

Com o apoio que temos da Alcoa e da Agropalma, podemos afirmar que  o programa está totalmente coberto até dezembro de 2013. Temos recursos para custear a equipe técnica, pagar as despesas de competição e da federação, cobrir as viagens dos treinadores e fazer modestos investimentos em materiais de treinamento. Nesta época de crise financeira, este é um excelente indicador da qualidade e credibilidade do programa junto aos seus parceiros.

Considerações
Em 2009, não tínhamos nada. Em 2013, somos sérios candidatos ao título paraense, sem contar as inúmeras medalhas de ouro no norte-nordeste. Até o final de 2013 o projeto natação cidadã está com patrocínio garantido. Dependendo do nível de apoio e interesse da nova diretoria, o projeto pode continuar ou não na Tuna em 2014.
Atualmente, o clube é responsável pela manutenção e limpeza do parque aquático. Estas atividades são mantidas pela arrecadação da escola de natação (jovens e adultos) mais os recursos obtidos do convênio da SEEL, que concede espaço do parque aquático para atividades com grupos da boa idade.
Um fato que é pouco conhecido é que a manutenção de pelo menos três esportes olímpicos na Tuna é fundamental para que o clube obtenha isenção do IPTU. Somente tendo em conta a isenção do IPTU, a manutenção da natação da Tuna produz, portanto, um retorno financeiro enorme para o clube.
Quanto a recuperação da histórica piscina olímpica do clube, a situação é crítica. Uma reforma geral do Parque Aquático exigiria investimentos em torno de pelo menos 500 mil reais. Para o clube, talvez seja mais prático construir um novo parque aquático, moderno e com manutenção mais fácil e barata, seguindo os modelos das piscinas norte-americanas. Isto exigiria colaboração de muitos e um projeto junto a Lei de Incentivo ao Esporte.

Momentos da Natação da Tuna Luso
Na foto abaixo está parte de nossa equipe com o seu treinador Moisés se preparando para a competição (12/05/2013).


Mirim
100_504412/05/2013
Uniforme06/05/2013
O Pará, com grande colaboração dos atletas da Tuna, sagrou-se campeão do Torneio Regional Milton Medeiros (Norte-Nordeste Interfederativo) na categoria Juvenil, deixando Pernambuco em segundo lugar. Na categoria Infantil, o Pará foi quarto lugar e na categoria junior-senior, a nossa seleção obteve o segundo lugar. No geral, o Pará foi segundo lugar, ficando atrás somente da seleção de Pernambuco. Isto é um progresso visível quando comparado com três anos atrás, quando a Tuna tinha uma equipe muito pequena e pouco competitiva. Se algum esporte avançou significativamente na Tuna, este foi a natação.

Foto 1. Os nossos atletas e o seu treinador, Fernando, no Parque Aquático em Fortaleza.
Grupo Tuna


Foto 2. Victor Moraes e a sua medalha de ouro nos 50 m costas. 04/05/2013
VictorCostasPodium


Foto 3. A nossa campeã Andreza dos Remédios com a sua medalha de ouro e quebra de recorde nos 100 m borboleta.
AndrezaPodium

Nenhum comentário:

Postar um comentário