TUNA LUSO BRASILEIRA

TUNA LUSO BRASILEIRA

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Tuna em movimento no campo do Souza



Equipe de base da Tuna Luso recebendo o troféu de vice campeã do Sub 17, em 2012. Foto divulgação fo Portal ORM.

Um ano após colocar a Tuna novamente na elite do futebol paraense, o técnico Samuel Cândido reassume a equipe no ponto em que a deixou. O treinador, no entanto, afirma que há diferenças no trabalho que vai realizar este ano. “Quando assumimos a Tuna na primeira fase do Parazão 2012 encontramos um clube totalmente desestruturado. Tivemos que realizar um trabalho do zero! Se você se lembrar, a Tuna naquela campanha não utilizou nenhum jogador oriundo da sua base. Esse ano encontramos uma base forte, o trabalho já não parte do zero” afirmou o treinador.

Antes de deixar o clube, Samuel conversou com a diretoria sobre a necessidade de alguns investimentos e mudanças na estrutura das divisões de base do clube, que sempre foram um celeiro de novos jogadores. “O Marajó, meu atual auxiliar técnico, assumiu as equipes do futebol amador naquela época e começou um trabalho que hoje rende frutos”, diz o técnico, lembrando a conquista da vaga para Copa São Paulo de Futebol Junior, após 12 anos sem disputar a competição.

Samuel realiza primeiro treino com o elenco da Tuna Luso. Foto divulgação DOL.

Samuel afirma que o foco na formação da equipe este ano deverá ser o aproveitamento de atletas da base e jovens jogadores que não tiveram muitas oportunidades em outros centros. “Temos aqui conosco alguns atletas que chegaram a se destacar na base de outros clubes, mas não tiveram muitas oportunidades como o Tardelly, ex-Remo, e o Junior, ex-Paysandu. Vamos procurar fazer um trabalho físico e psicológico com esses jogadores, porque talento nós sabemos que eles têm”, explicou o treinador.

Zeziel, ex-Papão, na mira

Em 2013, completará 24 anos da última conquista estadual da Tuna Luso Brasileira, no Parazão de 1988. Sem divisão no futebol brasileiro há alguns anos, e com finanças combalidas, o clube fará investimentos pé no chão para 2013, mas engana-se, quem pensa que o clube entra sem ambições. “Quando se entra em qualquer competição, se entra pensando em ganhar e conosco não é diferente”, diz o presidente do clube, Fabiano Bastos.

Em preparação desde segunda-feira, quando o técnico Samuel Cândido, ex-Parauapebas, assumiu a equipe, a Tuna surpreendeu ao apresentar 27 atletas em sua reapresentação. “Muitos são oriundos da base cruzmaltina. Também estamos fazendo testes e procurando garimpar talentos na segundinha, seletivo e torneios intermunicipais”, explica Bastos.

O presidente diz que a Águia do Souza deve investir na contratação de atletas experientes. Zeziel, Hallyson, Hállace e Max Melo se apresentaram junto com o novo técnico, e mais dois goleiros devem se apresentar essa semana. “Traremos jogadores experientes, mas não jogadores caros. A Folha salarial não deverá passar de 70 mil reais, que é com o que podemos contar”, explica Fabiano, que afirma a possibilidade de mais três ex-comandados de Samuel, no Parauapebas, acertarem com o clube.

fonte: Taion Almeida / Diário do Pará 12-12-2012

3 comentários:

  1. Tuna está fazendo o que pode. Não tem tanto dinheiro para gastar, então tem que fazer o que está dentro de suas possibilidades. O técnico escolhido tem experiência e competência. Se houver jogadores com qualidade pode ser que a Tuna consiga bons resultados. É mesclar juventude, qualidade de alguns e qualidade e experiência de outros. Seria bom se tivesse mais condições financeiras? Sim, seria. Mas não tendo, o jeito é fazer o que está fazendo. É acabar agora de formar o grupo e treinar o máximo que puder no tempo que ainda resta. É o suficiente para a Tuna ser campeã? Difícil dizer. Talvez sim! Mas nas circunstâncias atuais, um vice-campeonato seria até ótimo, o que possivelmente daria a chance dela participar de alguma competição nacional.
    Desejo sucesso ao técnico, diretoria e jogadores. Que possa ser feito o melhor dentro das possibilidades existentes. Que seja um campeonato jogado limpo, sem maracutaias, sem favorecimentos, com arbitagens justas.
    Márcio

    ResponderExcluir
  2. Agora é lutar! Com todas as forças! Vamos Tuna! Em busca de novas glórias!
    Márcio

    ResponderExcluir
  3. Ano que vem a garotada tem que se esforçar ainda mais e procurar conquistar o título de cempeão.

    Uma poesia para distrair

    Volta bela tunante!

    Linda tunante,
    Aos meus ouvidos chegou
    Um eco distante,
    Um sussurro do vento do sul
    Quase um lamento:
    "Juju!"
    Era o vento dizendo teu nome!
    Estava em meu quarto
    E de imediato,
    Brotou em mim um sentimento,
    Chorei de saudade de ti!
    Lembrei de nossos bons momentos
    Torcendo,
    Pela Tuna!
    Ah! Este vento!
    Veio então uma chuva inoportuna
    Na hora que eu sairia!
    Ah! Que dia!
    Tão bom era quando tu sorrias
    Cheia de alegria,
    Lá no Souza!
    Como eu queria
    Tanto, tanto,
    Ouvir novamente teu canto,
    Ver-te sem roupa,
    Beijar tua boca,
    Escutar tua voz meio rouca,
    Dizendo num mágico instante
    Que serias minha
    Daquele momento em diante!
    Ah! Brilha de novo
    Lindo sol radiante!
    Que seja feliz nosso povo!
    Volta para mim linda tunante!
    Márcio Rodrigues

    ResponderExcluir