BLOG TUNANTE

sábado, 21 de janeiro de 2012

Tuna Luso na imprensa

Papão sua para bater a Tuna



Clássico equilibrado, na Curuzu, resultou nos primeiros três pontos dos bicolores, que agora respiram

                                                                                                                                                                                             Edição de 21/01/2012 
Foi difícil, mas o Paysandu conseguiu ontem a primeira vitória no Campeonato Paraense. Na terceira rodada da competição, o Papão venceu o clássico contra a Tuna Luso por 2 a 1. Com uma formação nova, com dois jogadores mais experientes na linha - Vânderson e Leandrinho no meio de campo -, o time bicolor conseguiu superar a pressão vinda de dentro e de fora do campo, foi melhor na defesa e conseguiu segurar o resultado. A falha recorrente do ataque, no entanto, se repetiu. A equipe voltou a perder muitas chances na frente, duas delas na cara do goleiro adversário.
Pelo lado luso as reclamações foram duas. A primeira contra a própria inoperância ao ter a maior posse de bola, em especial na etapa final, e não ter traduzido isso sequer em chances claras de gol. A segunda foi a não marcação de uma suposta penalidade máxima nos acréscimos. De fato, a bola bateu no braço do zagueiro Thiago Costa, mas havia tanta gente dentro da área que dessa vez nem dá para reclamar tanto do árbitro Dewson Fernando Freitas.
Entre os bicolores, prevaleceu a garra de um grupo que estava pressionado pelos primeiros pontos na competição e já recebia as primeiras críticas da torcida. "Num jogo como esse a raça tinha que prevalecer. Enfrentamos um adversário muito duro que valorizou a nossa vitória", afirmou Vânderson. "Sabíamos que seria muito difícil, mas felizmente conseguimos essa primeira vitória. Agora é se preparar para encarar o Águia e começar a caminhada para o primeiro turno", completou Leandrinho. O atacante Bartola, que entrou no segundo tempo e deu outra dinâmica ao time, condensou muito bem todo esse espírito de luta dos bicolores. "Não tem bola perdida para mim. Enquanto estiver nas quatro linhas estou correndo".
Os cruz-maltinos reclamaram da não marcação da penalidade no fim, mas reconheceram que foram os próprios erros que impediram um resultado melhor. "Não matamos quando tivemos chances. Perdemos chances e dominamos a maior parte do jogo, mas não aproveitamos", lamentou o goleiro André Luís. "Clássico é assim, decidido em detalhes. Foi assim contra o Águia e agora de novo. Isso não pode se repetir mais", afirmou o volante Euler.
Cada time ontem foi melhor em um dos tempos do jogo. No primeiro, o Papão saiu na frente e aproveitou melhor as chances, marcando os dois gols. O primeiro saiu de uma penalidade sofrida por Leandrinho, aos quatro minutos. O meia Robinho cobrou para abrir o placar. A Tuna teve apena suma boa chance aos 23, quando o volante Ilaílson arriscou de longe de acertou a trave. O zagueiro estreante Thiago Costa ampliou aos 39, escorando de cabeça um escanteio vindo da direita. O gol luso saiu logo aos dois minutos do segundo tempo. O lateral direito Sinésio cobrou falta na área, a bola passou por todo mundo, Ronaldo defendeu e o zagueiro Edilson Belém completou no rebote.
As duas equipes voltam a campo na próxima quarta-feira. A Tuna vai a Santarém encarar o São Raimundo e o Paysandu a Marabá enfrentar o Águia. Mas, antes disso, o time bicolor joga um amistoso amanhã em Paragominas, contra a seleção local, na inauguração do estádio do município. O técnico Nad vai deixar em Belém todos os que estão mais desgastados fisicamente.
fonte: amazônia Hoje. 


Paysandu bate a Tuna e vence a primeira
O Paysandu conseguiu a primeira vitória na fase princpial do Campeonato Paraense 2012 na noite desta sexta-feira (20) contra a Tuna na Curuzu. Com gols do meia Robinho e do zagueiro Thiago Costa ainda no primeiro tempo, o Papão bateu a Tuna, que chegou a descontar com o zagueiro Edílson Belém no início do segundo tempo.

O JOGO
Com mudanças em todos os setores da equipe, o Paysandu pressionou desde o início. Na zaga, uma nova dupla com Thiago Costa e o volante Neto improvisado. No meio, Vânderson ocupando a vaga deixada por Neto e Leandrinho na armação de jogadas ao lado de Robinho, que ficou menos sobrecarregado. Com dois meias, Nad abriu mão do terceiro atacante.
O esquema deu certo, e logo aos 4 minutos Leandrinho surgiu entre a zaga da Tuna driblando em velocidade, mas parou na tentativa frustrada do zagueiro Edílson Belém, que tentou cortar o lance e errou o chute, derrubando o meia bicolor. O juiz marcou pênalti, e Robinho bateu no canto direito de André Luís, que chegou a tocar na bola.
Pela primeira vez no campeonato o Paysandu saiu na frente, mas nem a boa atuação do time bicolor impediu as investidas da Tuna, que quase empatou aos 15 minutos quando Beá recebeu sozinho, mas Ronaldo defendeu. Um minuto depois foi a vez do goleiro tunante André Luís mostrar serviço, defendendo com os pés o chute do bicolor Heliton.
Aos 19 minutos Beá teve outra chance, mas o chute rasteiro foi mais uma vez defendido por Ronaldo. A Tuna cresceu na partida, e teve sua melhor chance do primeiro tempo aos 24 minutos. O meia Ilaílson arriscou de longe por cobertura, e acertou o travessão. Aos 26 minutos Beá tentou de cabeça, mas parou mais uma vez nas mãos de Ronaldo.
O Paysandu conseguiu equilibrar o jogo novamente, e quase ampliou aos 37. Nenê Apeú deixou de calcanhar para Robinho, mas o chute do meia bicolor parou nas mãos do goleiro André Luís. Mas aos 40 minutos, o zagueiro Thiago Costa aproveitou escanteio cobrado por Jairinho e cabeceou por cima do goleiro André Luís, marcando o segundo do Papão.
Mesmo dominando o jogo no final do primeiro tempo, o Paysandu voltou desligado para a segunda etapa, e a Tuna aproveitou. Aos 2 minutos da segunda etapa, a bola foi alçada na área bicolor e a cabeçada de Bruno Oliveira surpreendeu o goleiro Ronaldo, que espalmou nos pés do tunante Edílson Belém. O zagueiro cruzmaltino não despediçou a chance.
O gol animou a equipe da Tuna, que parecia mais perto do empate do que o Paysandu do terceiro gol. Aos 11 minutos, Sinésio quase empatou em cobrança de falta, mas Ronaldo fez grande defesa. Aos 12 minutos o técnico Nad tirou Heliton e colocou o jovem atacante Bartola, tentando dar velocidade ao ataque bicolor e equilibrar a partida.
Bartola teve a melhor chance de ampliar o placar aos 28 do primeiro tempo, mas o goleiro André Luís salvou a Tuna de levar o terceiro gol. Aos 31 a Tuna respondeu em uma jogada individual do meia Lineker, que entrou na área bicolor driblando em velocidade e quase empatou a partida. Lineker teve outra chance aos 37, mas parou na zaga.
O Paysandu se segurava como podia, e quase ampliou em duas chances de Djalma. Na primeira, o meia recebeu cruzamento e, sozinho em frente ao goleiro, errou a cabeçada. Na segunda, Bartola partiu em velocidade no contra-ataque e deixou Djalma livre para marcar, mas o meia bicolor não conseguiu superar o goleiro André Luís.
No final da partida a Tuna pressionou o Paysandu, e quase chegou ao empate em um cabeceio de Yuri que passou à esquerda do gol. Os tunantes ainda pediram um toque de mão da zaga bicolor no lance, mas o árbitro não atendeu às reclamações e um minuto depois decretou o final da partida, para alívio do time bicolor, que venceu a primeira.
A Tuna segue com os mesmos 3 pontos no campeonato, e volta a campo em Santarém na próxima quarta-feira (25) para enfrentar o São Raimundo no Colosso do Tapajós. O Paysandu soma os primeiros 3 pontos na competição, e na próxima quarta-feira (25) vai a Marabá jogar contra o Águia no Zinho Oliveira.

PAYSANDU 2 x 1 TUNA LUSO
Paysandu: Ronaldo; Yago Pikachu, Thiago Costa, Neto e Jairinho; Vânderson, Billy, Leandrinho e Robinho (Djalma); Nenê Apeú (Juba) e Heliton (Bartola). Técnico: Nad

Tuna Luso: André Luís; Sinésio, Bruno Oliveira, Edílson Belém e Maraú (Placa); Euler, Diogo (Yuri), Ilaílson e Lineker; André Mensalão (Menezes) e Beá. Técnico: Charles Guerreiro.
Local: Estádio da Cuzuru, em Belém
Renda e público: não informados.
fonte: DOL.

TUDÃO E Tudinho 

JOGO ABERTO
O Paysandu entrou em campo, ontem contra a Tuna, na Curuzu, com formação diferente das duas que perdeu para Cametá e São Raimundo.
Vânderson deu qualidade ao meio-campo bicolor, mas o time de Nad continua pecando nas finalizações.
Bartola, Djalma e Juba perderam gols inacreditáveis. Penso que não é ansiedade: é falta de pensar o que fazer com a bola. O jogador inteligente pensa, antever o lance. É por essa e outras que Romário é rico.
Na Tuna, Charles Guerreiro desloca Lineker da lateral para o meio-campo e mesmo assim ele foi o melhor jogador tunante. Ele é bom. É um jogador futuroso e vai dá o que falar neste campeonato.
Paysandu e Tuna fizeram um grande jogo, e a Tuna no segundo tempo apresentou mais volume de jogo, mas não soube ser competente. Jogo aberto.
Miolo da zaga bicolor é fraco e à Tuna falta atacante finalizador.
Robinho fez 1 x 0 Paysandu aos 5min, chutando forte no canto direito do goleiro André Luís.
Aos 39min Tiago Costa aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou prá fazer 2 x 0.
Aos 2min do segundo tempo Edilson Belém diminuiu prá Tuna, fazendo 2 x 1 rebote da zaga bicolor.
Amistosamente, Paysandu joga neste domingo em Paragominas, inaugurando o novo estádio municipal, mas volta a jogar pelo Parazão no dia 25, em Marabá, contra o Águia.
A Tuna, que começou bem o campeonato ganhando do Independente por 2 x 1, perdeu pela segunda vez, e vai a Santarém jogar contra o São Raimundo, 25.
É o que há! 
fonte: Blog tudão e Tudinho.

Papão conquista primeira vitória
21/01/2012 at 0:38
Com gols de Robinho, cobrando penalidade máxima aos 5 minutos, e Tiago Costa, aos 42 minutos do primeiro tempo, o Paissandu obteve sua primeira vitória no Campeonato Paraense, passando pela Tuna por 2 a 1 na noite desta sexta-feira, no estádio da Curuzu. Para a Tuna, descontou Edilson, aos 2 minutos da etapa final.
O Paissandu entrou com uma escalação diferente, tendo Vânderson como quarto-zagueiro. Apesar da sequência de passes errados e da desarrumação entre os setores do time, o ataque foi mais objetivo desta vez e conseguiu aproveitar as chances criadas. O gol logo de cara deu confiança ao time, mas aos poucos a Tuna tomou conta do jogo e pressionou em busca do empate, desperdiçando seguidas oportunidades com Beá, Lineker e André Mensalão.
Quando os cruzmaltinos eram superiores no jogo, veio o segundo gol bicolor. Em cobrança de escanteio, o zagueiro Tiago se antecipou aos marcadores e desviou para as redes de André Luís. A Tuna não desistiu de buscar o gol e conseguiu marcar logo no começo do segundo tempo, através de Edilson. Seguiu perseguindo o empate, mas se perdeu em jogadas confusas no ataque e na pontaria ruim de seus avantes.
fonte: Blog do Gerson Nogueira.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Tuna Luso na imprensa

Guerreiro recebe reforços 
Técnico da Tuna deve contar com mais cinco atletas para o elenco que disputa o campeonato paraense
Edição de 20/01/2012 
Os reforços pedidos pelo técnico Charles Guerreiro à diretoria da Tuna, após a derrota diante do Águia (1 a 0), na última terça-feira, começam a chegar ao Souza. O primeiro a se apresentar à comissão técnica foi o lateral esquerdo Álvaro, que começou a treinar ontem pela manhã. Hoje, mais quatro atletas se integrarão ao elenco tunante: o zagueiro Vitor Hugo, o volante Franklin, o meia Jean Sá e o atacante Fábio Oliveira, este apontado como a principal aquisição do clube para a sequência do Paraense. Os atletas, vindos do Rio de Janeiro, indicados por Guerreiro, tinham chegada prevista para as primeiras horas de hoje.
Dos cinco novos contratados da Lusa, apenas o meia Jean Sá já vestiu a camisa alviverde. No ano passado, o apoiador defendeu a Lusa no Estadual, com bom aproveitamento, o que despertou o interesse do clube na sua volta. Já Álvaro, mesmo nunca tendo atuado antes pela Lusa, é conhecido do torcedor. Em 2010, vindo do Potyguar-RN juntamente com o meia Thiago Potyguar, ele defendeu o Paysandu, fazendo partidas convincentes. Mas um problema no tornozelo esquerdo o afastou do futebol por quase um ano. A volta do jogador se deu no América-RJ. Em 2011, ele defendeu o Independente, de Tucuruí, na Série D do Brasileiro de 2011. O lateral estava no Moto Clube-MA.
Com 38 anos, o atacante Fábio Oliveira chega ao Souza com a missão de dar mais força ofensiva ao time alviverde. Experiência é o que não lhe falta. Com quase 30 clubes no currículo, o jogador já foi um dos principais goleadores da Série B do Brasileiro, atuando pelo Remo, em 2007. Na época, ele anotou 22 gols, ficando atrás apenas dos atacantes Alessandro (Ipatinga-MG) e Val Baiano (Gama-DF), que fizeram 25 e 23 gols, respectivamente. O jogador teve uma passagem apagada pelo Paysandu, em 2009, no qual não chegou a balançar a rede uma só vez. Em 2011, o atacante chegou a ser anunciado pelo Independente, de Tucuruí, mas um problema de transferência o impediu de jogar pelo clube.
Os outros dois jogadores do pacote anunciado pela Lusa, no caso, Vitor Hugo e Franklin são desconhecidos do público local. O próprio presidente da Lusa, Fabiano Bastos, não soube dar detalhes da carreira dos atletas. "O que sei é que eles estavam no futebol do Rio de Janeiro, mas não posso informar em que equipes atuavam", declarou o dirigente. Quanto a Fábio Oliveira, o cartola revelou que o jogador encontrava-se no futebol boliviano, no qual já foi artilheiro no campeonato nacional de 1998, defendendo o Mariscal Brauw.
fonte: Amazônia Hoje. 


O clássico da recuperação
Vindos de derrota, Paysandu e Tuna duelam na Curuzu precisando da vitória para restaurar o moral
Edição de 20/01/2012 
Os últimos anos a Tuna Luso Brasileira entrava no Campeonato Paraense tendo quase só garotos no time e lutava apenas para se manter na fase principal da competição. Na maioria das vezes não conseguiu. Esse ano fez diferente, tem um elenco mesclado com atletas mais experientes. Em 2012 quem segue essa cartilha é o Paysandu. Sem dinheiro, teve que apostar na base. Nas duas primeiras partidas foi derrotado duas vezes. Hoje, volta a campo com um homem experiente na linha, o volante Vânderson, mais algumas mudanças para tentar recuperar-se no Parazão. Papão e Águia abrem a terceira rodada do campeonato estadual a partir das 20h30, na Curuzu, ambos querendo a recuperação.
Com uma vitória e uma derrota em duas partidas, a Lusa está dentro da média se for levado em consideração que jogou uma vez em casa e outra fora, embora tenha vencido como visitante e perdido como mandante. A diretoria anunciou ontem alguns reforços, mas estes ficam para depois. As novidades na equipe serão as entradas do lateral esquerdo Maraú e o meia Ilaílson, este cheio de boas expectativas para o clássico.
"Temos que aproveitar o momento da Tuna, o Paysandu é outro caso. Temos uma vitória e queremos a segunda para ficarmos bem na classificação e nos recuperarmos", disse. "A Tuna era para estar numa situação melhor, é time grande, tem o Charles que é um profissional competente e vamos em busca do título", completou o meio-campista.
No Paysandu o técnico Nad bate a cabeça para formar uma equipe mais forte na defesa e que consiga finalizar as chances criadas. Ele não se limitou a fazer quatro mudanças na equipe, sendo que apenas uma forçada, já que Pablo está com uma virose e Darlan suspenso, o que abriu uma vaga na zaga. Além das entradas do zagueiro Thiago Costa, dos volantes Vânderson e Danilo e do centroavante Juba, Nad mudou a cara da equipe. Alterou o sistema de jogo para que o Papão chegue a primeira vitória.

Apesar do técnico deixar o suspense no ar, o time bicolor deve entrar em campo no 3-5-2, com dois volantes na primeira linha de três defensores e mais dois no meio-de-campo. Vânderson será a principal novidade, voltando a atuar em uma posição que já conhece. "Estou feliz em voltar a jogar pelo Paysandu. De fora é só sofrimento, estou triste pelos resultados, mas feliz em poder voltar e em um clássico", disse. "Para mim jogar como zagueiro não é novidade. No Vitória-BA cheguei a jogar na zaga e como líbero. Com a bola eu adianto um pouco e sem ela volto para ser um terceiro zagueiro, ficando na sobra do Neto e do Thiago", completou.
Águia também virá com mudanças na busca pelos três pontos
Se em time que está ganhando não se mexe, em equipe que está perdendo as mudanças são previsíveis. Pois é o que acontece com a Tuna para o jogo de hoje à noite, contra o Paysandu, na Curuzu. Insatisfeito com a atuação do time na derrota, por 1 a 0, diante do Águia, na rodada passada, o técnico Charles Guerreiro promove alterações na formação cruzmaltina. As novidades começam pela defesa. Lesionado na virilha, o zagueiro Max Melo dá vez a Edilson Belém, que deixa o meio-campo, onde será substituído por Ilaílson. A outra mudança no setor defensivo ocorre na lateral esquerda. Regularizado, Carlinhos Maraú fará sua estreia na equipe.
Com a entrada de Maraú na ala esquerda, o meiia Lineker, que vinha atuando improvisado no setor, foi deslocado para a sua posição de origem, no posto de André Mensalão, que formará dupla de ataque com Beá. O atacante Edilson, que passou em branco nos dois jogos iniciais do time no Paraense - contra o Independente e Águia -, acabou sendo sacrificado. A formação tunante foi definida ontem pela manhã, no Souza, durante o apronto comandado por Guerreiro. A escalação que mais surpreendeu foi a de Ilaílson, no meio-campo.
fonte: Amazônia Hoje.


Fábio Oliveira pode ser a surpresa de hoje
Edição: 20/01/2011 
O presidente da Tuna, Fabiano Bastos, abriu os cofres do clube para a contratação de reforços. Como foi pedido pelo técnico Charles Guerreiro, o clube acertou com mais cinco atletas para a sequência da competição: os atacantes Fábio Oliveira, Jean Sá e Juninho, o lateral-esquerdo Álvaro e o zagueiro Vitor Hugo.
Dos nomes, apenas o lateral Álvaro, que chegou na última quarta-feira à capital paraense, já fez o seu primeiro treino com o grupo ontem pela manhã, no estádio do Souza. “Estou feliz por estar aqui. É mais uma oportunidade que estou tendo no futebol do estado do Pará. Agora é só trabalhar para ir pros jogos e tentar conseguir os nossos objetivos e botar a Tuna onde é o lugar dela”. Vindo do Moto Clube/MA, Álvaro passou pelo Paysandu e disputou a Série D do Campeonato Brasileiro do ano passado pelo Independente de Tucuruí. “Estou com muita vontade de jogar. Tive uma boa passagem no Independente, até porque eu estava vindo de lesão”, disse o lateral.
De imediato mesmo, Charles Guerreiro espera que o atacante Fábio Oliveira, que segundo fontes vem do futebol boliviano, chegue a Belém, já regularizado, para que possa entrar de imediato no jogo de hoje à noite contra o Paysandu. “A contratação desses jogadores são importante até mesmo para que tenhamos um time mais experiente e um banco que, no momento que for preciso, tem que entrar para resolver”.
A boa noticia para Charles foi a regularização do lateral-esquerdo Marau, que agora deve assumir o posto. Assim, avança-se o garoto Lineker para o meio campo. “A gente procurou colocar o que temos de melhor. Com a ausência do Max Melo, que saiu do jogo contra o Águia machucado, puxei o Ilailson para fazer a meia junto com o Lineker. Ficou uma equipe bem compacta com pegada com qualidade, com Beá sendo referencia e o André Mensalão vindo de trás”, completou Charles.

EM NÚMEROS

5 Reforços na Tuna. São eles: Os atacantes Fábio Oliveira, Jean Sá e Juninho, além do lateral-esquerdo Álvaro e do zagueiro Vitor Hugo.
fonte: Diário do Pará. 

 



Tuna anuncia “reforços”

A Tuna ameaça contratar quatro reforços que mais parecem refugos. Seriam os seguintes: Fábio Oliveira (ex-Remo e PSC), Vítor Hugo (ex-Paissandu), Jean Sá (ex-PSC) e Vitinho. Fábio ficou de chegar nesta quinta-feira e, se for regularizado, poderá até estrear contra o Paissandu.
Te dizer…
  • Hehehe. Esse Gerson, vou te contar…
    - Agora penso que para Águia, Tuna.. o Fábio Oliveira ainda seja um bom jogador, assim como o Vítor Hugo me deixou uma boa imprensão quando por aqui passou.
  • 2. MARLO CAVALCANTE  |  19/01/2012 às 15:40
    éguaaaaaaaaaaaa Jean Sá?? o Lateral? esse empresário merece um prêmio!!!! ou os cartolas da Tuna um chapéu de Burro.
  • Carrega tua cruz de malta, Tuna Luso!
  • 8. Tavernard Neves  |  19/01/2012 às 18:15
    Meu sonho só durou duas rodadas. Há quem aplauda, eu não, lamento.
  • 9. otavio santos  |  19/01/2012 às 18:31
    O Victor Hugo é bem superior a todos os zagueiros que estão atualmente no PSC e o Fabio Oliveira ainda dá caldo na Tuna, afinal, o “festejado” Marciano não está no Remo? E o Terçado no Paysandu?
  • 10. Emanuel Junior  |  19/01/2012 às 18:53
    Nossa, Bebel?! Dirigente pensa que torcedor é idiota, mesmo…
  • 11. Antonio Oliveira  |  19/01/2012 às 19:17
    Ô a Tuna voltou, a Tuna voltou, a Tuna voltou (Pra Justiça do Trabalho, é claro).
  • 12. Gerardo Von  |  19/01/2012 às 19:27
    O Vitinho é um bom jogador, inclusive passou pelo Futsale base da Tuna. Vamos ver se ele evoluiu e que possa ajudar a Tuna.
  • Já que a Tuna está trazendo Fábio cachaceiro, bem que poderia se esforçar pra trazzer o Dema que está jogando lá pelo Ceará sua bola de sempre apesar de já estar com mais de 40, mas além de ser uma atração seria uma justa homenagem a um dos jogadores mais esforçados que passou aqui por Belém nos últimos anos.
  • 14. prof. flavio soeiro  |  19/01/2012 às 22:01
    fabgol apesar dos pesares foi um grande artilheiro q passou pelo remo, só nao ganhou nada em virtude de inumeros fatores salarios atrasados e mediucridade de parte do plantel… é bom reforço, pra tuna!
  • 15. blogdogersonnogueira  |  19/01/2012 às 22:21
    Fábio Oliveira passou uma temporada inteira no Paissandu sem marcar gols, Otávio. Há quatro anos.
  • 16. otavio santos  |  19/01/2012 às 22:35
    Gerson, não foi uma temporada inteira no PSC e sim alguns jogos da série C, realmente não fez gols, mas no ano passado lá pelo interior de Goiás, andou enganando e fazendo gols.
  • 17. Emanuel Junior  |  19/01/2012 às 22:43
    Pra mim, a cena mais marcante da ‘chuva’ que esse rapaz (Bebel) passou no Paysandu na série C de 2008 – fora ter feito 0 gol – era a rapidez com a qual ele tirava a camiseta do clube. Mal esperava o juiz apitar o fim do jogo…
  • 18. Marcelo Maciel  |  19/01/2012 às 22:49
    Esse time da Tuna vai dá trabalho no decorrer do Campeonato.
  • 21. ANDRE - PSC  |  19/01/2012 às 23:21
    Eu que pensava, que refugos so eram de autoria bicolor. Agora ate a Tuna segue os passos do papão.
  • 22. Sergio Magalhães.  |  20/01/2012 às 0:20
    Egua GERSON ´não chama isso de reforço , no maximo sucata.Tempo bom quando a Tuna tinha um ataque de peso Jaci, Jason e Ja era.
fonte: Blog do Gerson Nogueira.

TUDÃO E Tudinho

PATROCÍNIOS

Três empresários paraenses - Zezinho Alírio, Fernando Yamada e Zé do Formosa - reuniram domingo com os diretores de marketing da AMBEV, Silvio e Leandro, nas dependências do Grêmio Literário Português e ao final a Tuna Luso Brasileira foi à beneficiada.

Contrato de patrocínio será assinado nesta sexta-feira entre a Tuna Luso Brasileira e a maior produtora de cerveja da América Latina, AMBEV que produz BRAHAMA, ANTARCTICA, SKOL e O GUARANA ANTARCTICA.

R$ 50 mil para estampar a marca da cervejaria na camisa da Tuna e mais: 100 jogos de mesas e 18 freezers para a sede social da Elite do Norte.

Além da parceria com a AMBEV, a Tuna garantiu parceria com o grupo BIG BEM (Raul Aguilera) e laboratório AMARAL COSTA.

Antônio Louro, ex-Paysandu, foi convidado a trabalhar no futebol luso, mas não aceitou. Na foto Louro e Zezinho conversavam sobre futebol ontem no estádio “Francisco Vasquez”.
fonte: Blog Tudão e Tudinho.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Camisa Oficial da Tuna Luso Brasileira

A nova camisa oficial da Tuna Luso Brasileira é fabricada pela SIKER, empresa localizada na cidade de Fortaleza-CE, que fez uma parceria com a loja Globo Esporte, de Belém, para fornecer os uniformes da Tuna Luso, com exclusividade, por um prazo de 4 anos. 
A nova camisa oficial da Tuna também poderá ser encontrada na boutique do clube, localizada no interior da secrearia, no horário comercial. Aos torcedores e demais interessados, boa sorte e boas compras!

Sede da Tuna Luso: 
Av. Almirante Barroso, nº: 4110 
Belém - Pará - Brasil
Telefone: 091 3219-2805 
E-mail: tunalusobrasileira@yahoo.com.br
 
Siker:
Av. Frei Cirilo, 3810 - Messejana  
Fone: 85 3089-2214
Fax: 85 3089-2214 
Fortaleza - CE, 60864-190

Parazão 2012 - Classificação Atual do 1º Turno

POS TIMES PG J V E D GP GC SG AP
Cametá-PA 6 2 2 0 0 3 1 2 100.0
Remo-PA 6 2 2 0 0 2 0 2 100.0
São Francisco-PA 4 2 1 1 0 3 2 1 66.7
Tuna Luso-PA 3 2 1 0 1 2 2 0 50.0
Águia-PA 3 2 1 0 1 1 1 0 50.0
São Raimundo-PA 1 2 0 1 1 1 2 -1 16.7
Paysandu-PA 0 2 0 0 2 2 4 -2 0
Independente-PA 0 2 0 0 2 1

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Tuna Luso precisa reagir no clássico contra o Paysandu

Depois da boa vitória no jogo de estreia, a Tuna  retornou para Belém para fazer sua segunda partida , dessa vez em casa. Motivada, a Lusa  tinha planos e  a obrigação de vencer  o Águia de Marabá dentro de seus domínios e dessa forma  disparar na classificação. O tiro saiu pela culatra e a Águia do Souza foi derrotada pela de Marabá, dentro de casa, pelo placar de 1 a 0, frustrando os torcedores que compareceram e acreditavam em mais uma vitória.
Foto: Site da Rádio Clube. 

Relatos divulgados na imprensa local, afirmam que logo após o  jogo de ontem, o presidente da Tuna Luso, Sr.  Fabiano Bastos, reclamou da atuação do árbitro Cláudio Lima. O presidente disse: “Estou chateado com o que eu vi aqui hoje (terça-feira). O juiz não aplicou o mesmo critério para a Tuna como aplicou para o Águia. No início da partida distribuiu vários cartões para os nossos jogadores, enquanto os dos Águia também faziam faltas semelhantes”, desabafou Fabiano para a imprensa presente e prometeu providências junto à FPF ao escalar  a arbitragem para os jogos do campeonato.
O técnico Charles Guerreiro sabe das carências da equipe e reconhece isso, tanto que já solicitou reforços ao presidente do clube. Charle Guerreiro precisa de  pelo menos três  ou quatro jogadores que venham para ser titulares para  suprir as posições carentes (defesa,  meio campo e ataque).
Técnico Charles Guerreiro. 
O técnico da Tuna, em depoimento na imprensa, também disse: “O jogo contra o Paysandu será difícil, mas eu já conversei com o presidente que precisamos de mais uns três ou quatro jogadores. Vou conversar com o grupo, pois a derrota não estava nos planos da equipe e agora é se preparar para a partida contra o Paysandu e tentar conseguir os três pontos”, concluiu Charles Guerreiro após o jogo.
O jogo entre Paysandu e Tuna Luso será na próxima sexta-feira (20), a partir das 20h30, no estádio Leônidas Castro, a Curuzu, pela terceira rodada do primeiro turno do Campeonato Paraense 2012. O detalhe é que quem perder esse jogo, poderá segurar a lanterna da competição, que atualmente está nas mãos, digo, nos pés do Papão da Curuzú.
De acordo com informações de fonte confiáveis e estavam no jogo de ontem,  garantem que Artur Tourinho, ex-presidente do Paysandu e agora homem forte do futebol lda Tuna, depois do jogo de ontem, garantiu que estão chegando pelo menos três jogadores para a Águia do Souza. Artur Tourinho e seu filho Marcos Tourinho, estavam na Tribuna de Honra do estádio do Souza assistindo o duelo das águias.
Artur Tourinho, disse, em entrevista, que assinou contrato de um ano com a Tuna Luso Brasileira, com o objetivo de prestar assessoria ao clube cruzmaltino.
Recentemente notícia veiculada na Rádio Clube do Pará, Artur Tourinho afirmou que assinou contrato de um ano com a Tuna Luso Brasileira. O objetivo do contrato é de prestar assessoria ao clube cruzmaltino.
Segundo Artur Tourinho, o contrato foi feito junto ao presidente da Tuna, Fabiano Bastos. “Na primeira conversa que tivemos, foi colocado em questão o objetivo de deixar a Tuna Luso entre as quatro equipes que disputarão o Campeonato Paraense em 2013. Mas eu deixei claro que a Tuna tem que disputar o título do Parazão, garantindo vaga na Copa do Brasil e na Série D. A Tuna tem bandeira e torcida para conquistar esse objetivo”, explicou.
Será que poderemos esperar boas novidades daqui pra frente? 


terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Tuna perde em casa para o Águia

0x1 


Havia uma grande espectativa por parte da imprensa e da torcida cruzmaltina em relação ao jogo desta terça-feira, entre Tuna e Águia de Marabá.

 
Foto: O Liberal (Portal ORM).
Primeiro que a Tuna vinha de uma excelente vitória (2x1) conseguida no sábado, em Tucuruí, diante do Independente. Já o Águia, havia perdido por 1 a 0 para o Clube do Remo, em jogo realizado no último domingo, no Baenão.

 
Foto: Blog do Gerson Nogueira.

Tudo indicava que seria um bom jogo. Com um leve favoritismo para a Lusa, apesar de todas as espectativas, o jogo foi decidido em detalhes. Dessa vez, infelizmente para a torcida tunante, a sorte foi para o lado do Águia de Marabá que não deu chance para a Tuna repetir o bom resultado da estreia. Apesar do equilibrado do jogo, a vitória ficou com o Águia que fez seu único gol no final da partida, aos 40 minutos do segundo tempo, através do jogador Valdanes. A Tuna ainda teve um gol marcado por Beá que foi anulado pelo árbitro. O lance foi anulado porque o atacante estava impedido e ainda fez falta no zagueiro. Considerando o dia e o horário do jogo, um bom número de torcedores esteve  presente no Souza para prestigiar a partida entre as águias.

 Foto: O Liberal (Portal ORM).

Sem tempo a perder, o técnico Charles Guerreiro precisará correr contra o tempo para corrigir as falhas apresentadas durante o jogo contra o Águia, já visando o jogo diante do Paysandu, pela terceira rodada, previsto para a próxima sexta-feira ( 20/01), às 20:30h, na Curuzú.

Tuna Luso
André Luis; Bruno Oliveira, Max Melo (Fernando), Edilson Belém e Sinésio; Euller, Diogo, André Mensalão (Menezes) e Lineker; Beá e Edilson (Maninho).
Técnico: Charles Guerreiro

Águia
Alan; Júnior Ferrari, Charles, Roberto (Edicléber) e Rayro; Analdo, Diogo, Marquinho (Sató) e Flamel; Valdanes e Branco (Vagno).
Técnico: João Galvão

Local: Francisco Vasques
Renda: não divulgada
Público: não divulgado
Árbitro: Claudio Lima
GOL: Águia 1 a 0: Valdanes aos 40’/2º tempo
Assistentes: Heronildo Sebastião F. da Silva e João Paulo Loiola de Sousa
Cartões amarelos: Max melo, Lineker (Tuna Luso), Rayro, Roberto e Analdo (Águia)

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Tuna enfrenta Águia de Marabá no Souza

A delegação da Tuna Luso chegou em Belém do Pará na manhã deste domingo (15/01), retornando da cidade de Tucuruí, onde fez sua estreia no Campeonato Paraense de  Futebol de 2012, jogando contra  a equipe do Independente, no sábado (14/01), quando venceu pelo placar de 2 a 1. 
Charles comenta a vitória de sábado.

 


O plantel  foi dispensado na chegada e reapresentou-se nesta segunda-feira, pela manhã, no estádio do Souza, para iniciar um trabalho regenerativo ao comando do preparador Fernando Silva, enquanto que Charles Guerreiro realizou um leve treino visando o jogo de amanhã (terça-feira (17), diante do Águia de Marabá, a partir das 16h, no estádio do Souza.
Sinésio, o lateral-artilheiro.


Durante o treino realizado nesta segunda, o lateral-artilheiro Sinésio, autor dos dois gols da vitória Lusa em Tucuruí, disse para a imprensa presente que o resultado conquistado em Tucuruí não foi fruto do acaso. “Primeiramente, eu queria dizer que tem que esperar começar o campeonato para falar alguma coisa do nosso time, porque tem gente que vinha falando que o nosso time era fraco. E depois desse resultado, a Tuna vai para o título”, comentou o lateral. “Quero parabenizar ao grupo que correu, teve garra”, finalizou Sinésio. 

O técnico Charles Guerreiro , além da torcida cruzmaltina, aguardam o retorno do meio-campista Rodrigo, caso seja liberado pelo departamento médico, visto que não participou do jogo de estreia  devido uma contusão no pé direito. Já o lateral-esquerdo Marau ainda não foi regularizado para o jogo desta terça-feira.   
Rodrigo deve retornar nesta terça-feira, diante do Águia de Marabá. 

Tuna Luso x Águia
Local: Francisco Vasques 
Horário: 16 horas 
Ingressos: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada)
Árbitro: Claudio Lima 
Assistentes: Heronildo Sebastião F. da Silva e João Paulo Loiola de Sousa
Regra-três: João Paulo Loiola de Sousa

Tuna Luso:
André Luis; Bruno Oliveira, Max Melo, Edilson Belém e Sinésio; Eulller, Diogo, André Mensalão e Lineker; Beá e Edilson. Técnico: Charles Guerreiro

Águia de Marabá:
Alan; Júnior Ferrari, Charles, Roberto e Rayro; Analdo, Diogo, Alexandre Carioca e Flamel; Valdanes e Branco Técnico: João Galvão.

domingo, 15 de janeiro de 2012

Comentários na imprensa

Comentários feitos por visitantes do Blog do Gerson Nogueira logo após a brilhante vitória da Tuna sobre o Independente:

47 Comentários Add your own

  • 1. Gerardo Von  |  14/01/2012 às 22:12
    Considerando todas as dificuldades enfrentadas pela Lusa para montar o time e regularizar o plantel para essa fase, o resultado foi considerado excelente!
  • Boa vitória da lusa.
  • 3. blogdogersonnogueira  |  14/01/2012 às 22:44
    Gerardo, sem dúvida é um excelente resultado. Charles – pra desespero do amigo Cláudio – reafirma sua competência.
  • 4. Gerardo Von  |  15/01/2012 às 3:35
    Em minha humilde opinião, caso a Tuna consiga dinamizar um pouco mais o seu departamento de marketing, com a captação de recursos e parcerias para ter um orçamento médio em torno de R$100.000,00 por mês, ou próximo disso, honrará sua folha de pagamento e conseguirá contratar alguns jogadores que ainda são necessários no plantel, para quem sabe sair da longa fila de títulos.
    Como captar esses recursos? Ora, se até mesmo quase desconhecido América-PE conseguiu recentemente importantes parcerias (incluindo: Banorte, Habib’s e até a Big-Ben!) e fez uma ousada jogada de marketing contratando a belíssima Larissa Riquelme para desfilar com a camisa do clube, por que não poderiamos usar do mesmo artifício para promover a Tuna? Não digo nem a Larissa Riquelme, mas sugiro o nome da Larissa França, campeã mundial de Voley de praia e Campeã de vôlei indoor pela Tuna Luso (2000), formada na cruz de malta paraense, lembram? Já pensaram ver Larissa vestida com a bonita camisa da Tuna? Ou quem sabe optar por uma bela modelo paraense cor de jambo? Não é utopia, basta ter um pouco de criatividade!
    É provável que R$100 mil não seja nada para Remo e Paysandu mas para a Tuna é uma fortuna! O Independente foi campeão paraense no ano passado com um orçamento próximo disso!
    De qualquer forma, ainda é muito cedo para comemorarmos qualquer coisa. Vamos torcer para que o time continue bem nos próximos jogos.
    Valeu muito essa vitória!
  • Te dizer, o amigo Gerson.
    - É aquilo que eu falei, antes de começar o campeonato, como são times treinados por técnicos locais, prevalece aí, quem tiver melhores jogadores, mais vontade de ganhar,…(como é na pelada). Vale ressaltar, que esse mesmo Fran, segundo um radialista, já merecia uma chance em Remo e Paysandu.
    - Volto a falar: A Tuna é time grande e, se Remo e Paysandu continuarem com os técnicos que tem, o Águia continuar como todo ano, com problemas na parte física, com jogadores travados e, a Lusa qualificando mais seu elenco, colocando o mesmo acima dos demais, será campeã Paraense, mesmo com o Charles.
    - Agora, se Remo ou Paysandu trouxessem, um Barbieri, apenas, ganhariam o campeonato, com facilidade.
    - No Futebol PROFISSIONAL, prevalece a parte tática.
    - Esses times, podem perceber, não tem estrutura tática, funcionam como esses campeonatos de bairros que se vê por aí, onde se diz que esse e aquele times, são bons ou muito bons e, olha que esses times, nem técnico tem. Infelizmente, mas é assim.
    Parabéns aos Tunantes Von e Harold, pela vitória, não posso negar que também fico feliz quando isso acontece. Águiaaaaaaaaa
    - E agora, Tourinho?hehe espere a próxima.
  • 44. Edilson  |  15/01/2012 às 12:16
    Eu avisei que Tourinho e fera e é melhor administrador de futebol do Pará e o mais injustiçado de todos os tempos. Indiscutivel. O resultado dele na TUNA ja começou a aparecer antes do que se esperava. e Vem mais por aí. Esse LOP rabugento que se cuide.
  • 45. Elisangela cunha  |  15/01/2012 às 12:20
    Adorei a vitória da tuna,em especial adoooro mesmo é o yuri que joga nesse time q vem mostrando q quer ser compeão do parazão.um abraço e forças a essrs guerreiros do souza.rsrs.

    fonte: http://blogdogersonnogueira.wordpress.com/2012/01/14/tuna-derrota-o-campeao-estadual/#comments

sábado, 14 de janeiro de 2012

Tuna Luso vence bem fora de casa

A Tuna Luso começou muito bem a segunda fase do Parazão 2012 ao vencer o Independente de Tucuruí, atual campeão estadual, pelo placar de 2 a 1, em jogo realizado na noite deste sábado (14/01), na cidade de Tucuruí, valendo pela primeira rodada do campeonato.  Sinésio abriu o placar para a Tuna aos 30 minutos do primeiro tempo, de pênalti. Lima, também de pênalti, empatou aos 44 minutos. No início do segundo tempo, Sinésio novamente balançou a rede do goleiro Dida ao cobrar uma falta certeira logo aos 5 minutos. Considerando todas as dificuldades enfrentadas pela Lusa para montar o time e regularizar o plantel para essa fase, o resultado foi considerado excelente!
Nos outros jogos realizados hoje, o Paysandu, diante de sua torcida, foi derrotado pelo Cametá, dentro da Curuzú, pelo placar de 2 a 1. No clássico interiorano, realizado na cidade de Santarém, com o estádio estádio completamente lotado, depois de 12 anos, o Raí x Fran voltou a ser disputado. São Raimundo e São Francisco empataram pelo placar de 1 a 1, fazendo a festa da torcida santarena no estádio Colosso do Tapajós.
A primeira rodada desta fase encerra neste domingo, às 09:45h (Baenão), com o jogo entre Clube do Remo e Águia de Marabá.