BLOG TUNANTE

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

GBs da Tuna querem volta da Águia e cores do Clube

Parece que o tema MASCOTE X ÁGUIA continua dando o que falar...
"Em conversa com os Grandes Beneméritos da Tuna Luso Brasileira, João Ribeiro Rito e Péricles de Oliveira, que estiveram presentes sábado na inauguração da nova Secretaria do Clube (para que sócio quer secretaria nova?, quem souber responder, responda), ambos foram unânimes em dizer que a idéia de trocar a Aguia mascote do Clube por uma hárpia, proposto pelo pessoal da natação, não pode nem deve prevalecer. Rito disse inclusive que na oportunidade conversou com o ex-presidente e Presidente Vitalício do Conselho Deliberativo, GB César Mattar, e ele também foi categórico que isso não tem o menor sentido. Já o GB Péricles de Oliveira ligou-se hoje cedo afirmando que vai publicar matéria nos jornais contra o tal gavião que querem substituir a Águia. Ta pegando, todos estão contra a tal hárpia!
Quer dizer, está comprovado que os idealizadores da mudança do mascote, trocando a Águia por uma Hárpia, foram infelizes em sua idéia. A Tuna só tem um Mascote, é uma Águia, o resto é papo furado! Rito disse que falou com o Presidente Fabiano, mas ele se saiu, dizendo que "não foi coisa dele", mas sempre ele diz isso e as coisas vão acontecendo na Tuna. É o caso da quadra pintada de azul. O mesmo GB João Rito propôs o escriba de que seja feita uma mobilização para que fosse comprada tinta verde e se repintasse a quadra com as cores reais da Tuna. Esperamos que o presidente Fabiano e os dirigentes da natação reconsiderem as duas decisão: que acabem com essa história de hápia e pintem a quadra de tênis de verde, em vez de azul celeste. Poderemos voltar ao assunto. "
Postado por Marcos Moraes de Lima - blog Didascália http://moraesdidascalia.blogspot.com/

domingo, 29 de agosto de 2010

A ÁGUIA VOLTOU, VOLTOU PARA GANHAR...

Ensaio da nova música da natação cruzmaltina durante o I Festival Interno de Natação, realizado no sábado (28), na piscina olímpica da Tuna Luso.

BEBER A NOSSA ESPUMA

fonte: Departamento de Natação da Tuna Luso Brasileira

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

A ÁGUIA É A MASCOTE OFICIAL DA TUNA LUSO BRASILEIRA

Tendo em vista algumas polêmicas que surgiram após o blog da ATAT ter divulgado a Águia Harpia como nova mascote da natação cruzmaltina, apresentada pela diretoria do clube ao público no Festival Interno de Natação, realizado sábado (21) na piscina olímpica, resolvemos editar a matéria que se segue para melhor ilustrar o assunto.

O diretor adjunto de natação da Tuna Luso, Sr. José Maria, enviou para o blog matéria onde constava a nova mascote adotado pela natação e que substitui a Águia Americana (Fênix) pela Águia Harpia, a maior Águia das Américas, também conhecida como Gavião-Real ou Uiraçu-Verdadeiro. Segundo o diretor José Maria, a adoção da Águia Harpia como novo símbolo da Tuna Luso Brasileira tem como objetivo dispertar a atenção de atletas, associados e da população do Pará sobre as espécies nativas e a necessidade de protegê-las adequadamente.

A nova mascote continua sendo uma Águia, conforme sugestão do renomado cartunista paraense Biratan Porto, que doou todos os direitos de uso para a Tuna, afima José Maria.

A referida mudança foi contestada por alguns e aprovada por outros. O certo é que a Tuna Luso precisa ser maior do que todos nós e precisamos nos unir e olhar adiante para sempre somar forças e não dividir, como uma verdadeira Águia, seja ela Fênix ou Harpia.

Águia Harpia

É a mais pesada e uma das maiores aves de rapina do mundo, com envergadura de 2,5 m e peso de até 10 kg. É também conhecida como gavião-real ou uiraçu-verdadeiro.
O habitat principal são as florestas tropicais, dispersando-se geograficamente do México à Bolívia, na Argentina e em grande parte do Brasil, notadamente no Amazonas, vivendo em árvores altas, dentro de vasta mata, onde constrói seus ninhos.
A Harpia faz parte do simbolo do 4º Batalhão de Aviação do Exército Brasileiro, e também denomina um esquadrão da Força Aérea Brasileira, o 7º/8º Esquadrão Hárpia.

Águia Fênix

É um pássaro da mitologia grega que, quando morria, entrava em auto-combustão e, passado algum tempo, renascia das próprias cinzas. Outra característica da Fênix é sua força que a faz transportar em vôo cargas muito pesadas, havendo lendas nas quais chega a carregar elefantes. Podendo se transformar em uma ave de fogo.
Teria penas
brilhantes, douradas, e vermelho-arroxeadas, e seria do mesmo tamanho ou maior do que uma águia. Segundo alguns escritores gregos, a Fênix vivia exatamente quinhentos anos. Outros acreditavam que seu ciclo de vida era de 97.200 anos. No final de cada ciclo de vida, a Fênix queimava-se numa pira funerária. A vida longa da fênix e o seu dramático renascimento das próprias cinzas transformaram-na em símbolo da imortalidade e do renascimento espiritual.


Considerando que nos tempos atuais a nossa querida Tuna Luso Brasileira anda tão sem prestigio e fora da mídia esportiva e social e que, apesar de seus 107 anos de glórias e relevantes serviços prestados ao esporte paraense e nacional, nem mesmo fez parte de um projeto criado e enviado pelo cartunista Emerson Coe para a agência DC3 com sugestões das mascotes dos times que participam da primeira divisão do campeonato paraense de futebol. O cartunista simplesmente não criou nada para representar a Tuna e afirma que apenas procurou dar uma cara moderna para os times da primeira divisão com algo próximo dos desenhos animados.

O QUE É UMA MASCOTE?
Mascote é o nome dado a um animal, pessoa ou objeto animado que é escolhido como representante visual ou identificador de uma marca, uma empresa ou evento. Muitas vezes a mascote não é necessariamente o logotipo de uma marca mas passa a ser conhecida como tal devido ao forte carisma com o público. Portanto, muitas empresas passam a utilizá-la como representante principal em campanhas publicitárias. Uma mascote, seja de um evento ou de uma campanha publicitária, tem quase sempre características comuns. Um sorriso estampado no rosto é típico e demonstra a alegria do personagem por estar lá representando "uma marca tão boa e de tamanha qualidade". Têm corpo antropomorfizado e é bastante ativo. Suas cores correspondem às cores da marca que representam ou de um país. Suas formas corpóreas também exibem proximidades com os produtos apresentados. Mais comuns em eventos esportivos como os Jogos Olímpico de Verão e a Copa do Mundo FIFA, na época dos eventos, as mascotes rendem um bom lucro com a venda de produtos autorizados à algumas empresas, tais como pelúcias, bolas, canecas, bandeiras, roupas e bonés, souvenires, entre outros. Por isso, é tamanha a preocupação de se criar uma mascote com um certo carisma pelo público.

Mascotes em Belém
No caso da capital paraense, onde seus torcedores são fiéis e nacionalmente conhecidos pela grande paixão dedicada para seus clubes do coração, as três agremiações esportivas de maior tradição possuem seus mascotes tradicionais porém sem um histórico de como surgiram. A Tuna Luso tem como mascote a Águia Guerreira, um Leão Azul representa o Clube do Remo e o Lobo (Papão) é o mascote do Paysandu, além das outras agremiações menos tradicionais que também possuem suas mascotes.
http://emersoncoe.blogspot.com/2010/04/projeto-mascotes-do-campeonato-paraense.html






MASCOTES DE TIMES NO BRASIL
Muitos clubes de futebol adotaram figuras de bichos como mascotes. O periquito representava o Palmeiras, até ser trocado pelo porco. Temos ainda o leão, da Portuguesa e do Sport Recife, e o tigre, símbolo do Criciúma.

Galo e Raposa
Em 1945, quando o chargista Mangabeira trabalhava no jornal Folha de Minas, o editor lhe encomendou alguns símbolos para os times mineiros. Mangabeira decidiu desenhar bichos. Para ele, o Atlético Mineiro lembrava um galo de briga. A mascote do Cruzeiro foi inspirada na figura de um ex-presidente do clube, “astuto como uma raposa”. Mangabeira criou também o canário da Seleção Brasileira.
Peixe Passou a ser o símbolo do Santos a partir do primeiro jogo do profissional do futebol brasileiro, em 1933, contra o São Paulo. Antes da partida, os jogadores santistas foram chamados de “peixeiros” pelos são-paulinos.

Porco
Durante o Campeonato Paulista de 1969, o Corinthians pediu permissão à Federação Paulista de Futebol para contratar 2 jogadores que substituíssem 2 que haviam falecido. Todos os clubes concordaram, menos o Palmeiras. Na partida seguinte, a torcida corintiana protestou contra a “sujeira” palmeirense soltando um porco no Estádio do Morumbi antes do jogo. Enquanto o suíno corria, os corintianos gritavam “Dá-lhe, porco!”, provocando os adversários. Em 1986, a torcida palmeirense resolveu adotar a nova mascote e o coro.

Urubu
Os torcedores do Flamengo não gostavam de ser chamados de urubus. Mesmo assim, na década de 1960, o cartunista Henfil passou a desenhar o urubu como símbolo do clube nas charges do Jornal dos Sports. A torcida reagiu com certa desconfiança, mas acabou se rendendo numa tarde de Flamengo x Botafogo, em 1º de junho de 1969, quando um torcedor soltou uma dessas aves no gramado do Maracanã. O urubu tinha a bandeira do Flamengo amarrada num dos pés e o time venceu por 2 x 1.

fonte:
http://www.artemagnetica.com.br/mascotes-de-times.html
http://emersoncoe.blogspot.com/2010/04/projeto-mascotes-do-campeonato-paraense.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%81guia_harpia
Sites com Mascotes de clubes brasileiros:
http://www.bolanaarea.com/gal_mascotes.htm

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

APRESENTAÇÃO DO NOVO ELENCO E COMISSÃO TÉCNICA DE FUTEBOL DA TUNA LUSO


Aconteceu na tarde desta segunda-feira (23), no estádio Francisco Vasques, a apresentação do novo elenco de jogadores e da nova comissão técnica da Tuna Luso para a 1ª fase do campeonato paraense de futebol 2011. Na ocasião tivemos a apresentação do novo gerente de futebol, Flávio Goiano, que apresentou a comissão técnica formada pelos srs. Zé Carlos (técnico), Ney Sorvetão (auxiliar técnico), Helison (fisiologista), Fabian (preparador físico), Lubrax (preparador de goleiros), Sena "Macaquinho" (massagista) e Alcino (roupeiro).

Após a apresentação os jogadores tiveram um rápido bate-papo com a comissão técnica e em seguida fizeram um aquecimento para iniciar os trabalhos. Nessa primeira semana os treinamentos serão basicamente de condicionamento físico.


NOVA COMISSÃO TÉCNICA DA TUNA LUSO
(da dir. para esq.): Zé Carlos, Ney Sorvetão, Fabian, Helison e Lubrax

Segundo o gerente de futebol, Sr. Flávio Goiano, os jogadores Cleber (goleiro), Hugo de Leon (L. direito), Cristovão/Flávio/david (zagueiros), Euller (volante), Pituta (meia), Junior (L. esquerdo) e Patrick (atacante) foram indicados pelo técnico Zé Carlos enquanto que os demais estão em teste para posterior aprovação. No decorrer dos treinamentos, outros jogadores deverão chegar se integrarem ao elenco da Águia do Souza.

NATAÇÃO DA TUNA LUSO BRASILEIRA LANÇA NOVO MASCOTE E MÚSICA


O Departamento de Natação da Tuna Luso Brasileira lança neste sábado (21), durante o I Festival Interno Infanto-Juvenil de Natação, o seu novo mascote e a sua música.

O evento ocorrerá das 8 às 10 horas, no Parque Aquático do Clube, localizado na Avenida Almirante Barroso, 4110.

O mascote da Tuna deixa de ser a Águia-Americana e passa a ser a nossa Harpia. O termo águia é usado popularmente para designar todas as grandes aves de rapinas no mundo. A espécie de águia geralmente usada para representar a Tuna Luso é a Águia-Americana (Haliaetus leucocephalus), uma espécie encontrada somente na América do Norte e que é considerada ave nacional dos Estados Unidos. Na Tuna, a Águia-Americana será substituída pela maior águia das Américas, a nossa Harpia (Harpia harpyja), também conhecida como Gavião-Real ou Uiraçu-Verdadeiro. A nossa Harpia é muito maior e mais poderosa do que a espécie norte-americana, podendo pesar até 9 kg enquanto a Águia-Americana não passa de 7 kg. A Harpia ocorria nas florestas do México a Argentina, mas hoje ela somente pode ser entrada com freqüência na Amazônia, seu último grande refúgio. A adoção da Harpia como símbolo da Tuna Luso Brasileira tem como objetivo também de chamar atenção da população do Pará sobre as nossas espécies nativas e a necessidade de protegê-las adequadamente. O mascote da natação cruzmaltina foi desenhado pelo premiado cartunista paraense Biratan Porto a partir das fotos originais da espécie na natureza. Durante o evento, todas as nossas crianças receberão a camisa com o nosso novo mascote.

“Beber nossa espuma” é a música que marcará o ressurgimento da Tuna na natação. Toda equipe de natação tem uma música que ajuda a descrever os objetivos que se quer atingir e que serve de motivação para os atletas antes e durante a competição. A Tuna lança a música que vai embalar os nossos nadadores, jovens e adultos, nos próximos anos. Optamos por um rock para marcar a freqüência acelerada das braçadas dos nossos nadadores. O título da música é “Beber nossa espuma”, uma brincadeira em relação aos nadadores que ficam atrás nas competições como que bebendo a espuma gerada pelas pernadas dos vencedores. A letra é de José Maria C. Silva, a melodia e os instrumentos são de Joel Melo, a voz é de Ruy Montalvão (do Coletivo Rádio Cipó), a realização é da Ukauaka Produções Artísticas e a Produção é de Nicobates. A música pode ser obtida por solicitação ao e-mail tunanatação@gmail.com.

O Festival Interno Infanto-Juvenil de Natação reunirá todos os nossos alunos das escolhinhas mais os nossos atletas mirim, petiz, infantil e juvenil. É um evento para reunir todas as famílias que compõem a natação cruzmaltina. O evento também marca o sucesso na reestruturação do Departamento de Natação, que está hoje equilibrado financeiramente, possui um quadro técnico altamente qualificado e uma equipe que se torna cada vez mais competitiva. O Departamento de Natação possui também um blog com notícias sempre atualizadas (www.natacaodatuna.com).

Uma grande parte do sucesso da Tuna é resultado da parceria com Programa Natação Cidadã, uma iniciativa gerenciada pela FIDESA e que tem o apoio da Alcoa, Sol Informática e Agropalma. O programa (www.natacaocidada.org) apóia a participação de 300 crianças carentes da região metropolitana de Belém nas atividades de natação na Tuna Luso Brasileira e no Casota.

Contatos:

José Maria Cardoso da Silva (3225-3848, ramal 16, ou jm.c.silva@uol.com.br)

Osório Landri (9119-1130) Eduardo Souza (8172-8372) Anna Neri (9962-3324)

I Festival Infanto-Juvenil de Natação da Tuna Luso


BEBER NOSSA ESPUMA

(Letra: José Maria Cardoso da Silva; Música: Joel Melo)

A Águia voltou

Voltou para ganhar

Ninguém nada mais rápido

No Estado do Pará.

A Águia voltou

Voltou para ganhar

Ninguém nada mais rápido

No Estado do Pará.

A piscina é a nossa casa

Nadar é nossa razão

Não ter limite é a nossa meta

Vencer é nossa paixão.

A piscina é a nossa casa

Nadar é nossa razão

Não ter limite é a nossa meta

Vencer é nossa paixão.

Querem saber?

Somos da Tuna!

Podem ficar prontos

Pra beber a nossa espuma.

Querem saber?

Somos da Tuna!

Podem ficar prontos

Pra que?

Pra beber a nossa espuma!

Pra beber a nossa espuma!

Pra beber a nossa espuma!

A Águia voltou

Voltou para ganhar

Ninguém nada mais rápido

No Estado do Pará.

A Águia voltou

Voltou para ganhar

Ninguém nada mais rápido

No Estado do Pará.

A Águia voltou

Voltou para ganhar

Ninguém nada mais rápido

No Estado do Pará.

domingo, 22 de agosto de 2010

SOBRE O SELETIVO DE FUTEBOL PROFISSIONAL 2011

Algumas providências tomadas para o seletivo da primeira fase do campeonato paraense de futebol profissional 2011:










1) Fomos contactados pela diretoria que solicitou ajuda de todos para formar um bom time para o seletivo do final do ano;

2) Falamos com o Sr. João Araujo e alguns outros amigos ligados ao clube que se prontificaram em ajudar nessa jornada;

3) Achamos interessante a idéia do colega Haber em reativar o TOP 100 (imediatamente);

4) Vamos concentrar a arrecadação do TOP 100 sob responsabilidade apenas dos Srs. João Araujo e Gerardo Von para contrôle e posterior prestações de contas no blog da ATAT;

5) O TOP 100 anterior era de R50,00 arrecadaos por pessoa/mês, e agora vocês acham que deveria ser de quanto?;

6) Falamos ontem com o Sr. Flávio Goiano que nos passou algumas idéias que estão sendo trabalhadas para formar um bom time;

7) O Sr. Flávio Goiano é o atual gerente de futebol e o mesmo que jogou muitos anos no Paysandu, no Remo e na Tuna também. Foi o empresário que negociou o jogador Ere (de 17 anos) atualmente no Fluminense-RJ e seleção brasileira sub-17 e que poderá dar para a Tuna 5% do valor de seu passe em caso de venda para o exterior (norma da FIFA). Ele tem muito conhecimento com jogadores, técnicos e empresários de fora de Belém e poderá nos ajudar muito;

8) A diretoria está se movimentando, reformando o gramado e também irá pintar e reformar as arquibancadas para tirar pendências de bombeiros, PM e ANVISA;

9) É provável que a Tuna faça uma espécie de arquibancada especial na área coberta para arrecadar mais dinheiro em dia de jogos;

10) Iremos reativar novamente o sistema de som do estádio;

11) Inicialmente, o Sr. Flávio Goiano irá providenciar a confecção de camisas oficiais (provavelmente da JBM). A secretaría do clube está sendo reformada e no local será construida uma boutique para venda de material do clube;

12) A principal função dos colaboradores da ATAT nessa etapa, acertada com o diretor Charles, será arrecadar fundos (voluntariamente) para ajudar no pagamento da premiação dos jogadores e comissão técnica, apenas em caso de vitórias ou empates. Veremos a possibilidade de ajudar em algumas outra necessidades eventuais;

13) Precisamos vestir a camisa e ajudar no que for possível pois esse ano não haverá cooperativa e tudo ficará por conta da diretoria do clube. Outra coisa, só serão duas vagas para a próxima fase e não quatro como no ano passado;

14) A apresentação do novo elenco e comissão técnica da Tuna será nesta segunda-feira (23), no estádio Francisco Vasques, a partir das 15:30h;
15) Aos que tiverem outras sugestões e ideias que coloquem em prática ou nos contate para melhores detalhes.

16) Um grande e forte abraço para todos e todas.

sábado, 21 de agosto de 2010

FESTIVAL AQUÁTICO E LANÇAMENTO DO NOVO MASCOTE DA NATAÇÃO CRUZMALTINA

NOVO MASCOTE DA NATAÇÃO DA TUNA LUSO

Aconteceu na manhã deste sábado (21), na piscina olímpica da Tuna Luso, o Festival de Natação Cruzmaltino. O evento foi uma promoção da dinâmica diretoria de natação do clube sob coordenação dos dirigentes José Maria, Landri e seus colaboradores.

A manhã aquática na Tuna foi bastante movimentada e contou com um grande número de participantes, além da presença de pais e associados.

Na oportunidade foi lançado o novo mascote da natação cruzmaltina. Trata-se de uma Águia regional, tipo papa-açai, que será adotada como novo símbolo da natação da Tuna Luso. Esperamos que todos gostem!

No próximo sábado (28), no mesmo local, será realizada a segunda etapa do Festival de Natação Cruzmaltina, a partir das 08:00h.

Todos estão convidados.



MÔNICA REZENDE, POR QUE SE ORGULHAR?

Mônica Rezende é o maior nome da natação feminina paraense dos anos 80 e uma das maiores atletas da modalidade em todos os tempos, no Pará. Ganhou dezenas de títulos e, até agora, foi a única nadadora paraense a disputar os Jogos Olímpicos, quando chegou a quebrar o recorde mundial nos 50m nado livre, em Seul (1988).
A equipe técnica da natação da Tuna é formada por:
Eduardo Souza (Gerente Técnico e Treinador da Equipe Petiz, Infantil e Juvenil), Anna Cristina Neri (Coordenadora da Escolhinha), Moisés Silva (Treinador da Equipe Mirim), Aurélio Dantas (natação de base), Hernani Júnior (hidroginástica e natação de base) e Lourival Cardoso (natação adulto). Além destes, temos dois grandes treinadores-associados: Fernando Wilkinson e Mônica Rezende. Acredito que hoje reunimos a melhor comissão técnica de natação do Pará.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

NOVIDADES DO FUTEBOL PROFISSIONAL DA TUNA LUSO


Os treinamentos do novo elenco de futebol profissional da Tuna Luso já começaram e a partir da próxima semana serão realizados nas tardes de 2ª, 4ª e 6ª, das 15:30h à 17:30h (em forma de peneirada), sob a orientação técnica do treinador Zé Carlos e do auxiliar Ney Sorvetão.

O diretor de futebol, Sr. Charles, informa que está trabalhando e mobilizando a diretoria com a finalidade de conseguir patrocínio para o departamento de futebol.

O gerente de futebol é o Sr. Flávio Goiano, proprietário do Café Pelé Belém (Shopping Boulevard) e empresário, que está apoiando o clube através do seu grande conhecimento no meio futebolístico, dentro e fora do Pará. Flávio irá fornecer também o material oficial de treinamento e de jogo, inicialmente com uma marca local (possivelmente a JBM) e posteriormente mesclar com a marca Superbolla, além de outros materiais de uso geral. Em breve haverá venda de camisas oficiais da Tuna na secretaria do clube que está sendo reformada e inclusive contará com uma boutique no seu interior.

O gramado do estádio Francisco Vasques está sendo reformado pela diretoria. As arquibancadas e os banheiros, além do entorno do estádio também será reformado pela diretoria e colaboradores. O pessoal da ATAT deverá colaborar com doações provenientes do TOP 100 da Tuna.

Jogadores que estão treinando na Tuna:

Cleber (goleiro), Hugo de Leon (zagueiro), Ricardo Capanema, Japones (meia), Euller (meia), Cristovão (zagueiro), Davi (meia), Flávio (zagueiro), Pituta (do futsal), Junior (lateral esquerdo), 2 jogadores do Bahia que farão testes, alguns jogadores da base do clube e outros que foram campeões pelo São José de Macapá, além daqueles que poderão ter uma chance após serem selecionados durante as peneiradas internas no Sousa.

Vamos precisar voltar com o TOP 100 da Tuna, onde pretendemos juntar 100 (cem) torcedores e simpatizantes notáveis que possam doar R$50,00 (cada um, mensalmente, até o final do seletivo) para serem usados integralmente na reforma do estádio Francisco Vasques e na premiação dos jogadores. Solicitamos aos que queiram participar e colaborar com o TOP 100 que entrem em contato apenas com os Srs. João Araujo (091 9119-5753) ou Gerardo Von (091 8882-1119).

A diretoria de futebol da Tuna Luso está se virando e trabalhando, vamos agora nos unir e fazer a nossa parte também, colabore conosco no que for possível.
Técnico Zé Carlos (dir.) e auxiliar Ney Sorvetão (esq.)

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

TUNA É VERDE, BRANCO E VEMELHO. NADA DE AZUL!

Estas cores têm que ser respeitadas!

"Na reunião do Conselho Deliberativo da Tuna Luso Brasileira, se de fato acontecer no dia 8 de Setembro, é importante que se toque num assunto, para mim, por demais delicado. É que a quadra de esportes do clube, usada normalmente por atletas de tênis, foi recentemente pintada. Até ai tudo bem. Mas foi pintada de azul celeste, a exata cor do Paysandu! O fato deixou torcedores cruzmaltinos que frequentam o Clube, estupefatos, sem entender o porquê de cores tão estranhas às tradicionais cores da Tuna que são Verde, Vermelha e Branca.
Instado por algumas pessoas sobre a estranha pintura, uma vez que em toda a historia da Tuna não tem nada no Clube que não seja das três tradicionais cores de sua bandeira e de seu uniforme, o presidente Fabiano Bastos respondeu: "Não estava aqui quando pintaram. Estava viajando". A emenda saiu pior que o soneto, ou seja, seria melhor que o Presidente não tivesse dado nenhuma resposta, pois em sua ausência alguém deve responder pela Presidência do Clube. E será que o substituo do presidente não sabe as cores da Tuna? Na verdade, a responsabilidade por qualquer obra dentro do Clube é a Diretoria de Patrimônio, cujo diretor é um dos mais ligados ao Presidente. Será que o diretor de Patrimônio não sabe que azul não tem nada a ver com a Tuna?
O mais lamentável de tudo é que o presidente Fabiano comentou que fez um convênio recentemente com uma empresa fabricante de tintas e que existe ma grande quantidade do produto no Clube. Será que de toda a tinta estocada, não tem vermelha, branca, nem verde? É preciso uma resposta para tantas perguntas. E o melhor foro para isso é a Reunião do Conselho. Só não se pode é mudar as cores do Clube. A Tuna e suas cores têm que ser respeitadas!"
Postado por Marcos Moraes de Lima - blog Didascália http://moraesdidascalia.blogspot.com/

SUB-13 DE JUDÔ ENCERRA COM DUAS MEDALHAS DE BRONZE AO PARÁ

O campeonato brasileiro de judô, categoria sub-13, teve seu final neste domingo (15), na cidadde Campo Grande-MS, com a participação do Pará e mais 22 estados. Só não compareceram atletas do Acre, Tocantins, Alagoas e Ceará. O torneio foi realizado no Ginásio Poliesportivo Avelino dos Reis (Guanandizão) e reuniu os 260 melhores atletas brasileiros entre 11 anos e 12 anos, de 23 estados. O evento foi seletivo para o PAN AMERICANO, que deve ser no Panamá, e para o SUL AMERICANO, que será no Uruguai.

Os atletas do Pará na preleção
A delegação do Pará participou do campeonato com 13 atletas e conquistou duas medalhas de bronze através das atletas Milena Marinho Braga e Raquel Castro, ambas no sábado. Os demais atletas que participaram também tiveram bom desempenho, ficando todos entre os seis melhores do Brasil, e alguns até chegaram a disputar outras medalhas de bronze, casos das atletas Victória Letícia e Camila, mas infelizmente não tiveram sucesso.
A nota triste de tudo isso é ver o esporte amador continuar abandonado pelas autoridades de nosso estado e sobrevivendo de ajudas isoladas de particulares. Enquanto isso o futebol recebe rios de dinheiro do governo do estado e não apresenta nenhum resultado que justifique tal investimento, basta ver as divisões que nossos clubes estão no momento (C e D).
Professor Gilberto com a atleta Milena Braga
Apesar de todo esforço e empenho dos heróicos atletas de nossa delegação e do apoio incondicional que seus PAITROCINADORES dão, não foi possível alcançar melhor resultado no campeonato devido a falta de estrutura e de apoio que o esporte amador (principalmente o judô) recebe do governo estadual. Enquanto os outros estados deram verba e apoio para seus atletas o nosso nem sequer respondeu ao apelo feito pelos pais dos atletas que fizeram através de requerimento uma solicitação de ajuda e incentivo financeiro à SEEL para custear parte do transporte e da hospedagem dos atletas em Campo Grande. A SEEL nem sequer respondeu ao apelo dos pais.

Raquel Castro, medalha de bronze
Nossos cordiais agradecimentos aos colaboradores OCRIM, fabricante dos produtos RICOSA, MIRELA e TRIGOLINO, e LOJAS ESPORTE ESPETACULAR que nos ajudaram fornecendo material e aos pais dos atletas que com muito esforço e dedicação acompanharam seus filhos até Campo Grande. Agradecemos também ao valoroso e esforçado professor Gilberto que orientou sozinho os 13 atletas do nosso estado e há muito desempenha um grande serviço de cunho social em prol do judô paraense.

Victória Letícia recebendo instruções do professor Gilberto
Parabenizamos os nossos atletas pelo desempenho na competição pois, apesar de todas as dificuldades enfrentadas, ainda conseguiram um bom resultado.

TUNA LUSO SE MOBILIZA EM BUSCA DE UMA VAGA NO CAMPEONATO PARAENSE DE FUTEBOL 2011

De acordo com informações recebidas do diretor Charles, da Tuna Luso, a diretoria do clube está se mobilizando para formar o quanto antes um time competitivo para brigar por uma das duas vagas colocadas em disputa na primeira fase do campeonato paraense de futebol profissional 2011. Segundo Charles, o técnico contratado é Zé Carlos, ex Sport Clube Belém, faltando apenas confirmar o restante da comissão técnica.
Charles está correndo atrás de parceria e patrocinadores assim como também solicita a ajuda de colaboradores e simpatizantes para agilizar a contratação de jogadores que resolvam a carência cruzmaltina.
Assim que tivermos novidades voltaremos a informar.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

CONDEL DA TUNA PODERÁ REUNIR DIA 8 DE SETEMBRO

"A aguardada reunião do Conselho Deliberativo da Tuna Luso Brasileira poderá acontecer no mês de Setembro, precisamente no dia 8. O presidente em exercício do CONDEL cruzmaltino, Waldemar Marques, em conversa com membros da Grande Benemerência foi taxativo que embora esteja sem frequentar normalmente o Clube, está atento para os acontecimentos e sabe da necessidade urgentemente da reunião do Conselho, principalmente pelas pendências existentes. Segundo Waldemar, serão nomeados e possivemente empossados os novos Conselheiros cuja lista com os nomes foi entregue na reunião passada, e que substituirão os faltosos e inadimplentes. O presidente do Conselho confirmou que para essa reunião que fará o possível de realizar em 8 de Setembro, nomeará Carlos Pampôlha como 2º Secretário do Conselho, examinará a situação da prestação de contas da atual diretoria, que está em atraso desde o 1º Semestre de 2009 até o 3º que venceu em Agosto passado e o problema da demolição da obra que foi iniciada no Estacionamento do Clube, que embora tenha sido embargada pelo Conselho na última reunião, até o presente não foi demolida.
É importante que os Conselheiros, Beneméritos, Grandes Beneméritos e os futuros conselheiros que serão nomeados fiquem atentos para essa reunião, pois segundo a fonte que nos informou, se não for impossível a convocação pelo correio, o processo será feito por telefone."
Postado por Marcos Moraes de Lima no blog Didascália http://moraesdidascalia.blogspot.com/

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

HOMENAGEM AOS PAIS NA TUNA

"Depois de um longo período voltei na domingueia, à Tuna Luso Brasileira. Faço questão de deixar claro que nunca abandonei o Clube. Apenas preferí frequentar aos sábados, onde junto a uma boa turma de amigos, criamos a Confraria da Sauna e todos os sábados estamos lá, conferindo os papos etilicamente.
A diretoria deu uma grande acertada em homenagear (embora ele já tivesse recebido a honraria, na minha gestão) o GB Augusto lapa Viana como Pai Cruizmaltino d Ano. Seu Augusto é aquele cruzmaltino que nunca abandona o Clube, seja quem for o Presidente. Está sempre presente nas domingueiras, fazendo sua sauna e olhando o que está mais estragado no Clube para dar a sua ajuda, coisa natural de sua vida de tunante original, sem mágoa, sem rancor de ninguém e com muita paixão. Gostei da homenagem ao seu Augusto Viana e aos outros GBs que se fizeram presentes como Alvaro Vigário, Péricles Oliveira, Álvaro Rodrigues e Raimundo Mendes, todos com mais de 70 anos e com mais de 50 dedicados à nossa querida Cruz de Malta. Minha felicidade foi bem maior porque na minha gestão procurei valorizar o máximo que pude as figuras dos Benemérito e Grandes Benemeritos. Inclusive, na minha prestação de contas, coloquei no relatório da Diretoria que essas pessoas que deram parte de suas vidas à Tuna, nunca poderiam ser esquecidas, tinham que ser sempre lembradas e se possível homenageadas.
Foi uma festa interessante, com uma missa, com a apresentação de um perfeito coral de quatro vozes e um farto café da manhã, presente da diretoria. O GB Péricles Oliveira, que tem protocolada a historia dos últimos 50 anos da Tuna, apresentou belíssimo poema e foi bastante aplaudido. Além dos GBs, Beneméritos, Conselheiros e um bom números de diretores do Clube, marcaram presença na comemoração do Dia dos Pais na Tuna Lusos Brasileira, associados e convidados."
postado por Marcos Moraes - Blog Didascália http://moraesdidascalia.blogspot.com/

Ailson do Brasil

Quem gosta do esporte do remo não pode deixar de ler a entrevista com o remador Ailson Eraclito. Uma entrevista humana desse menino que aprendeu a remar nos rios do Amazonas e se transformou no maior atleta da história do remo do Brasil! Ailson não deixa de lado seu reconhecimento por todos que o ajudaram, faz revelações importantes e demonstra que, apesar de todas as dificuldades, tem esperança e confiança no Brasil.

domingo, 8 de agosto de 2010

Kamilla Salgado, do Pará, vence o Miss Mundo Brasil 2010


Vencedora, de 23 anos, representará o país no mundial na China.
Resultado foi anunciado na madrugada deste domingo (8).

Kamilla Salgado, de 23 anos, de Belém (PA), eleita Miss Mundo Brasil 2010, ao lado da vencedora do concurso no ano passado, Luciana Bertolini. (Foto: Divulgação)
saiba mais

- 37 candidatas disputam título de Miss Mundo Brasil 2010
- Bastidores revelam curiosidades sobre concurso de miss

A administradora de empresas Kamilla Salgado, de 23 anos, de Belém (PA), foi eleita na madrugada deste domingo (8) a vencedora da 60ª edição do Miss Mundo Brasil 2010 e representará o país no concurso mundial na China, no dia 30 de outubro.

A vencedora, que cursa pós-graduação em gestão empresarial, recebeu a faixa de Luciana Bertolini, a Miss Mundo Brasil 2009. É a primeira vez que o Pará tem uma miss representando o Brasil no concurso mundial.
O resultado foi anunciado em um hotel em Angra dos Reis, no Rio. Foram 37 candidatas de 27 unidades da federação, além de nove ilhas.

A terceira colocada foi Suymara Barreto, de Rondônia (primeira da esquerda para a direita), e em segundo lugar ficou Isabelle Sampaio, de Fernando de Noronha (primeira da direita para a esquerda), ambas com 22 anos - veja no vídeo ao lado os bastidores do concurso.
As candidatas, de acordo com a organização, não pode ser ou já ter sido casada e também não pode ter no currículo fotos ou vídeos em que aparece nua.

A vencedora ganhará prêmios em dinheiro, joias, contratos de trabalho e uma bolsa de estudos. O Brasil é representado no Miss Mundo, segundo Henrique Fontes, desde 1958, mas a edição brasileira do concurso só passou a existir em 1983.

domingo, 1 de agosto de 2010

Chegou a hora de confirmar o talento

Exito meteórico de Ganso culmina na 1ª convocação para a seleção

Quando o meia Paulo Henrique Ganso viajou para Santos, em 2005, com 15 anos e acompanhado da mãe Creuza Lima, seu objetivo era o de fazer um teste no clube da Vila Belmiro e dar um passo para o sonho de se tornar jogador de futebol. Mas havia um plano B: caso não conseguisse sucesso nos gramados, tentaria a faculdade de medicina. Cinco anos depois, tempo em que não teria nem mesmo concluído o curso superior, o jogador foi convocado para a Seleção Brasileira e chegou ao topo - coisa que poderia ter acontecido antes, na Copa do Mundo. Hoje, é idolatrado pelos alvinegros e apontado pelos craques de gerações passadas como o maior talento brasileiro dos últimos anos. Uma ascensão meteórica, fácil de entender ao se analisar os componentes da trajetória do craque.

Ganso nasceu em Ananindeua e viveu em um lar bem estruturado, onde nunca faltou carinho e apoio familiar. Todos os filhos da família Lima, Delfrancy, de 36 anos, Paula, hoje com 31 anos, Júlio, o Papito, de 29, e o próprio Paulo Henrique estudaram em escolas particulares, privilégio que poucos colegas de profissão tiveram. A educação explica a sóbria postura do meia, atributo que se percebe tanto dentro quanto fora de campo. Em casa, o pai, Julio, deixava bolas espalhadas pelos cômodos - chegou a pendurar uma no teto para que ele treinasse as cabeçadas. Calado e aparentemente tímido em casa, era bem relacionado no colégio, principalmente por mostrar nas peladas de intervalos de aula sua habilidade.

Ele começou a jogar bola na Tuna Luso. O piso era o salão. A habilidade era notável. Mas faltava um algo mais. Se infernizava os adversários com a canhotinha que hoje é notória, o pé direito ainda era uma lástima. Tanto é que o técnico Carlos Alberto Conceição, o Capitão, sempre o mandava usar a perna ruim. "Hoje quando o vejo dar passes ou marcar gols com a direita, sinto minha participação", diz Capitão, a quem Ganso não cansa de agradecer. Recentemente, mandou de Santos uma retribuição ao zelo do treinador: uma tevê LCD e o pacote completo de Campeonatos Estaduais e Nacionais para que o mestre pudesse assisti-lo jogar.

A transição para o campo se deu com a camisa do Paysandu, onde ficou até 2005. A saída foi precipitada pela opção de um treinador, que resolveu escalar Paulo Henrique na lateral direita. Creuza, mãe coruja, que entende de futebol e sabe quanto talento tem o filho, não concordou com a mudança e alegou que a troca apagaria o futebol do filho. Sem ressentimentos, deixou o Papão.
Antes de ir para Santos, dona Creuza, de DVD em punho, tentou um teste para o filho no Cruzeiro. Apesar de bem recebidos, a oportunidade não surgiu. Em um ato de coragem, Ganso e a mãe tentaram a cartada que mudaria o destino do filho. Depois de um contato com um ex-professor de educação física do jogador, e amigo de Giovanni, conseguiram um teste no Santos. Ficariam por 15 dias na cidade, mas a confiança era alta a ponto de levarem as malas e organizarem a mudança.

Ganso passou no teste. Seu futebol começou a aparecer em 2008, quando se destacou na Copa São Paulo de Futebol Junior. Foi promovido ao time profissional do Santos, então sob o comando de Emerson Leão. O técnico, porém, pediu que o garoto fosse devolvido à base, sob a prerrogativa de que era muito lento. Voltou no comando de Cuca, mas a demissão do treinador foi mais um baque para o garoto. Sua chance de ouro veio mesmo em 2009, quando o time, em má fase, precisava de um armador - Lúcio Flávio não estava dando conta do recado. Foi ao mundial sub-20, titular em todos os jogos, e ajudou no vice-campeonato da categoria pelo Brasil. A perseverança valeu ao Ganso viver seu sonho. Hoje o garoto é coroado e seu talento - ignorado, ou mal-interpretado, por alguns técnicos - prevaleceu.

FICHA TÉCNICA
Paulo Henrique Ganso
Nome completo: Paulo Henrique Chagas de Lima
Data de nascimento: 12 de outubro de 1989 (20 anos)
Local de nascimento: Ananindeua - PA
Altura: 1,84 m / Peso: 73 kg / Pé: canhoto
Clubes: Tuna (1996-2004), Paysandu (2005) e Santos (desde 2005)
Valor de mercado europeu: 8 milhões de euros (*)

(*) Fonte: site Transfermarkt.de, dedicado exclusivamente ao mercado de transferências no mundo de futebol.
fonte: Amazônia Jornal - Edição de 01/08/2010