quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Ranking Atual dos últimos 25 jogos realizados pelo clube

Tuna Luso Brasileira
25Jogos: 6 V / 6 E / 13 D / 30 G Pró / 42 G Contra

Data/Jogos/Pontos/Total
21/12/2008 Tuna Luso 4 x 0 Pinheirense (+2.2) 974.336
14/12/2008 Sport Belém 3 x 2 Tuna Luso (-0.2) 972.161
10/12/2008 Tuna Luso 1 x 0 Time Negra (+2.6) 972.330
07/12/2008 Tiradentes-PA 0 x 4 Tuna Luso (+43.5) 969.714
03/12/2008 São Raimundo-PA 1 x 1 Tuna Luso (+7.2) 926.242
28/11/2008 Tuna Luso 0 x 2 Bragantino-PA (-26.9) 919.048
26/11/2008 Tuna Luso 1 x 2 Vila Rica (-20.6) 945.924
23/11/2008 Castanhal 1 x 1 Tuna Luso (+6.9) 966.564
18/11/2008 Tuna Luso 0 x 0 Pedreira (-6.7) 959.690
02/11/2008 Tuna Luso 0 x 0 União Esportiva (-2.2) 966.361
18/10/2008 Tuna Luso 3 x 1 Remo (+7.5) 968.549
08/06/2008 Tuna Luso 1 x 5 Paysandu (-18) 961.041
01/06/2008 Remo 2 x 2 Tuna Luso (+2.6) 979.000
25/05/2008 Tuna Luso 1 x 0 Ananindeua (+0.6) 976.382
18/05/2008 Tuna Luso 2 x 1 Águia de Marabá (+1.3) 975.758
11/05/2008 Vila Rica 2 x 1 Tuna Luso (-0.2) 974.501
03/05/2008 São Raimundo-PA 3 x 2 Tuna Luso (-0.6) 974.696
26/04/2008 Castanhal 3 x 0 Tuna Luso (-0.2) 975.311
20/04/2008 Tuna Luso 2 x 5 Pedreira (-13.2) 975.507
13/04/2008 Tiradentes-PA 0 x 0 Tuna Luso (+2.1) 988.722
25/03/2008 Paysandu 1 x 0 Tuna Luso (-0.1) 986.667
16/03/2008 Tuna Luso 0 x 1 Remo (-6.4) 986.800
12/03/2008 Ananindeua 2 x 0 Tuna Luso (-0.3) 993.178
08/03/2008 Águia de Marabá 4 x 0 Tuna Luso (-0.6) 993.481
01/03/2008 Tuna Luso 2 x 3 Vila Rica (-6) 994.041

Um pouco da história de quem escreve nossa história























Foto tirada durante concurso "Garota Verão 2008", realizado na sede social da Tuna.

Nome: PÉRICLES DA MOTTA OLIVEIRA
Clube do coração: TUNA LUSO BRASILEIRA
Categoria social: SÓCIO PROPRIETÁRIO (Título nº: 02298-P)
Funções exercidas no clube:
- DIRETOR SOCIAL, DIRETOR DE RELAÇÕES PÚBLICAS, SECRETÁRIO GERAL, (CUMULATIVAMENTE);
- REPRESENTANTE DA TUNA JUNTO À COMUNIDADE LUSO-BRASILEIRA DO PARÁ POR VÁRIOS ANOS, ATÉ 2000;
- ASSESOR ESPECIAL DA PRESIDÊNCIA (2002/2004) e (2005/2006);
- FUNÇÃO ATUAL: 1º SECRETÁRIO DO CONSELHO DELIBERATIVO, RECONDU ZIDO EM NOVEMBRO/02, POR ACLAMAÇÃO, ATÉ 31 DE DEZEMBRO/2006. ELEITO VICE-PRESIDENTE DO CONSELHO DELIBERATIVO POR ACLAMAÇÃO ATÉ O ANO DE 2010.

Títulos Honorários do clube:
- BENEMÉRITO (indicado pela diretoria);
- GRANDE BENEMÉRITO (Por aclamação em 15/04/2004. - indicado pela diretoria).

TRAJETÓRIA
Iniciou suas atividades na Tuna, em 1971, como vice-Diretor Social, administração Lisio dos Santos Capela, presidente da Junta Governativa, completando, portanto, em 1º. de janeiro de 2009, 38 anos ininterrúptos de ativdes administrativas clubistica, sendo assim, recordista de todos os tempos até a presente data; Dai por diante, exerceu as funções de Relações Públicas e Diretor Social nas administrações de Cezar Mattar (3 vezes), novamente Lísio Capela, Manoel Nascimento, Reinaldo Barros, Alberto Vieira de Souza (2 vezes), Francisco Pacheco, Genésio Mangine (2 vezes), José Fernandes Rodrigues (2 vezes), acumulando as funções como Secretário Geral da Tuna, cargos exercidos também na administração Alirio José dos Santos Gonçalves; Assesor Especial do Presidente Pedro Antonio de Azevedoo e do Coordenador da Junta Governativa Alvaro Rodrigues, homologado pelo Conselho Deliberativo;
1º. Secretário do Conselho Deliberativo, gestão José Rodrigues/Altair Vieira período 2000/2002 e atualmente aclamado para exercer as mesmas funções durante o quatriênio 2003 à 31 de dezembro de 2006, eleito por clamação vice-Presidente do Conbselho Deliberativo até dezembro do ano 2010.

CONSELHEIRO: Desde 1972;

BENEMÉRITO: É GRANDE BENEMÉERITO do clube, indicado pela Diretoria com participação ativa nos debates verificados por ocasião das reuniões do Conselho, sempre procurando melhores desempenhos em prol da Tuna, inclusive com atuações decisivas na elaboração do ESTATUTO anterior, tendo assinado o mesmo juntamente com alguns conslheiros em 19 de abril de 1990 (o clube conta agora com novo Estatuto, aprovado em assembléia no final de 2008). Postou-se no Conselho Deliberativo contra a maneira pela qual foram vendidos milhares de Titulos de Propriedade e Remido pela Empresa Idéia Empreendimentos, contrariando as normas estatutárias da Tuna.
Durante os anos 1996 à 1998 (3 anos), gestão de José Rodrigues, cumulativamente com as funções de Diretor Social, Relações Públicas, editor e redator da Coluna da Tuna no jornal “Diário do Pará” e representante da TUNA junto ao Conselho da Comunidade Luso-Brasileira, assumuiu sem ônus, a pedido do mesmo, as funções de Secretário Geral do Clube economizando a importância de R$64.800,00; de 1999 à 2000 (2 anos), gestão Alíario José, R$43.200,00, totalizando R$108.000,00 que seriam pagos a um funcionário que perceberia R$1.800,00 mensais, sem contar com os encargos sociais.

ATIVIDADES SOCIAIS
Entre as muitas atividades exercidas, foi idealizador de várias promoções inéditas, movimentando a juventude na boate ou a borda da piscina olímpica tais como “Garota Punk”, “Mister Tuna”, “Garota Vip”, “Garota Sensação”, “Gatão Cruzmaltino”, “Garota Simpatia”, “Os mais Belos Olhos Cruzmaltinos”, “Garota Zodiaco”, “Charm Girl”, “Garota Piscina”, “Damas Destaque da Tuna”, “Miss Manhã de Sol”, “Garota Sagitário”, “Rainha dos Estudantes de Belém”, “Miss Luso-Brasileira”, “Tuna ao Luar”( baile ao ar livre à pergola da piscina olímpica, por ocasião da lua cheia), etc... Orietou, sempre, as promoções dos colunistas sociais de Belém, como “Rainha do Carnaval”, “Mis Pará”, “Rainha das Piscinas”, “Menininha da Tuna”, etc, respectivamente sob a responsabilidade de Isaac Soares (O Liberal), Rubens Oneti (A Província do Pará), Vera Castro (O Liberal) e Guilherme Ledo (Jornal da Sociedade); Contratou e apresentou vários artistas de renome nacional e internacional tais como Vando, Carmem Costa,Valesca, Leidezu, José Luiz, Eliana Pitma, Roberto Leal e muitos outros, sempre com grande sucesso absoluto; Idealizador e responsável, em nome da Tuna, pela participação inédita em Belém, dos alunos (CADETES) do Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (CIABA), nos Bailes das Debutantes da Tuna, para dançarem a tradicional valsa com as jovens homenageadas, o que foi, posteriormente, seguido por outros clubes congêneres de Belém. Promoveu, por muitos anos, as tertúlias jovens às sextas-feiras e aos sábados para todas as classes sociais, sempre na boate da Tuna, com a primazia dos conjuntos “Eli Farias”, “Eles & Ela”, “Os Amazonidas” e muitos outros contratados; Idealizador e executor pioneiro das festas jovens aos domingos, denominadas “Discoteca”, inspiradas em uma novela global, o que foi, também, seguido por outros clubes de Belém, (não confundir com “Pipocas”). Não se vendia ingresso e sim mesas na boate para os associados, pais dos jovens, servido-se jantar no restaurante “Ribatejo”; Idealizador e apresentador do primeiro "Matinal Dançante” da Tuna (1971), no pátio do “Bar Social” no predio principal da Tuna, com participação do Presidente Lísio Capela e diretoria; Responsável, por muitos anos, pelos festejos juninos da Tuna, (tudo CIF), inclusive com o tradicional “banho de cheiro” à pergola das piscinas; Patrocinador e reponsável pela participação de sua filha Edigleuma de Lourdes, nos concursos “Rainha das Piscinas de Belém” e “Rainha do Carnaval”, sem ônus para aTuna, inclusive nas apresentaçõs da mesma aos vários clubes sociais de Belém; Representou, sem ônus para a Tuna, a diretoria cruzmaltina em vários eventos sociais, como no aniversário do “Gremio Lítero Português” em São Luiz do Maranhão, ofertando, inclusive, uma plaqueta aos seus dirigentes como lembrança da Tuna pelo evento; Divulgou a Tuna em outros centros fora de Belém, sem ônus parao clube, em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Vitória, Fortaleza e ainda no interior do Estado, como em Santarém, Tucuruí, Altamira, Marabá, Cametá, Castanhal, Bragança, Ourém, Soure, Barcarena, etc, registrando sempre os eventos em jornais de Belém; Foi, por muitos anos, representante da Tuna junto ao Conselho da Comunidade Luso-Brasileira, com participação ativa e louvada, verdadeiro intercâmbista socio-cultural; Foi por vários anos responsável pelo “Baile das Debutantes” da Tuna, sempre com a colaboração desinteressada da Profª. Clara Pinto Nardi, convidada especial; DIVULGAÇÃO: Manteve, por muitos anos, duas vezes por semana (quintas-feiras e domingos), meia página no jornal “O Estado do Pará”, inclusive ilustrada com fotos e assuntos sobre a Tuna; Assinou por vários anos, a “Coluna Cruzmaltina”, aos domingos, no jornal “A Província do Pará” e ainda foi responsável pela “Coluna da Tuna” no jornal “Diário do Pará”, sempre aos domingos, até o ano de 2000. Fez publicar para o mundo, através da revista internacional “PORTUGAL” nº.107 de março/abril de 1999, pgs.18/19, uma sinopse sobre a TUNA, intitulada “A TUNA E SEUS PRIMÓRDIOS”, com citações do nosso historiador GB Manoel Oliveira. Foi responsavel, muitos anos, pela edição do “Boletim Informativo da Tuna”, como editor e redator; do mesmo modo, como sempre, tem divulgado a Tuna através das diversas e emissôras de rádio de Belém. É Diretor de Relações Públicas Vitalício do “Senadinho”da Tuna. CONDECORAÇÕES: 1974 – Medalha de Campeão do Encontro Esportivo –oferta da Coca-Cola e Fanta; 1985 – Faixa comemorativa ao campeonato nacional da“Taça de Prata”, vencida pela Tuna neste ano, quando era Diretor Social; 1986 – Medalha comemorativa aos 83 anos da Tuna Luso Brasileira, por ocasião do “Torneio Interno de Tuninhas”; - Medalha de “Honra ao Mérito”, em reconhecimento aos seus bons serviços como diretor, erta da diretoria 85/86, campeã da Taça de Prata em 1985; 1988 – Plaqueta de agradecimento “pela valiosa colaboração prestada à Diiretoria da Tuna, exercício 1987/88, em 10/12/88; 1995 – Plaqueta de agradecimento “pela ajuda relativa a restauração do muro dos fundos da Tuna;

FREQÜÊNCIA
É, como sempre, frequentador assíduo de todas atividades cruzmaltinas, colaborando ativamente com os vários setores e departamentos, quando solicitado, além de suas funções.

por: Prof. Péricles da Motta Oliveira Grande Benemérito da TUNA (Belém, janeiro/2007)

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

ELES FIZERAM A HISTÓRIA DA TUNA


por: GB – Péricles Oliveira.


A fim de não criarmos um iato contrariando a seqüência de publicações biográficas daqueles que “Fizeram a Tuna Luso Brasileira”, por falta de alguns pormenores sobre vários heróis cruzmaltinos, resolvemos lembrar outros abnegados que muito contribuiram para que hoje tenhamos a presença no senário sócio-desportivo, esta pujante associação que muitas glórias tem demonstrado perante os admiradores luso-brasileiros e o povo em geral.
Inicialmente, é sempre bom citarmos os nomes daqueles que tiveram a iniciativa de organizar e fundar este grandioso clube, como por exemplo, Manoel Nunes da Silva que assumiu a presidência do “Grupo Executante” no dia 13 de novembro de 1902, tendo como secretários Manoel Augusto Corrêa e Antônio Lobo, transformando esse grupo, no dia 1º. de Janeiro de 1903, na respeitada “Tuna Luso Caixeiral”, até 1616, quando os antigos caixeiros, já importantes comerciantes, passaram a denoiminá-la “Tuna Luso Comercial”, para em 1968, ser denominada “Tuna Luso Brasileira”, orgulho de várias gerações.
Para quem não tem conhecimento, nossa Tuna tinha por finalidade precípua a difusão músical que lembrava a distante terra lusitana, chegando mesmo a contratar o insigne maestro português Antônio Lobo, destacando-se através de sua maestria, em apresentações e reuniões solenes de Belém, inclusive no vetusto Theatro da Paz, fazendo surgir o “Orfeão Tunante” colaborando de maneira inconteste com várias obras assistenciais, inclusive com o Hospital da Beneficiente Portuguesa, que naquela época passava por uma certa dificuldade financeira, hoje esta imponente organização servindo o público belemense.
Mas, no momento, nosso objetivo é lembrar tão somente aqueles que se dedicaram bravamente pela evolução desta nossa Tuna, como por exemplo o destemido FranciscoVasques, com seu amigo ex-Governador do Pará, Gal. Joaquim Cardoso de Magalhães Barata, tio dos irmãos Raimundo Barata (Benemérito) e Reimar Barata (Conselheiro); Albino Vilhena, Ilidio Medeiros, Ilídio Gomes, Waldemar Ribeiro (1º.Presidente brasileiro – Decreto-Lei, 3199), Belmiro Nascimento, Acácio Sobral, Antônio Maria Fidalgo, Francisco Carrapatoso, Waldomiro Martins Gomes, João Alegria Quental (Gaitas), Severino Santos, Dr. Abílio Brito, Firmino Oliveira, Cezário Torga, José Maria Russo, José Valente da Costa, João Pinho Guerra, Abel Borrajo, Francisco de Oliveira Simões, Abel de Brito, Augusto Cunha, Albino Vilhena, Antõnio Lobo, Amadeu Dourado, Heronildes Gomes de Moura, Manoel Pereira do Nascimento, Orlandino Ventura, Ofir de Loyola, David Loureiro, Almerinda e Edith Arruda, Ema Vries, Clara Marques, Antonio Salvador, Antõnio Alves Velho, Manoel Martins, Bernardino Pereira Coelho, Miguel Cecim, Nagib Coelho Matni, Dionísio Ribeiro, Acacio Almeida e Silva, José Dias da Costa Paes, Augusto Viana e inúmeros outros abnegados pela Tuna, que deram ou dão suas quotas de sacrifício, para que não apenas a vida social, mas também a vida esportiva deste clube querido tivesse um retumbante desenvolvimento, fazendo com que nossa natação, nosso remo, nosso ciclismo e tiro do passado, nosso brilhante futebol (10 vezes campeão estadual e 2 nacional), apesar da maioria de nossos associados pertencerem a outras facções ditas de massa, todavia somos conhecidos no Brasil e fora dêle, enviando jogadores para outras plagas como a Europa, Ásia e várias regiões do Brasil, numa prova inconteste de que possuimos uma grande escolinha de futebol, sob auspícios de grandes orientações técnicas e administrativas próprias.
Como vemos, a Tuna tem um passado glorioso através dos seus grandes idealizadores, fundadores e dirigentes, que levaram de vencida os rumos traçados por aqueles bravos portugueses que muito contribuiram para o nosso desenvolvimemnto até os dias atuais.

Outros grandes obreiros serão mencionados em outra ocasião, verdadeira nova geração que continua com esta obra gigantesca até os dias atuais.

CONHEÇA MAIS SOBRE CARLOS GOMES E HEITOR VILLA-LOBOS


HEITOR VILLA-LOBOS

Considerado, ainda em vida, o maior compositor das Américas, Heitor Villa-Lobos compôs cerca de 1.000 obras e sua importância reside, entre outros aspectos, no fato de ter reformulado o conceito brasileiro de nacionalismo musical, tornando-se seu maior expoente. Foi, também, através de Villa-Lobos, que a música brasileira se fez representar em outros países, culminando por se universalizar.

Para conhecê-lo um pouco mais, navegue:

ANTÔNIO CARLOS GOMES

Antônio Carlos Gomes (Campinas, 11 de julho de 1836Belém do Pará, 16 de setembro de 1896) foi um grande músicos brasileiro. O mais importante operista brasileiro do estilo romântico, com carreira de destaque principalmente na Europa. Foi o primeiro compositor brasileiro a ter suas obras apresentadas no Teatro alla Scala.
Carlos Gomes nasceu em Campinas-SP. Foram seus pais Manuel José Gomes (Maneco Músico) e dona Fabiana Jaguari Gomes.
Aos quinze anos de idade, compõe valsas, quadrilhas e polcas. Aos dezoito anos, em 1854, compõe a primeira Missa, Missa de São Sebastião, dedicada ao pai e repleta de misticismo. Na execução cantou alguns solos. A emoção que lhe embargava a voz comoveu a todos os presentes, especialmente ao irmão mais velho, que lhe previa os triunfos. Em 1857, compõe a modinha Suspiro d'Alma com versos do poeta romântico português Almeida Garrett.
Ao completar 23 anos, já apresentara vários concertos, com o pai. Moço ainda, lecionava piano e canto, dedicando-se, sempre, com afinco, ao estudo das óperas, demonstrando preferência por Giuseppe Verdi. Era conhecido também em São Paulo, onde realizava, freqüentemente, concertos, e onde compôs o Hino Acadêmico, ainda hoje cantado pela mocidade da Faculdade de Direito. Aqui, recebeu os mais amplos estímulos e todos, sem discrepância, apontavam-lhe o rumo da Corte, em cujo conservatório poderia aperfeiçoar-se. Todavia, Carlos Gomes não podia viajar porque não tinha recursos.
Para conhecê-lo um pouco mais, navegue:

Fundação Carlos Gomes ganha prêmio nacional


A Fundação Carlos Gomes oferece cerca de 20 cursos que envolvem todas as áreas da música. (Foto: Viviane Pinheiro)

BELÉM (PA) - A Fundação Carlos Gomes recebeu um prêmio internacional de qualidade e reconhecimento da LatinAmerican Quality Institute, reconhecido organismo de desenvolvimento de normas e padrões de qualidade da América Latina. O prêmio, intitulado “Latin American Quality Awards 2008” será entregue hoje, em Viña Del Mar, Chile, nasmãos dos diretores da Fundação, Daniel Araújo e Henrique Noeding.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Presidente da Tuna Luso visita FPF


O novo presidente da Tuna Luso Brasileira, Fabiano Bastos, fez na tarde desta terça-feira, 17.02.09, uma visita de cortesia ao presidente da FPF, Cel. Antonio Carlos Nunes de Lima. Na oportunidade, Fabiano Bastos falou de seus planos para o clube cruzmaltino, não somente com relação ao futebol, mas a todos os esportes e a parte social, a qual deseja dar a mesma movimentação do tempo dos grandes eventos promovidos pela Elite do Norte. O papo informal durou pouco mais de meia hora, mas o suficiente para marcar a manutenção de um entendimento que há muito reina entre a Entidade maior do futebol paraense e o Clube Cruzmaltino. O presidente Tunante se fez acompanhar pelo Diretor Administrativo do clube, João Rodrigues, e do Diretor de Futebol, Fernando Chipello.
fonte: Redação FPF

A Importância da Educação para o Trânsito


Colaboração: Márcio José Matos Rodrigues- professor

Os acidentes de trânsito são responsáveis por milhares de mortes todos os anos no Brasil e muitos outros são feridos ou mutilados. Grande parte das vítimas de trânsito é constituída de pessoas bem jovens, inclusive crianças. Uma parcela significativa dos acidentes se refere a atropelamentos. Os custos para o país com os acidentes são altos, chegando a bilhões de reais por ano. A Educação, junto com a Fiscalização e a Engenharia de Tráfego são três elementos básicos que devem ser considerados ao se analisar o funcionamento do sistema de trânsito. Também a tecnologia na construção de veículos automotores tem considerável importância na existência de veículos mais seguros e menos poluentes. E é igualmente importante a questão da Legislação com leis que visem coibir os maus comportamentos no trânsito.

Vamos falar aqui somente de um destes elementos citados: a Educação. Todos nós, participantes do sistema de trânsito, temos responsabilidade na diminuição de conflitos e acidentes de trânsito. Os papéis dos indivíduos no trânsito não são estáticos. Um ciclista é também um pedestre e pode ser também um passageiro de ônibus ou um motorista, conforme a situação. Cada pessoa então, de acordo com o papel que está exercendo deve se comportar corretamente no trânsito. Deve perceber que seu papel pode mudar, deve se colocar no lugar de quem está do outro lado e para isso deve abandonar qualquer visão fragmentada do sistema de trânsito. A fragmentação dessa visão está ligada à própria competição e individualização presentes na sociedade. Os participantes de tal sistema devem estar conscientes de seus direitos e deveres e agir de modo menos egoísta para tornar o trânsito mais humanizado. Os educadores de trânsito são responsáveis por ensinar regras de bom comportamento no trânsito, sensibilizando e educando as pessoas para se construir um trânsito melhor, com uma visão mais social do trânsito.

Todos os participantes desse sistema devem colaborar e fazer sua parte na construção de um trânsito mais humano:

-O pedestre deve procurar atravessar na faixa de segurança, se fazendo visível á noite, prestando bem atenção antes de atravessar a rua, não atravessando a rua por trás ou pela frente de ônibus, obedecendo o que está mostrando o semáforo etc. Em caso de crianças pequenas, os pais devem ter especial atenção e não se descuidar delas na hora da travessia das vias.

-O ciclista precisa observar se sua bicicleta está devidamente equipada com refletores para a noite e retrovisor; se os freios estão funcionando; se os pneus estão calibrados. Deve pedalar em ciclofaixas ou em ciclovias (caso não existam, deve pedalar junto ao acostamento); seguir a sinalização de trânsito; respeitar os pedestres; ter cuidado em relação a pessoas que estão na garupa; ter atenção em relação a carros parados, pois a porta pode abrir-se de repente.

-O motorista deve ter cuidado com as condições de seu carro, usar o cinto de segurança e seguir as regras de trânsito que estão descritas no Código Brasileiro de Trânsito, procurando ser preventivo, evitando conflitos e acidentes. No caso de motoristas de ônibus o cuidado deve ser redobrado e além do Código Brasileiro de Trânsito há regras específicas para esse tipo de serviço estipuladas em regulamentos próprios que contém obrigações para motoristas e cobradores. As empresas de ônibus nesse caso também devem cumprir seus deveres e realizar uma boa prestação de serviço, inclusive orientando seus funcionários para tratar bem o público e evitar acidentes.

-O motociclista deve verificar as condições do veículo, seguindo as regras também descritas no já mencionado Código, respeitando os demais integrantes do sistema de trânsito e evitando problemas. A obediência aos limites de velocidade e o uso de capacete são comportamentos essenciais.

-O passageiro de ônibus deve esperar o ônibus no ponto certo; segurar-se bem quando estiver dentro do coletivo; não colocar a cabeça para fora do mesmo, não jogar objetos ou líquidos dentro ou fora do ônibus; não se descuidar das crianças; não atrapalhar o trabalho do motorista; respeitar o serviço do cobrador; não causar tumultos dentro do ônibus; não danificar o coletivo; ser gentil e solidário em relação a idosos, gestantes e deficientes.

Nas escolas podem ser feitos trabalhos com os alunos em relação à educação para o trânsito. Podem ser realizadas ações interdisciplinares voltadas para a educação para o trânsito. Os alunos são participantes constantes do sistema trânsito. Eles convivem diariamente com carros, bicicletas, ônibus etc. Portanto, o trânsito está diretamente relacionado à realidade deles.

Os governos decerto têm grandes responsabilidades na promoção de atividades para a melhoria do sistema de trânsito, seja na educação, na fiscalização ou na parte da engenharia. Mas é fundamental que todos nós, ao exercermos nossos papéis no referido sistema, sigamos as normas, cobrando nossos direitos e cumprindo nossos deveres, sendo cidadãos educados e nos colocando como figuras de especial importância para um trânsito mais seguro. Assim, poderemos ter menos mortes e sofrimentos.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Domingueira é na Tuna!



Vejam como a natureza é pródiga!
Nas fotos, as belas mulatas do Rancho Não Posso Me Amofinar mostraram, no domingo passado, 15/02, como é que se dança o verdadeiro samba. Teve gente que deitou e rolou!
Venham também fazer parte desta natureza. Tragam seus familiares e amigos para viverem bons momentos na Tuna Luso Brasileira.
Não esquecendo que após a domingueira diúrna, a Tuna continua com a domingueira noturna apresentando aos amantes do baile da saudade sensacional show dançante com Cleide Moraes e convidados.
Domingueira, é na Tuna!

Inaugurada chopperia na Tuna


Aconteceu na sexta-feira, 13/02, a inauguração da tão esperada chopperia da Tuna, localizada na primeira maloca da pérgola da piscina olímpica. A inauguração foi bastante prestigiada e contou com a presença de diversos associados e convidados.
No mesmo dia, aconteceu no Hangar Centro de Convenções o concurso de Rainha das Rainhas do Carnaval, onde a Tuna foi representada pela bela Miriam Paixão (assistam o ensaio na Tuna http://www.youtube.com/watch?v=jkLPYhMpMTY&feature=relatede e o desfile de Mirian no Hangar - http://www.youtube.com/watch?v=6wrc1FshpNk ) mas que teve como vencedora a candidata do clube co-irmão Grêmio Literário Português.
Voltando para a inauguração da chopperia, há muito o quadro social do clube esperava por esta iniciativa e opção de descontração dentro da Tuna.
A chopperia, que tem a direção terceirizada da BellaCasa, funcionará de terça à domingo, sempre nos horários de happy hour, com música de bom gosto, tira-gosto variado e muito chopp gelado.
Venham conhecer a chopperia da Tuna, tragam seus amigos e desfrutem de um descontraido happy hour.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Seletiva Nacional de Remo Júnior e Sub-23

Caros amigos, em complemento a nossa matéria divulgada anteriormente, informamos que temos boas noticias relativas ao remo da Tuna Luso. Os nossos dois atletas, Ailson Eraclito e Fabrizio, que recentemente viajaram para participar de seletiva nacional, foram escolhidos para disputar a próxima competição internacional que será realizada nos E.U.A.
Parabéns para todos que contribuiram de alguma forma para esta conquista.
colaboração de: Jacyntho Campina

EVENTO: Seletiva Nacional de Remo Júnior e Sub-23
DATA: 18/3/2008 / CIDADE: São Paulo
LISTA DE RESULTADOS

PROVA: 1X / CATEGORIA: Sub-23
FASE: Final / SEXO: Masculino
1º TUNA LUSO BRASILEIRA 07.23,62 - AILSON ERACLITO DA SILVA
2º C.R. FLAMENGO 07.35,67 - DANIEL FREITAS DALMAU
3º MINAS BRASILIA T.C. 07.55,58 - ERIC GIL COELHO

Fotos de atletas da Tuna Luso no III Troféu Brasil Unificado de Remo
Raia Universitária da USP - São Paulo 2008









Vejam mais detalhes do evento no site da Confederação Brasileira de Remo:
http://www.cbr-remo.com.br/files/result_evento.asp
(resultado de eventos, seletiva nacional jr sub 23 e I trofeu Brasil de Remo novos talentos).

Vídeo com participação de Ailson:
Single Skiff Sub-23 Masculino AILSON ERACLITO DA SILVA - TUNA LUSO , Remando a favor


Barcos


SINGLE SKIFF (1X)
PESO: 14 Kg.COMPRIMENTO: 8,20m



DOUBLE SKIFF (2X)
PESO: 27 Kg.COMPRIMENTO: 10,40m




FOUR SKIFF (4X)
PESO: 52 Kg.COMPRIMENTO: 13,40m


DOIS SEM TIMONEIRO (2-)
PESO: 27 Kg.COMPRIMENTO: 10,40m


DOIS COM TIMONEIRO (2+)
PESO: 32 Kg.COMPRIMENTO: 10,40m


QUATRO SEM TIMONEIRO (4-)
PESO: 50kg.COMPRIMENTO: 13,40m



QUATRO COM TIMONEIRO (4+)
PESO: 51kg.COMPRIMENTO: 13


OITO COM TIMONEIRO (8+)
PESO: 96kg.COMPRIMENTO: 19,90m


QUEM PAGARÁ A CONTA?

O Paysandu deve ganhar uma nova casa para os treinos durante o Campeonato Paraense-2009. Com o desgaste do gramado da Curuzu durante treinamentos e jogos nesta temporada, a diretoria de futebol do clube prometeu formalizar um pedido à direção da Tuna Luso Brasileira para utilização do estádio do Souza, apenas para as movimentações técnico-táticas. Na Curuzu, o Papão deve apenas seguir mandando os jogos contra equipes de pequeno e médio porte, como já havia sido estabelecido pela diretoria. Inicialmente, quem pediu o fechamento do “alçapão” bicolor para os jogos neste início de ano foi o técnico Edson Gaúcho. A expectativa é que o treino de hoje pela manhã já ocorra na casa cruzmaltina.
fonte: Rádio Clube do Pará - 18/2/2009 10:54 AM

Sai diretoria, entra diretoria e a cada dia que se passa ficamos sem saber o que fazer para resolver os eternos problemas e necessidades da Tuna.
As últimas diretorias que passaram investiram muito pouco ou quase nada na infraestrutura do clube, principalmente nas instalações do velho estádio do Souza. Quando alguma obra é realizada por lá, quase sempre é com recursos de colaboradores.
A diretoria anterior dizia que a ATAT só servia para atrapalhar o clube ao invés de ajudar e tudo que a associação alegava ter feito nos últimos anos havia sido com o dinheiro de "terceiros". É verdade mesmo! Só tem que a ATAT trabalhou apenas com doações expontâneas, jamais ficou devendo pra ninguém e não usou um centavo da Tuna. A ATAT não ficou parada esperando as coisas acontecerem, correu atrás do prejuízo e conseguiu, junto a seus colaboradores, o numerário necessário para realizar as obras.
Em 2006, ainda recem fundada, a ATAT limitou-se a pintar as arquibancadas do estádio, substituir alguns poucos metros de grama do campo e coletar doações nas arquibancadas durante os jogos para ajudar no pagamento dos jogadores que encontravam-se com salários atrasados.
Em 2007, já com nova diretoria na administração da Tuna e com a luz do clube cortada, a ATAT continuou ajudando e investiu cerca de R$20.000,00 na pintura de arquibancadas do estádio, na conclusão da cobertura da arquibancada lateral, na pintura dos alambrados (há mais de 40 anos sem pintura), na substituição de aproximadamente 200,0m2 de grama no campo de futebol e nivelou as alturas das duas traves do campo de futebol que estavam fora do padrão. Naquele mesmo ano, comprou o material necessário para confeccionar, na própria Tuna, 02 traves metálicas móveis para treinamento.
Diversos outros serviços foram realizados pela ATAT, tudo sem nenhum custo para o clube, num ano que parecia ser bastante promissor onde fomos até campeões do 1º turno do campeonato.
Em 2008, a ATAT contratou engenheiro agrônomo, comprou e substituiu aproximadamente 300,0m2 de grama, com gasto aproximado de R$6.000,00. Instalou um inédito sistemna de som no Souza, pagou o salário integral (por dois meses) do jogador Fabinho e ajudou a diretoria a pagar cerca de 30% do salário do treinador Charles Guerreiro.
Enfim, a ATAT e seus colaboradores fizeram tudo o que foi possível naquele momento para ajudar o clube mas no final, por questões diversas e alheias a nossa vontade, o time não correspondeu ao esperado, dentro e fora de campo, e não se classificou para a fase principal do campeonato.
Já em 2009, após mudança de Estatuto e de diretoria do clube, no início do campeonato estadual de futebol, com a Tuna fora de atividade, dirigentes do Vila Rica vieram e pediram para realizar seus jogos e treinamentos no campo da Tuna, pagando uma ridícula cota de 10% da renda de seus jogos (Que renda? / 10% de nada é quanto?) ou seja, custo zero para eles e bem alto para a Tuna.
Se já era péssimo o fato do Vila Rica estar treinando e destruindo o gramado do Souza, para nosso espanto e surpresa, agora também vem o Paysandu pedir para usar as instalações da outrora Águia Guerreira, como se fosse parte de seu quintal.
Como fica o orgulho e a dignidade cruzmaltina?
Se continuar assim ficará muito difícil querer que a ATAT continue ajudando. Pedir ajuda financeira aos seus colaboradores para reformar o gramado para os outros usarem, destruirem e depois entregarem de volta para a ATAT tornar a consertar! Assim fica difícil!
Esperamos que não seja verdadeira a notícia publicada no jornal, mas se assim for, que a diretoria atual pelo menos cobre do Paysandu, adiantado, o valor justo pelo uso do gramado e das instalações para poder cobrir a reforma do mal tratado gramado do Souza, que já não serve para nada depois de tantos treinos e jogos realizados.
O Paysandu, que não é nada bobo, reformou recentemente o seu gramado, inclusive usando os serviços do mesmo engenheiro que trabalhou na reforma do gramado do Souza em 2008. Ao que tudo indica, o Paysandu não quer estragar o seu gramado mas não se importa nenhum pouquinho em mal tratar o do Souza!
Duas perguntas que não querem calar:
Quantas vezes a Tuna já pediu o campo do Paysandu emprestado para treinar?
Quem pagará a conta no final?
Quem viver verá!

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

O remo brasileiro e seus momentos

Tivemos a grande honra de ter acesso a parte da história de duas lendas vivas do remo brasileiro. Falamos de Wilson Reemberg e José Ribamar Nunes, o "Amaral".
Achamos importante reproduzir o texto integral da carta que tivemos acesso escrita por Wilson Reeberg, enviada a seu velho amigo Ribamar, mais conhecido em Belém do Pará como “Amaral” que é membro da comissão técnica de remo da Tuna Luso Brasileira, fazendo algumas considerações sobre a situação do remo nacional e apontando alguns caminhos para o sucesso deste esporte no Brasil.
Segue também carta escrita por Wilson Reemberg, destinada aos leitores e amantes do remo para esclarecer alguns pontos importantes sobre este apaixonante esporte aquático.


Leia o conteúdo das cartas:




Remadores do C.R. do Flamengo, Botafogo F.R. e São Cristóvão F.R. que participaram da Regata BATALHA DO RIACHUELO, primeira regata realizada no Lago Paranoá, em Brasília (10/6/1962).Da esq. p/ dir.: Airton Philippi, Antonio Ferigotti, N/I, Edson Altino Pereira, Antonio Roque dos Santos, Manoel Therezo Novo, Wilson Reeberg, Luiz Milheiros, Alderico da Silva Teodoro, José Carlos Mastelo, Luiz Eduardo Gomes Ribeiro de Moura, Moura, Edgard Knirien, N/I.Agachados: Rosa Branca, N/I, N/I, José Maria Schwartz da Costa, Marcilio Dias Paes, Cid Marival da Fonseca, N/I e Nilzon Ismael da Silva.


CURRICULO ESPORTIVO DE WILSON REEBERG, NO REMO
Campeões brasileiros de 1965: Alberto Blema (voga), Wilson Reeberg, Antonio Maria Araujo de Moraes Filho e Autemidio Anselmo Julião. Tim: Slvio Augusto de Souza.



REMADOR: Campeão carioca de estreantes, principiantes, novíssimos e seniores.Campeão brasileiro em 1965 (quatro-com e oito) e 1971 (quatro-com).Campeão dos Jogos Luso-Brasileiros em 1966 (quatro-com e oito) e 1972 (quatro-com, 2 sem e oito).Vice-Campeão sul-americano em 1965 (quatro-com e oito) e 1970 (oito).Voga do quatro-com brasileiro no Campeonato Mundial de 1970. Atleta da seleção brasileira em 1964 – 65 – 66 – 70 – 71 - 72.Apontado como o melhor remador bombordo do Rio de Janeiro, em 1965, pelo jornal O GLOBO, considerando o número e expressão das vitórias obtidas na temporada.Considerado o bombordo revelação de 1964, pelo jornal O GLOBO.Seu dois-com timoneiro, formado com Antonio Maria A. de Moraes Filho, foi eleito a melhor guarnição nova de 1964 pelo jornal O GLOBO.Citado como um dos principais remadores que participou da conquista de 11 campeonatos cariocas consecutivos pelo Flamengo (1971 – 1981), no livro História do Flamengo, de Edigard Andrade, e em Historia do C.R. do Flamengo – Parte V – ano 1971, no site http://www.flaestatistica.com/ Reconhecido como um dos remadores que mais se destacaram no cenário nacional, em todos os tempos, pelo site http://www.esportebh.com.br/ Atleta Emérito do Botafogo de Futebol e Regatas.Tem seu nome na Calçada da Fama do C. R. do Flamengo.



Embarque do quatro-com do Brasil ao Campeonato Mundial de Remo de 1970.Da esq. p/ a dir.: Andre Gustavo Richer (presidente do C.R. do Flamengo), Silvio Augusto de Souza (timoneiro), Renato Borges da Fonseca (chefe da delegação), Celenio Martins da Silva (proa), Guilherme Augusto do Eirado Silva, “Buck (técnico), Nelson Parente Ribeiro Filho (sota-proa), Wilson Reeberg (voga) e Antonio Maria Araujo de Moraes Filho (sota-voga).
DIRIGENTE: Diretor-Secretário da Federação Metropolitana de Remo (atual FRERJ), de 1966 a 1968.Membro do Conselho de Assessores de Remo da Confederação Brasileira de Desportos – CBD (1969 – 1974).Sub-Diretor de Remo da Confederação Brasileira de Desportos Universitários (1971).Assessor Técnico de Remo da Diretoria de Desportos Aquáticos da CBD (1976 – 1979).Coordenador do Remo nos Jogos Estudantis Brasileiros – JEBs (1980 – 1981).Assessor Técnico da Presidência da Confederação Brasileira de Remo – CBR (1979 – 1982).Diretor Administrativo da CBR (1988).

16-06-2008 - Wilson Reeberg lança candidatura em Belém

TÉCNICO: Técnico da seleção brasileira em: Campeonatos Mundiais de Juniores (1976 e 1978), vencedor da Final B (dois - sem) nos dois campeonatos.Jogos Pan-Americanos (1975) Campeonato Sul-Americano (1974).Coordenador Técnico da seleção brasileira de juniores no Campeonato Sul-Americano (1979).Técnico da seleção catarinense no Campeonato Brasileiro de Adultos (1976).Técnico da seleção gaúcha nas eliminatórias para os Jogos Pan-Americanos (1975).Técnico da seleção norte-riograndense na Copa Norte-Nordeste (1974).

EDUCADOR: Coordenador e instrutor de diversos cursos sobre treinamento de remo e arbitragem de regatas, promovidos pela CBD, CBR, universidades e federações.Palestrante em Universidades, clubes e federações de remo, e clubes de serviço (Lions e Rotary), em diversos Estados.Autor dos livros Bases e Métodos do Treinamento Físico-Desportivo e Treinamento de Remadores de Alto Nível, publicados pelo Ministério da Educação e Cultura. Autor de dezenas de estudos, artigos técnicos e históricos, além de traduções técnicas sobre remo.Criador e redator da revista REMO, da CBR (1980 – 1982).Articulista do jornal CORREIO DA MANHÃ, assinando coluna dominical sobre remo (1966 – 1969).

ÁRBITRO: Árbitro e Presidente do Júri em diversas competições de âmbito estadual, nacional e internacional promovidas pela CBD, CBR e federações brasileiras.

Visite: http://www.remolivre.com/ e saiba mais sobre o Remo brasileiro.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

RUGBY PARAENSE SERÁ O FUTEBOL DA AMAZÔNIA


O Rugby no Pará
Por: Gustavo Soares
Contatos: gustavosoares78@yahoo.com.br


Garotas do rugby no pará








RUGBY PARAENSE, a nova modalidade que passará a se chamar FUTEBOL DA AMAZÔNIA!

Clube Atlético Paraense
Os Vikings Rugby Football Club
Os Crazy's
(3 equipes filiadas a entidade do Rugby no estado)


Saiba mais sobre o Rugby:
RUGBY COACH: Rugby no Pará
http://rugbybrasilcoach.blogspot.com/2008/11/rugby-no-par.html

Associação Brasileira de Rugby
http://www.brasilrugby.com.br/Rbrasil.htm

Reporter ORM
http://www.orm.com.br/projetos/ormreporter/index.asp?mes=10&ano=2008

Rugby Paraense
http://gutavikings-bolalaranja.blogspot.com/

Associação dos Torcedores e Amigos da Tuna - ATAT
http://atat-pa.blogspot.com/2008/09/rugby.html
http://atat-pa.blogspot.com/

Rugby - Wikipédia, a enciclopédia lívre

http://pt.wikipedia.org/wiki/Rugby

DIÁRIO DO PARÁ
http://www.diariodopara.com.br/noticiafull.php?idnot=27236

RUGBY PARA TODOS - JORNAL DO SBT
http://www.youtube.com/watch?v=8sb3HlRSjg0

Curitiba Rugby
http://www.curitibarugby.com/noticias.php?id_noticia=933

Charrua Rugby Clube
http://www.charruarugby.com/default.php

Outros endereços:
http://br.youtube.com/watch?v=OCWfA87lf
http://rugbybrasilcoach.blogspot.com/20 08/11/rugby-no-par.html
http://gustavikings.blogspot.com/
http://atletasdecristopar.blogspot.com/
http://gutavikings-bolalaranja.blogspot.com/
http://www.orkut.com.br/Community.aspx
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=68990749 http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=81428385
http://pt.wikipedia.org/wiki/Raguebi
http://www.brasilrugby.com.br/abr.htm
http://www.brasilrugby.com.br/regras.htm
http://www.irb.com/
Site em contrução: http://www.cruzados.rugby.esp.br/

domingo, 8 de fevereiro de 2009

NOTÍCIAS CURTAS


Lei Tó Teixeira & Guilherme Paraense:
Entre as diversas leis que incentivam a cultura no Brasil, temos a Lei Tó Teixeira e Guilherme Paraense, que autoriza a Prefeitura de Belém a conceder abatimentos de IPTU e do ISS às empresas patrocinadoras de projetos culturais. Quando você for pagar o IPTU ou ISS, saiba que poderá ajudar a Tuna Luso. Para maiores informações, entre em contato com o Sr. Fernando Amadeu, nas Óticas Lente de Ouro: (091) 3082-0534 / fax 3242-2179 / 8121-5744.

  • Modêlo de CARTA DE INTENÇÃO da Lei Tó Teixeira e Guilherme Paraense:
    - Informamos a intenção de patrocinar o projeto esportivo “Readequação do setor náutico da Tuna Luso Brasileira” cujo o responsável é o senhor FERNANDO AMADEU MONTEIRO PINTO DE MELO, se o mesmo for aprovado, através da Lei “TÓ TEIXEIRA E GUILHERME PARAENSE”, Lei Municipal Nº 7.850 de 17 de outubro de 1997, regulamentada pelo Decreto nº 35.416 de 25 de junho de 1999, através do IPTU anual, com R$____(20%)_____.
    NOME DA EMPRESA OU DA PESSOA FISICA:______
    CNPJ:______ CPF:______ Nº CARNÊ DE IPTU:________

  • Em junho de 2008 - A primeira empresa a acreditar no projeto é o Grupo Y.Yamada, a maior rede de lojas de Belém, através da Fundação Yamada, com o apoio da Márcia Yamada;

  • Em março de 2008 - O Projeto Aziel foi aprovado na Secretaria de Cultura do Município pela Lei To Teixeira e Guilherme Paraense, é o primeiro passo para o sucesso.
  • Chopperia na Tuna: Será inaugurada na próxima sexta-feira, 13/02, a partir das 18:00h, a Chopperia da Tuna Luso , na maloca localizada na pérgola da piscina olímpica. Teremos música ao vivo, ambiente descontraido e gente bacana experimentando o chopp gelado da Schin! Teremos tira-gosto variado e outras bebidas também para agradar ao gosto dos associados e demais presentes. Agora, temos um local ideal para um Happy Hour (tradição ou jargão americano o qual representa o aperitivo nos bares e “pubs” não longe dos seus escritórios onde funcionários das empresas comemoram). Todos estão convidados!



Rainha das Rainha 2009:

Será na noite dessa sexta-feira, 13/02, no Hangar Centro de Convenções, o concurso de Rainha das Rainhas do Carnaval 2009, promoção das organizações ORM que contará com a participação de Mirian Paixão representando a Tuna Luso. Esteremos torcendo pela vitória de Mirian.




  • Sejam bem vindos!: Dois grandes amigos, associados da ATAT e torcedores roxos da Tuna voltaram a morar na "Metrópole da Amazônia". Um deles é o amigo Garcia, mais conhecido como "Tigrão", que morava em Fortaleza e mudou-se no final de 2008 para Belém. O outro é o grande amigo Jaime Eiras, que já foi diretor da Tuna e estava residindo em Manaus mas agora retornou para montar seu escritório na "Cidade das Magueiras". Aos amigos Garcia e Jaime um forte abraço e sejam bem vindos!

Jaime Eiras em Belém


Erê do sub-15 no Fluminense:

O ex-atleta do sub-15 da Tuna Luso, Erê, está treinando no Fluminense do Rio de Janeiro e poderá até servir a seleção brasileira em breve. Uma pergunta que não quer calar: Será que foi mais um que se foi e nada ficará sobrará para a Tuna Luso?

  • Garagem Náutica: Três atletas de remo da Tuna Luso viajaram nesse domingo, 08/02, para Saquarema-RJ, com a finalidade de fazer testes e concorrer a uma possível temporada de treinamento nos EUA, por conta da Confederação Brasileira de Remo. O técnico Lindão, da Tuna, também foi convidado pela CBR mas não viajou por motivos profissionais. Boa sorte aos atletas que viajaram!

Atletas e funcionários da garagem náutica recebendo doação da ATAT

Expedito será apenas colaborador da natação:


O técnico de natação Expedito retornou para a Tuna Luso para atuar como colaborador e ajudar na formação da nova equipe de competição da "Elite do Norte". Expedito não será o coordenador técnico da equipe de natação.




  • Eletrônica Solar: O amigo Mário Mangas, proprietário da loja, além de ser um dos patrocinadores do programa "É da Tuna, é da Tuna!", que vai ao ar todos os sábados de 16:30h às 17:00h, na Super Rádio Marajo ara, também ajudará na manutenção parcial da garagem náutica. Irá doar 4 ventiladores de teto para serem instalados na academia que está sendo montada na garagem náutica, uma chapa grande para aquecer pães e ainda doará prêmios durante o ano de 2009, por regata, para serem sorteados entre os atletas da Tuna que vencerem suas provas. Ao amigo Mário, o nosso muito obrigado!

  • TUNA e REMO FAZEM FINAL DA TAÇA CIDADE DE BELÉM
    Neste sábado, 14/02, teremos 2 finais pela Taça Cidade de Belém nas categorias sub-15 e sub-17. Os jogos serão entre Tuna Luso e Clube do Remo, sendo que o time adversário está tentando mudar um dos jogos para o domingo devido alguns de seus atletas jogarem nas 2 categorias. Todos estão convidados para dar seu apoio no sábado e/ou no domingo, caso assim ocorra.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Vistoria dos representantes da FIFA em Belém


Belém foi submetida, nesta quinta-feira 5, a última etapa de visitas e vistorias da Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA) para avaliação das cidades candidatas a sub-sedes da Copa 2014. Três técnicos da entidade internacional de futebol e um consultor em estádios sobrevoaram a capital paraense em um helicóptero para localizarem os acessos ao Mangueirão e melhorias de infra-estrutura que serão realizadas no entorno, indicadas no projeto básico entregue pelo Grupo de Trabalho (GT) Belém 2014. Depois, no Hangar - Centro de Convenções, eles se reuniram a portas fechadas com os integrantes do GT para detalhamento desse projeto básico.Ainda no Hangar, o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, concedeu entrevista coletiva à imprensa sobre o processo de seleção das sub-sedes, acompanhado da governadora Ana Júlia Carepa, o prefeito de Belém, Duciomar Costa, e representantes das classes política, empresarial e artística do Estado, como a dupla da banda Calypso, Joelma e Chimbinha, e a cantora Fafá de Belém.O governador do Amapá, Waldez Góes; o prefeito de Macapá (AP), Roberto Góes; o prefeito de Santana (AP), Antônio Nogueira; e representante do governo do Estado do Maranhão também estiveram presentes. Os dois Estados apóiam a candidatura de Belém.Teixeira foi categórico ao afirmar que não há nenhuma cidade definida como sub-sede e que a escolha será estritamente técnica. “No próximo dia 7, na cidade de Fortaleza, no Ceará, terminam as vistorias in loco das 17 cidades candidatas.Em seguida, os técnicos da FIFA viajam a Rique (Suíça) para finalização do relatório entregue ao Comitê Executivo, com tudo o que foi possível conhecer. Quando anunciarem as 12 sub-sedes (dia 20 de março), não haverá ainda decisão de cidade de abertura, último jogo ou eventual cidade que receberá semifinal ou jogos intermediários”, garantiu.
Apoio A governadora Ana Júlia Carepa agradeceu a participação de empresários, artistas e autoridades do Pará, do Amapá e do Maranhão. Informou que o presidente do Senado Federal, José Sarney, a autorizou divulgar seu apoio à candidatura de Belém. “Temos ainda o apoio de mais de 14 milhões de pessoas dos três Estados. E declaração do presidente Lula favorável a Belém. Atendemos todas as exigências técnicas feitas pela FIFA. Criamos um GT envolvendo todos os setores da sociedade. O Mangueirão é o estádio que precisará de menos investimentos. E no Pará, existe um povo apaixonado por futebol”, enumerou.Ela já assinou autorização de serviço de drenagem da avenida Transmangueirão para posterior pavimentação. Estão garantidos recursos para construção viaduto da avenida Júlio César com a avenida Pedro Álvares Cabral, assim como para duplicação da avenida Perimetral. “São obras que darão condições de se chegar ao estádio com tranquilidade. Também temos as melhores condições de conectividade por meio dos cabos de fibra ótica da Eletronorte. Acabamos de realizar um grande evento com mais de 130 mil pessoas, considerado o melhor em estrutura de saúde e segurança de todas as edições do Fórum Social Mundial”, exemplificou.Para governadora é justo que Belém seja a porta de entrada da Amazônia na Copa 2014. “Estamos convencidos que temos condições de receber os jogos, e contamos com a fé do povo na nossa padroeira”, disse. O presidente da CBF ressaltou ainda que nenhuma capital de República que tenha sediado a Copa deixou de receber os jogos, mas isso não garante que Brasília-DF o será.Visitas - Depois de Belém, os técnicos da FIFA visitarão mais quatro cidades. Em cada visita, eles reúnem com a Infraero para conhecer projeto de melhorias no aeroporto da cidade, tiram dúvidas e apresentam sugestões. Em todas, eles farão sobrevoo de helicóptero, e não serão visitados os estádios de futebol, já vistoriados nos últimos dois anos, e que ainda sofrerão adaptações. Nenhum estádio precisa estar pronto antes de 13 de janeiro de 2013, mas após esta data sim, para a Copa das Confederações.
De acordo com o assessor da CBF, Rodrigo Paiva, não há obrigatoriedade de sub-sedes amazônicas ou pantaneiras, porém há um desejo nacional e internacional que uma ou duas cidades dessas regiões recebam os jogos.Religiosos e artistas entram em campo - Após a conversa com os jornalistas, Ricardo Teixeira recebeu da Diretoria da Festa do Círio de Nazaré uma réplica da imagem da padroeira dos paraenses, abençoada pelo padre Silvio Jacques, pároco da Basílica Santuário. A imagem peregrina das procissões da maior festa religiosa do Pará também foi colocada no hall do Hangar, onde permaneceu até o final da programação.“Estamos aqui para defender os interesses de toda sociedade paraense. No segundo domingo de outubro, a grande procissão do Círio de Nazaré reúne dois milhões de pessoas e este povo tem espaço na nossa cidade sem preparação prévia, como a Copa de 2014 terá. A Copa traz alegria, paz e desenvolvimento econômico para uma cidade. Será uma graça de Deus se Belém for uma sub-sede”, afirmou o religioso.César Neves, diretor coordenador da Festa de Nazaré, disse ainda que a imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré representa a força da fé do povo do Pará. No biênio 2009/2019, o objetivo da diretoria é divulgar cada vez mais a nossa festa religiosa, nacionalmente e internacionalmente.“A imagem aqui presente é um reforço ao Pará nesse ‘jogo’ para que entendam que o nosso Estado tem muitas coisas boas a mostrar àqueles que nos visitarem”, acrescentou.
A cantora Fafá de Belém espera que os olhos de todos os países do mundo se voltem para capital paraense, quando esta receber as partidas de futebol do principal campeonato internacional. “Esta cidade é maravilhosa e tão carinhosa com as pessoas. É o momento de todos os paraenses se darem as mãos, deixando de lado querelas menores, para esta possibilidade de novos investimentos e empregos que é uma Copa”, ressaltou, confiante na avaliação positiva da FIFA sobre Belém. E brincou: “O Estado do Amazonas tem quase a Amazônia no seu nome, mas o charme e o cheiro da manga quando bate um vento só o Pará tem. E pergunto, como os jogadores vão se animar por lá sem o nosso tacacá”.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009


A Associação de Torcedores e Amigos da Tuna (ATAT), efetuou nessa terça-feira, 03/02/09, a doação de 30kg de açucar refinado, 20 pacotes de café (250g) e 20 pacotes leite em pó (250g) para ajudar no complemento do café da manhã dos atletas da Tuna Luso que treinam diariamente, das 05:30h às 08:30h, nas águas barrentas da baia de Guajará e usam a garagem náutica como apoio.
A entrega dos mantimentos foi feita diretamente ao técnico Lindão, em companhia da Sra. Gilmara, Sra. Maria, Sr. Amaral e demais atletas presentes que agradeceram pela colaboração da ATAT.
Os interessados em colaborar com mais doações poderão fazer diretamente na garagem náutica (tel. 3221-1418 falar com Lindão, dona Maria ou seu Amaral) ou então entrar em contato com Gerardo Von (8882-1119). Em breve retornaremos com novidades sobre a garagem náutica.