sexta-feira, 23 de maio de 2008

Pai de Romário morre após infarto no Rio











Edevair, Romário e os netos em jogo do América-RJ

RIO DE JANEIRO - Aos 77 anos, Edevair de Souza Farias, pai do ex-atacante Romário, morreu nesta quinta-feira, em um hospital na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro. Ele estava internado desde a última semana, em função de uma infecção urinária.
Na madrugada de quarta para quinta, o pai do ex-jogador sofreu um infarto e à tarde acabou falecendo. Romário, que estava em Fortaleza, foi avisado do falecimento de seu pai e voltará para o funeral - que será nesta sexta no cemitério de Inhaúma, em Del Castilho, na zona norte da capital fluminense.
"Ele já não estava muito bem. Tinha de fazer hemodialise três vezes por semana e tomava remédios. Infelizmente isso aconteceu. A vida é assim", explicou Dona Lita, mãe de Romário, em entrevista à "Rádio Tupi". Torcedor do América do Rio de Janeiro, que foi rebaixado para a segunda divisão carioca pela primeira vez na sua história, o pai de Romário fazia hemodiálise há três anos.

Um incentivador

Edevair Faria era um operário de uma fábrica de painéis que lutou para tirar sua família da miséria da comunidade do Jacarezinho, em que vivia quando Romário nasceu, e tornar seu filho jogador de futebol. Desde pequeno, Romário esteve em contato com uma bola de futebol.
A mãe do jogador, "Dona" Lita, disse algumas vezes que Edevair deu a ele uma bola ainda bebê. Quando Romário completou seis anos de idade, seu pai fundou um clube amador chamado Estrelinha para que ele começasse a jogar no bairro da Vila da Penha, nova casa da família.
Ao se destacar entre as outras crianças, Edevair levou o filho para fazer um teste no Vasco, mas ele acabou sendo reprovado por ser muito baixo. Romário acabou indo parar no Olaria, clube em que começou na categoria infantil.
Pouco depois, ele foi ao Vasco e estreou como profissional em 1985. A partir daí, fez fama em clubes como PSV Eindhoven e Barcelona, além de se tornar decisivo para a conquista da Copa do Mundo de 1994 pela seleção brasileira.Romário anunciou oficialmente sua aposentadoria este ano, após uma última passagem um tanto conturbada pelo Vasco - clube pelo qual marcou o milésimo gol de sua carreira, em 2007.
Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/esportes/futebol/2008/05/22/pai_de_romario_morre_apos_infarto_no_rio_1323059.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário