BLOG TUNANTE

quarta-feira, 30 de abril de 2008

Tunantes ainda sonham com milagre














PARAZÃO - 2008
Lusa não pode mais pensar em derrota se quiser continuar na fase de elite

Com apenas um ponto conquistado e na lanterna do segundo turno do Campeonato Paraense, a Tuna tem seis rodadas pela frente e um único objetivo: escapar de ter que disputar a primeira fase da competição do ano que vem. Cinco times caem para a fase e, atualmente, a Lusa encontra-se na penúltima colocação com nove pontos, onze atrás do Ananindeua, quinto colocado. O Remo, por exemplo, está em sexto lugar e hoje cairia, mas o time azulino venceu os três últimos jogos e mostra sinais claros de recuperação. A Tuna, não.

Nesses seis jogos, com 18 pontos em disputa, a Tuna terá de diminuir a diferença de 11 pontos que a separa do quinto colocado. Seriam, no mínimo, quatro vitórias - ou três vitórias e mais dois empates - só para igualar essa diferença.

Mas, além da Tartaruga, Águia, Vila Rica e Remo estão na mesma faixa de pontos na classificação geral. A possibilidade de nenhum deles pontuar até o final do campeonato é impossível, já que muitos deles irão se enfrentar nas próximas rodadas - só a quarta rodada, que começa amanhã, terá Ananindeua contra Vila Rica.

No domingo, a Tuna vai a Santarém encarar o São Raimundo, no Colosso do Tapajós. Se a Pantera vencer, o que não seria nenhuma zebra, vai ficar a três pontos da Lusa na classificação geral e até a última colocação passará a ser uma ameaça para os tunantes.

TITULARES
Para essa partida, o técnico Reginaldo Mesquita deverá fazer algumas mudanças. Uma certa é o retorno do goleiro Leandro, que ficou de fora do confronto com o Castanhal por conta de uma contusão. Mas é no meio-de-campo que deve ser feita a principal modificação. Por opção técnica, o treinador testou ontem a equipe sem o meia Alexandre Pinho, um dos poucos que ainda mostram qualidades técnicas. Em seu lugar, deverá entrar o volante Japonês, que atua bem mais recuado. Amanhã pela manhã, acontecerá o primeiro coletivo da semana.
Fonte: O Liberal - Edição de 30/04/2008

Tuna muda para reagir
O técnico Reginaldo Mesquita já definiu o time titular da Tuna que enfrentará o São Raimundo, sábado, em Santarém. O que surpreendeu foi a antecipação do anúncio, afinal, a programação ainda reserva dois dias de treinamentos antes da viagem ao oeste do Estado ­ marcada para o início da tarde de sexta-feira. Com relação ao time que perdeu para o Castanhal na última rodada, a maior ausência diz respeito ao experiente Alexandre Pinho, que deu vaga ao garoto Japonês, uma das apostas de Mesquita para a Taça Estado do Pará, equivalente ao segundo turno do Campeonato Paraense. Com isso, os titulares que medirão forças contra a Pantera santarena serão: Leandro; Michel, João Gomes, Alex Rava e Paulinho; Wilson, Marcelinho, Erick e Japonês; Fabinho e Albertinho. Apesar de não terem feito gols diante do Japiim, tanto Fabinho quanto Albertinho permanecerão como titulares. E é justamente o jejum de gols que preocupa a comissão técnica. Inclusive, nos últimos sete jogos, os cruzmaltinos fizeram apenas dois gols. Por isso, Mesquita tem realizado treinamentos específicos para o quesito finalização. "Estou sentido boa vontade de todos, isso que importa", disse. Outro fator que pesa contra os centroavantes lusos é que os dois últimos gols do time foram frutos de pênaltis convertidos pelo lateral-esquerdo Paulinho.

segunda-feira, 28 de abril de 2008

ESAMAZ FECHA PARCERIA COM A TUNA













A partir de abril de 2008 a Tuna Luso Brasileira conta com mais um parceiro e patrocinador. Trata-se da ESAMAZ, que juntamente com os ARMAZÉNS PARAÍBA e SPA AMAZÔNIA patrocinam o esporte da TUNA em 2008.

ESAMAZ
ESCOLA SUPERIOR DA AMAZÔNIA

ENDEREÇOS:
Unidade São Brás
Av. José Bonifácio, 893 (no Berço de Belém)Das 14:00h às 23:00hTelefone: (91) 4005-0505 Fax: (91) 3259-6744
Unidade Reduto
Municipalidade, S/NTelefone: (91) 3224-7720
Unidade Nazaré
Av. Nazaré, 489 entre Tv. Rui Barbosa e Tv. Benjamin ConstantDas 07:00h às 23:00h Telefone: (91) 3223-9957

http://www.esamaz.com/html/index.php

Missão da Esamaz
A Escola Superior da Amazônia - ESAMAZ desenvolve suas atividades com o objetivo de garantir uma formação superior voltada para um ensino de qualidade, de acordo com as exigências do Ministério da Educação, do mercado de trabalho e da sociedade. A Escola Superior da Amazônia - ESAMAZ visa atender às necessidades do mercado de trabalho, capacitando profissionais éticos e competentes para o desenvolvimento da região, resgatando a compreensão da inter-relação humana, na busca sistemática da excelência educacional. Para tanto, torna-se necessário o compromisso de alcançar o seu objetivo mediante percepções compartilhadas dos problemas regionais.

A missão da Escola Superior da Amazônia - ESAMAZ é alicerça-se no desenvolvimento de atividades educacionais de nível superior visando à formação de profissionais para o mercado de trabalho, com foco especial nas necessidades regionais. A Instituição tem a responsabilidade social de preparar profissionais éticos e competentes capazes de contribuírem para o desenvolvimento regional, o bem-estar e qualidade de vida de seus cidadãos.
CAMPEONATO PARAENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL
1ª DIVISÃO - 2008 (CENTENÁRIO)
Parazão 2008 - 2ª Fase
2º Turno - 3ª Rodada


26/04/2008
Águia 0 x 2 Paysandu
Castanhal 3 x 0 Tuna
Vila Rica 1 x 0 Pedreira

27/04/2008
Tiradentes 1 x 1 Ananindeua
São Raimundo 0 x 1 Remo

Tabela - 2 ª Fase / 2º Turno - TAÇA ESTADO DO PARÁ
Última atualização: 22/04/008 - 13h
1ª Fase
2ª Fase [1º Turno 2º Turno Final ]
Regulamento (Original)
Classificação (1º Turno 2º Turno)

Time PG J V E D GP GC SG
1º Clube do Remo 9/3/3/-/-/6/1/5
2º Àguia de Marabá Futebol Clube 4/3/1/1/1/4/4/0
3º Paysandú Sport Club 7/3/2/1/-/6/3/3
4º Pedreira Esporte Clube 3/3/1/-/2/5/6/-1
5º São Raimundo Esporte Clube 3/3/1/1/1/3/4/-1
6º Castanhal Esporte Clube 5/3/1/2/-/5/2/3
7º Clube Municipal de Ananindeua 2/3/-/2/1/4/5/-1
8º Associação Atlética Tiradentes 2/3/-/2/1/2/3/-1
9º Clube Atlético Vila Rica 4/3/1/1/1/5/6/-1
10º Tuna Luso Brasileira 1/3/-/1/2/2/8/-6

CAMPEONATO PARAENSE DE FUTEBOL FEMININO
Última atualização: 22/04/008 - 20h

5ª Rodada
20/04/2008 (Sábado)
Sacramenta 11 x 1 Terra Firme
Independente 3 x 0 Ananindeua
Estrela 1 x 3 Tuna luso

CLASSIFICAÇÃO DO FUTEBOL FEMININO
Time PG J V E D GP GC SG
1º Sacramenta Esporte Clube 15/5/5/-/-/31/8/23
2º Tuna Luso Brasileira 11/5/3/1/1/17/4/13
3º Clube Atlético Independente 8/5/2/2/1/15/11/4
4º Estrela/Barcarena Esporte Clube 8/5/3/1/1/16/20/-4
5º Clube Municipal de Ananindeua 3/5/1/-/4/11/15/-4
6º Terra Firme Esporte Clube -/5/-/-/5/6/37/-31/


2º TURNO (Semi-final)
JOGOS DATA DIA HORA LOCAL
1º - Sacramenta 2 x 1 Estrela - 4º 27.04 DOM 10:00 CEJU
2º - Tuna Luso 0 x 0 Independente - 3º 27.04 DOM 10:00 Souza

Fase Final
Sacramenta x Tuna Luso (local indefinido até o momento)












Lusa perde e afunda na crise
Apesar de jogar bem boa parte do jogo, a Tuna não conseguiu segurar a pressão do Castanhal e acabou levando de 3 a 0 do Japiim, completando a oitava partida sem vitória. Foi a segunda derrota consecutiva no segundo turno. Agora a lusa paraense ocupa a lanterna do campeonato. O próximo jogo será contra o São Raimundo em Santarém, sábado, dia 3 de maio. A última vitória tunante foi justamente sobre a Pantera por 3 a 2, no Souza.
O técnico Reginaldo Mesquita até elogiou o comportamento do time. ‘’Ninguém elogia uma derrota, mas houve boa evolução no time que saiu pro jogo aberto, indo atrás do gol. Levamos três, mas lutando por coisa melhor em campo’’, admitiu. Reginaldo recebe o elenco hoje de manhã e já antecipa mudanças na equipe. ‘’Temos uma semana de trabalho e até o jogo vamos trabalhar em tempo integral’’, avalia. O meia Japonês entrou no segundo tempo e deu outra feição ao meio-campo luso. O atacante Wanderley virou ‘’guerreiro’’ travando duelo com a zaga castanhalense. O jogo no Modelão rendeu apenas 10.430 reais para um público pagante de 1.143 pessoas. O Castanhal recebe agora o Remo também no sábado, 3. A diretoria do Japiim vai tentar junto ao departamento técnico a antecipação do horário para 19h30. Jóbson cumpriu suspensão automática e volta contra o Leão. Com o gol marcado na lusa, o atacante Helinho passou a ter agora 6 tentos no campeonato. É o principal artilheiro castanhalense no campeonato.
Fonte: Amazônia Hoje - Edição de 28/04/2008

Tuna em maus lençóis
Em três jogos, duas derrotas e um empate. Com este cartel, não restou outra condição à Tuna a não ser a lanterna do segundo turno do Campeonato Paraense. A fragilidade do elenco cruzmaltino ficou patente na noite do último sábado, quando o time foi goleado pelo Castanhal por 3 a 0, no Modelão. A derrota deixou a Lusa imersa de vez na briga contra o rebaixamento.
Se o Estadual terminasse hoje, a Lusa estaria condenada a disputar a 1a fase do Parazão-2009. Isso, porque o time é o penúltimo na classificação geral do campeonato, com nove pontos – só supera o São Raimundo, que tem três pontos.
Apesar da crise técnica enfrentada pela equipe, o técnico da Tuna, Reginaldo Mesquita, viu fatores positivos na goleada sofrida perante o Castanhal. “Conseguimos ter algum progresso, nosso mérito foi trabalhar a bola com paciência. Pecamos, principalmente, em dois quesitos. Primeiro, falhamos muito individualmente. Depois, desperdiçamos o que criamos”, declarou o treinador, que estreou no comando da Lusa no sábado passado. Ele não quis revelar quem teria prejudicado o rendimento do time.
Diante do mau momento da Tuna, Mesquita pediu mais paciência aos torcedores. “Preciso de tempo para trabalhar. Os fatos da última semana prejudicaram o desempenho de alguns atletas”, afirmou, referindo-se a dispensas e mudanças na comissão técnica. Para tentar reverter a situação, o treinador disse que pretende modificar a equipe titular. Especula-se que o goleiro Eduardo, o apoiador Erick e o volante George, que já atuou na competição, mas jogando como zagueiro, serão aproveitados na onzena principal. “Já sei com quem posso contar”, comentou Mesquita.
Fonte: Diário do Pará - Edição de 28/4/2008

sexta-feira, 25 de abril de 2008

TUNA PERDE ATACANTE.


ELE PEDIU PRA SAIR!

Mais um jogador deixa o elenco da Tuna. Depois de Euber, Jonhy e Pelezinho, ontem foi a vez do atacante Wellington pedir para sair do clube. Hoje, ele se reúne com o presidente Marcos Moraes para rescindir seu contrato, que vigora até julho deste ano. O atacante também negocia três meses de salários atrasados.

Mal terminou o treinamento da manhã (ontem 24/04) e o jogador trocou de roupa para ir embora, afirmando para os companheiros que não ficaria mais no clube. O técnico Reginaldo Mesquita achou normal o comportamento do atleta. 'Quem se achar incompetente, peça para sair. Aqui fica quem quer trabalhar pelo clube. Não estou aqui para brincar', disse o técnico. Desde que chegou ao Souza, Wellington fez apenas três jogos oficiais: dois no primeiro turno e um no segundo.

Segundo o supervisor João Bosco, o atacante está negociando sua transferência para um outro time, por isso, resolveu pedir rescisão. 'Foi o que ele falou pra mim na semana passada', revelou o técnico. A partir de hoje, o técnico Reginaldo Mesquita tem Wendell, um dos auxiliares de Ricardo Monteiro, que saiu junto com Carlos Lucena, como fisicultor. Desde a última terça-feira, Mesquita vem seguindo o programa de trabalho deixado por Ricardo Monteiro.
Hoje pela manhã, será realizado o coletivo para o jogo contra o Castanhal amanhã no Modelão. Reginaldo Mesquita deverá definir a equipe lusa. Ele tem alguns problemas, mas garante solução no treino desta manhã. O goleiro Leandro está vetado com problemas na região pubiana. Flávio treinou como titular no treino de ontem. No dia anterior, o titular foi Eduardo. Róbson Alex e Fabinho disputam posição no ataque.
Fonte: Amazônia Hoje - Edição de 25/04/2008.

quinta-feira, 24 de abril de 2008


Mesmo com o gramado do Souza enlameado, o novo técnico da Tuna, Reginaldo Mesquita, não fez 'cara feia' e colocou ontem o elenco cruzmaltino para trabalhar. O treinador comandou os tunantes em um treino tático, onde aplicou suas idéias, exigindo rapidez nos toques de bola dos jogadores do meio-campo.
'O meio precisa ser criativo. A bola precisa correr para chegar bem nos atacantes', afirma Mesquita, que ressaltou, por meio de observações em jogos anteriores, a ‘distância’ que existe entre o meio e o ataque da Tuna. 'Tenho visto esta disparidade nas partidas da Lusa. Preciso colocar o pessoal do meio-campo para trabalhar em função do ataque. Isso não se consegue em pouco tempo. Mas estamos fazendo nossa parte e acreditando na boa vontade de cada jogador. É preciso motivar o elenco', completou.
Alguns jogadores confiam na proposta do treinador. Outros acharam interessante o treino tático comandando por Reginaldo. Pedindo para não ser identificado, um atleta lembrou que há muito tempo não fazia treino tático. Mesquita adorou também o novo horário de treino no Souza: de manhã, às 8h; de tarde, os trabalhos começam às 15h30.
Reginaldo já tem o time base para enfrentar o Castanhal, sábado à noite no Modelão. No entanto, deve confirmar a escalação no treino de amanhã, uma vez que alguns jogadores fazem trabalho particular como Róbson Alex e Alexandre Pinho. Além disso, o goleiro Leandro amanheceu com dores na região pubiana e será examinado hoje. 'Se ele não puder jogar, tenho o Flávio, Eduardo que são do mesmo nível’’, avalia.
Fisicultor - A contratação de um fisicultor para o lugar deixado por Ricardo Monteiro pode acontecer no dia de hoje. Segundo o supervisor João Bosco, a questão está nas mãos do presidente Marcos Moraes, que também deve contratar um novo médico - Bruno Noronha abandonou a equipe.

Anões estão apreensivos
Os anões do Gigante do Norte estão sem rumo. A saida do ‘’capitão’’ Carlos Lucena abriu uma fenda na programação do time. O ex-tecnico tunante, fundador da equipe, dedicava três dias na semana para treinamentos. O grupo quer conversar com o presidente da Lusa, Marcos Moraes, sobre o problema. ‘’A nossa tendência é comprir toda a agenda’’, diz Max Goiano, auxiliar-técnico de Lucena, que deverá ser efetivado treinador oficial do Gigantes. Ontem à tarde ele e os jogadores esperaram por Moraes. ‘’Vamos conversar com ele para saber como vão ficar nossos treinamentos, pois ninguém, sabe se o novo treinandor (Reginaldo Mesquita) vai ser tolerável com a gente’’.
Fonte: Amazônia Hoje e O Liberal - edição de 24/08/2008

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Reginaldo é a bola da vez na Tuna Luso








Lucena Reginaldo


Reginaldo Mesquita, ex-técnico do sub-20, assume o comando técnico da Tuna
Com apenas um ponto ganho no segundo turno e nove na classificação geral, penúltima colocada em toda a competição, a Tuna é uma das equipes candidatas a descer para a primeira fase do Parazão do ano que vem. Ao perder o quase 'eterno' técnico Carlos Lucena depois de mais uma derrota, 5 a 2 para o Pedreira em pleno estádio do Souza, o time afundou-se mais ainda na crise que ronda o clube há tempos. Se nos dois últimos anos o time fez boas campanhas na competição estadual e, principalmente, na Série C do Campeonato Brasileiro, dessa vez a situação parece não ter saída.
Sem dinheiro e nenhuma expectativa de receita, o elenco padece com quatro meses de salários atrasados e vive da dependência das divisões de base e de jogadores que, anteriormente, eram dados já em fim de carreira. Após um começo promisor no Parazão, a equipe amarga um jejum de sete rodadas sem vencer, sendo que em cinco oportunidades sequer balançou as redes adversárias. Com onze gols marcados, o ataque da Águia é pior que o do São Raimundo, o lanterna da competição.
Reginaldo Mesquita, 58 anos, foi um jogador privilegiado, afinal, foi goleiro dos três grandes paraenses, Remo, Paysandu e Tuna com muito sucesso. Sempre foi arrojado, sobretudo decidido, por causa disso não pipocou quando recebeu convite do presidente Marcos Moraes para assumir o cargo de treinador do time profissional deixado por Lucena, depois da goleada de 5 a 2 diante do Pedreira.
Ontem Reginaldo Mesquita foi apresentado ao elenco pelo presidente Marcos Moraes. Emoção para o ex-goleiro que sentiu uma forte indisposição alterando sua pressão, mas logo controlada. À tarde, já no batente, Reginaldo Mesquita comandou treino com bola. Antes teve uma conversa com todos jogadores. Um papo de quem conhece a fundo os macetes do futebol. E logo foi atacando, cobrando atitude dos jogadores como únicos responsáveis para tirar a Tuna da letargia do campeonato paraense. ‘’Não acredito em corpo mole. Todo homem tem sua atitude e os jogadores daqui devem saber mostrar seu valor diante do público. Só eles com trabalho, força de vontade, podem fazer a Tuna ser grande novamente. Vamos conseguir devargazinho. Estou aqui para motivar, encorajar o grupo a pensar grande daqui para frente, pois pior não pode ficar’’, disse.
O risco de participar da primeira fase da competição do ano que vem é muito grande. Cinco equipes serão 'rebaixadas', de acordo com a classificação geral.
Logo após a goleada sofrida para o Pedreira, partida que abandonou antes mesmo do apito final e do último gol do time de Mosqueiro, Carlos Lucena afirmava que seu futuro na Lusa havia terminado. Curiosamente, a maioria das perguntas ao treinador eram quanto ao destino do Gigantes do Norte, time organizado por ele e composto por anões, que faz exibições pelo interior do estado e virou notícia mundial. A preocupação com a equipe, que atualmente cobra cachê igual ao de Paysandu e Remo para amistosos, é sintomática da situação cruzmaltina.
Lucena deixou claro que nem o Gigantes do Norte terão mais o seu comando. 'O time de anões é da Tuna e não ficaria bem eu vir aqui para treiná-lo', comentou. O técnico nunca escondeu que teve convites para comandar outros clubes no começo da temporada. Resta saber se eles ainda estão de pé.
Fonte: O Liberal - Edição de 22/04/2008 e Amazônia Hoje Edição de 23/04/2008.

domingo, 20 de abril de 2008

PEDE PRA SAIR!!!





























Quem você acha que deve pedir pra sair?

Quantas Lágrimas










Marisa Monte
Composição: Manacé

Ah, quantas lágrimas eu tenho derramado
Só em saber que não posso mais
Reviver o meu passado
Eu vivia cheio de esperança
E de alegria, eu cantava, eu sorria
Mas hoje em dia eu não tenho mais
A alegria dos tempos atrás

Só melancolia os meus olhos trazem
Ai, quanta saudade a lembrança traz
Se houvesse retrocesso na idade
Eu não teria saudade Da minha mocidade

Pedreira 5 x 2 Tuna Luso, no Souza. É verdade!


Uma grande EXPLOSÃO ocorreu nesse domingo, 20/04, no estádio da Tuna Luso. O chocolate de 5 a 2 que o Pedreira enfiou na, anteriormente temida, Águia do Souza gerou uma imensa explosão, inesperada, mas que reflete a atual crise e o triste cenário de abandono e falta de apoio que acompanha nosso querido e centenário clube nos últimos anos. Explosão caracterizada pelo súbito aumento de problemas causadores de muita energia negativa. Junte-se a isso altas temperaturas e ataques de nervos, revolta e decepção dos poucos torcedores presentes no estádio. Tal explosão, é claro, provocou ainda uma terrível onda de pressão e depressão, além de causar um jogo de empurra para possíveis responsáveis e culpados ao redor do local do desastre. A explosão causou ainda ondas de deflagração, de choque e de detonação (artificial e natural), provocando violentas reações e produzindo grande quantidade de calor e adrenalina.
Renda: R$1.515,00
Público: 395 torcedores (182 pagantes e 213 credenciados)
Próxima jogo da Tuna:
Castanhal X Tuna Luso (em Castanhal - domingo 27/04 às 10:00h)

Vamos esperar para ver o que sobrará dessa grande explosão de hoje!

sábado, 19 de abril de 2008

TUNA LUSO X PEDREIRA



Águia do Souza
Gigante da Ilha
O jogo será neste domingo, 10:00h, no estádio Francisco Vasquez, da Tuna, pela segunda rodada do Parazão 2008. Os ingressos serão vendidos ao preço de R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia).
No primeiro turno o jogo entre os dois times terminou em 2 x 2. A Tuna Luso corre atrás de uma vitória para motivar o plantel e recuperar a confiança junto a sua torcida enquanto que o Pedreira luta para melhorar seu desempenho nessa campeonato.

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Casagrandre revela a revista que sofreu quatro overdoses











Comentarista rompe o silêncio após sete meses de internação para desintoxicação

SÃO PAULO - O ex-jogador e comentarista da Rede Globo, Walter Casagrande Jr, revelou que sofreu quatro overdoses entre 2005 e 2007 e que foi internado apenas uma única vez no período, em entrevista à revista “Época”. Casagrande diz que se recupera bem em tratamento para se livrar do vício por drogas em uma clínica em Itapecirica da Serra. Este foi o primeiro depoimento dele em sete meses, tempo que dura sua última internação.
"As pessoas que gostam de mim podem ficar tranqüilas: eu estou me tratando bem", diz o ex-jogador, que ainda fez questão de deixar um recado para aquelas pessoas que estão ou pensam em ingressar no mundo das drogas. “As pessoas precisam aceitar que são dependentes e que estarão em recuperação diariamente, até o final da vida, porque a droga é sedutora.”
Segundo a revista, Casagrande estava bem humorado e com uma aparência boa, além de ter engordado 20 quilos desde o início do tratamento. O comentarista revelou também o seu desejo de voltar a figurar como comentarista de televisão, além de querer trabalhar como colunista de jornal e apresentador de programa de rádio.
Na clínica, Casão recebe o mesmo tratamento que qualquer outro paciente, e suas atividades incluem cultivar uma horta, sessões de relaxamento e algumas partidas de futebol de salão, na quadra da instituição. Ele apenas tem autorização para sair nas consultas ao dentista e nas sessões de terapia familiar.
Casagrande está fora dos holofotes desde que sofreu um grave acidente de carro, em setembro do ano passado, de onde saiu direto para a clínica em que está, tendo sido internado por iniciativa de sua mulher e de um de seus filhos. ”Eles me falavam para eu sair das drogas. Eu respondia que podia dar conta.”
Ainda não há uma previsão para que o ex-jogador receba alta.

JOGOS DO CAMPEONATO PARAENSE DE HANDEBOL











PROGRAMAÇÃO DO MÊS DE ABRIL/2008

Data: 29/03/2008 – Sábado / Local: Ginásio Santa Teresinha / Cidade: Bragança

18:00h Masculino Adulto BRAGANTINO 24 x 29 CASTANHAL

Data: 31/03/2008 – Segunda-Feira (Jogo transferido para o dia 15/04/2008)
Local: Ginásio do CEFET - PA / Cidade: Belém
19:30h Masculino Adulto ASSEDUC 18 X 31 ADEMA
21:00h Masculino Adulto A.M.C.P./UNAMA 26 X 34 ANANINDEUA/ESMAC

Data: 01/04/2008 – Terça-Feira / Local: Ginásio do CEFET - PA / Cidade: Belém
19:30h Masculino Adulto HC/CEAL 28 X 27 HI
21:00h Masculino Adulto PAYSANDU 30 X 19 CEFET

Data: 02/04/2008 – Quarta-Feira / Local: Ginásio do CEFET - PA / Cidade: Belém
19:30h Feminino Adulto UEPA 16 X 32 ANANINDEUA/ESMAC
21:00h Feminino Adulto PAYSANDU 28 X 16 A.M.C.P./UNAMA

Data: 03/04/2008 – Quinta-Feira / Local: Ginásio do CEFET - PA / Cidade: Belém
19:30h Masculino Júnior ANANINDEUA/ESMAC 47 X 08 ASSOC. DESP. LOURDINAS
21:00h Masculino Júnior CEFET 21 X 30 ADEMA

Data: 04/04/2008 – Sexta-Feira / Local: Ginásio do CEFET - PA / Cidade: Belém
19:30h Masculino CAD. PALMEIRAS (ABAETETUBA) 21 X 25 HANDEBOL CLUBE VIGIA
21:00h Masculino JUV. PALMEIRAS (ABAETETUBA) 26 X 25 HANDEBOL CLUBE VIGIA

Data: 05/04/2008 – Sábado / Local: Ginásio Loiola Passarinho / Cidade: Castanhal
14:00h Masculino Júnior CASTANHAL 30 X 48 UEPA
15:30h Masculino Adulto HAND. CLUBE VIGIA 27 X 27 ADVANCE/HAND. CLUBE SALINAS
17:00h Feminino Adulto CASTANHAL 20 X 26 HANDEBOL CLUBE VIGIA
18:30h Masculino Adulto CASTANHAL 27 X 35 ANANINDEUA/ESMAC

Data: 07/04/2008 – Segunda-Feira / Local: Ginásio do CEFET - PA / Cidade: Belém

19:30h Masculino Adulto A.M.C.P./UNAMA 24 X 20 BRAGANTINO
21:00h Masculino Adulto UEPA 35 X 24 HC/CEAL

Data: 09/04/2008 – Quarta-Feira / Local: Ginásio do CEFET - PA / Cidade: Belém

19:30h Masculino JUV. ANANINDEUA/ESMAC 31 X 18 ASSOC. DESP. LOURDINAS
21:00h Masculino JUV. ADEMA 31 X 18 CEFET

Data: 10/04/2008 – Quinta-Feira / Local: Ginásio do CEFET - PA / Cidade: Belém

19:30h Feminino CAD. ASSOC. DESP. LOURDINAS 08 X 17 HANDEBOL CLUBE VIGIA
21:00h Feminino JUV. PAYSANDU 25 X 22 HANDEBOL CLUBE VIGIA ÚNICA(1ºJogo)

Data: 11/04/2008 – Sexta-Feira / Local: Ginásio do CEFET - PA / Cidade: Belém

19:30h Masculino Adulto ADEMA 35 X 30 BRAGANTINO
21:00h Masculino Júnior CEFET 32 X 21 ASSOC. DESP. LOURDINAS

Data: 14/04/2008 – Segunda-Feira / Local: Ginásio do CEFET - PA / Cidade: Belém

19:30h Masculino Adulto HI 28 X 25 ADVANCE/HANDEBOL CLUBE SALINAS
21:00h Masculino Júnior ADEMA 41 X 41 UEPA

Data: 15/04/2008- Terça-Feira / Local:Ginásio do CEFET - PA Cidade: Belém
19:30h Masculino Adulto ASSEDUC 18 x 31 ADEMA
21:00h Masculino Adulto A.M.C.P./ UNAMA 26 X 34 ANANINDEUA/ ESMAC

Data: 16/04/2008 - Quarta-feira / Local: Ginásio João Paulo II / Cidade: Ananindeua
15:00h Masculino INF. ANANINDEUA/ESMAC X HANDEBOL CLUBE VIGIA
16:00h Masculino JUV. ANANINDEUA/ESMAC X HANDEBOL CLUBE VIGIA
(Jogos tranferidos para o dia 19/04/08 - Sábado )

Data: 17/04/2008 – Quinta-Feira / Local: Ginásio do CEFET - PA / Cidade: Belém
19:30h Masculino Júnior ANANINDEUA/ESMAC 44 X 27 CASTANHAL
21:00h Masculino Adulto CEFET 24 X 31 UEPA

Data: 18/04/2008 – Sexta-Feira / Local: Ginásio do CEFET - PA / Cidade: Belém
19:30h Feminino Júnior PAYSANDU X ASEEL (TUCURUI) - 1º JOGO
21:00h Masculino Adulto ASSEDUC X PALMEIRAS (ABAETETUBA)

Data: 22/04/2008 – Terça-Feira / Local: Ginásio do CEFET - PA / Cidade: Belém
19:30h Masculino Adulto CEFET X ADVANCE/HANDEBOL CLUBE SALINAS
21:00h Masculino Adulto PAYSANDU X HI

Data: 23/04/2008 – Quarta-Feira / Local: Ginásio do CEFET - PA / Cidade: Belém
19:30h Masculino CAD. ADEMA X HANDEBOL CLUBE VIGIA
21:00h Masculino JUV. CEFET X HANDEBOL CLUBE VIGIA

Data: 24/04/2008 – Quinta-Feira / Local: Ginásio do CEFET - PA / Cidade: Belém
19:30h Masculino JUV. ASSOC. DESP. LOURDINAS X ADEMA
21:00h Feminino Adulto ANANINDEUA/ESMAC X PAYSANDU

Data: 25/04/2008 – Sexta-Feira / Local: Ginásio do CEFET - PA / Cidade: Belém
19:30h Masculino JUV. ANANINDEUA/ESMAC X PALMEIRAS (ABAETETUBA)
21:00h Masculino Adulto A.M.C.P./UNAMA X PALMEIRAS (ABAETETUBA)

Data: 28/04/2008 – Segunda-Feira / Local: Ginásio do CEFET - PA / Cidade: Belém
19:30h Feminino Adulto UEPA X CASTANHAL
21:00h Masculino Adulto ASSEDUC X CASTANHAL

Data: 29/04/2008 – Terça-Feira / Local: Ginásio do CEFET - PA / Cidade: Belém
19:30h Feminino Adulto A.M.C.P./UNAMA X HANDEBOL CLUBE VIGIA
21:00h Masculino Adulto UEPA X HANDEBOL CLUBE VIGIA

Data: 30/04/2008 – Quarta-Feira / Local: Ginásio do CEFET - PA / Cidade: Belém
19:30h Masculino JUV. PALMEIRAS (ABAETETUBA) X ASSOC. DESP. LOURDINAS
21:00h Masculino JUV. CEFET X ANANINDEUA/ESMAC

A FHEPA CONVIDA A TODOS OS APAIXONADOS PELO HANDEBOL
PARA ASSISTIR A BELAS PARTIDAS. A ENTRADA É FRANCA

quinta-feira, 17 de abril de 2008

BI-CAMPEÃ BRASILEIRA - 1985/1992.














TUNA LUSO BRASILEIRA (SUAS MAIORES CONQUISTAS)
A Tuna Luso Brasileira, equipe fundada em 01 de janeiro de 1903 em Belém-PA, é considerada ao lado de Paysandu e Clube do Remo, as equipes mais tradicionais do estado.
Ao longo de sua história, conquistou vários títulos, mas sem dúvida as suas grandes conquistas foram dois títulos a nível nacional.
Em 1985 a equipe paraense conquistou a Taça de Prata (nome dada na época a 2ª divisão), com uma excelente campanha. Disputou 10 jogos, com 7 vitórias, 2 empates e apenas 1 derrota. Marcou 18 gols e sofreu 7 gols. O seu artilheiro nesta competição foi Paulo César com gols. A sua campanha foi a seguinte:

TUNA LUSO - MOTO CLUBE(MA) 0-0 / 3-0
TUNA LUSO - RIO NEGRO(AM) 1-0 / 2-1
TUNA LUSO - FORTALEZA(CE) 0-0 / 5-1
TUNA LUSO - FIGUEIRENSE(SC) 1-0 / 2-3
TUNA LUSO - GOYTACAZ(RJ) 1-0 / 3-2

Em 1992, voltava a conquistar um título nacional. A equipe sagrava-se campeã da 3ª divisão do campeonato brasileiro. Disputou 14 partidas, com 9 vitórias, 4 empates e 1 derrota. Marcou 18 gols e sofreu 7 gols (por coincidência os mesmos números de gols marcados e sofridos da outra conquista). O artilheiro da equipe foi Ageu com 6 gols. A campanha foi a seguinte:

TUNA LUSO - MOTO CLUBE(MA) 1-0 / 0-0
TUNA LUSO - FLAMENGO(PI) 1-0 / 1-1
TUNA LUSO - ISABELENSE(PA) 3-1 / 1-0
TUNA LUSO - SAMPAIO CORRÊA(MA) 3-0 / 1-0
TUNA LUSO - AUTO ESPORTE(PB) 1-0 / 1-0
TUNA LUSO - NACIONAL(AM) 0-0 / 2-2
TUNA LUSO - FLUMINENSE(BA) 0-2 / 3-1

Este conteúdo foi publicado quarta-feira, 28 de março de 2007 às 10:21 e está arquivado em Blog História do Futebol, (PARÁ), CLUBES. Você pode acompanhar quaisquer comentários a esta publicação através do RSS 2.0. Você pode saltar para o final e deixar uma resposta. Sibilos não estão disponíveis no momento.

Lusa negocia salários


Atraso de pagamento embola o meio-campo da lusa paraense, que luta para se recuperar
O treino da Tuna de ontem terminou mais cedo. O motivo foi a reunião da comissão técnica com o presidente Marcos Moraes para tratar de assuntos relacionados ao futebol cruzmaltino. Atraso no pagamento de salários é o maior problema do elenco. Durante o encontro, Moraes mostrou boa vontade de querer atender às reivindicações da comissão técnica e prometeu resolvê-las de maneira mais rápida. ‘’Não que haja insatisfação no plantel, mas muitos jogadores estão querendo saber da posição do clube e essa reunião veio mostrar o interesse do presidente de solucionar a questão com brevidade’’, contou João Bosco. O técnico Carlos Lucena tem elogiado a postura do presidente, que mostra sua preocupação com a situação financeira do clube. ‘’Infelizmente ele (Marcos Moraes) está só nessa batalha, mas o problema será resolvido’’, falou.
Com relação ao time para o jogo com o Pedreira, Lucena disse que a equipe será definida no treino de hoje ou mesmo no de amanhã. 'Tenho alguns atletas que ainda serão avaliados pelo departamento médico. Só poderei saber com quem vou contar amanhã (hoje) ou no sábado, mas o grupo está muito focado neste jogo e vai em busca do bom resultado', afirmou. As dúvidas para a partida ficam por conta do lateral Hugo Deleon, que ontem fez leve corrida; do central Alex Rava com virose; Albertinho e Fabinho, atacantes, também com virose.
Fonte: Amazônia Hoje - Edição de 18/04/2008

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Virose derruba Lusa


Pelo menos dois jogadores da Tuna Luso Brasileira caíram de cama devido à gripe.
Uma virose vem tomando conta do Souza e deixando jogadores combalidos, aumentando o problema do técnico Carlos Lucena, que anda de cabeça inchada com a falta de gols do ataque luso que não marca há cinco jogos. Albertinho e Alex Rava não participaram do coletivo de ontem, na única movimentação do elenco.
Ambos estão sob controle do médico Bruno Noronha, que garante colocá-los em condições até amanhã, quando Lucena realiza o treino com bola para definir a onzena do jogo contra o Pedreira. Apesar da carência, Lucena realizou coletivo e aproveitou o momento para fazer experiências no time principal procurando por em prática uma nova dinâmica no time. Paulinho foi escalado na lateral-esquerda e se saiu bem. O jogador, que também atua no meio, saiu de campo muito satisfeito com a chance dada pelo técnico e prometeu se dedicar para brigar com Jonhy pela posição de titular. Paulinho, segundo o supervisor João Bosco é um jogador de bom toque de bola, mas o problema são os ‘’conselhos negativos’’ que dão para ele. Levado pelos conselhos 'de araque', Paulinho já sumiu do Souza várias vezes mas volta devido ter contrato até 2010.
No coletivo, Lucena escalou o time principal com Leandro; Michel, George, João Gomes e Paulinho; Wilson, Alex Pinho, Japonês e Marcelinho; Wellintgon (Wanderley) e Robson Alex. A novidade foi a presença de Wanderley, autor de um dos gols do time titular. É mais um atacante que se junta ao pelotão de Carlos Lucena. O lateral Michel cumpriu suspensão e deve ser o titular da ala direita substituindo Erick.
Fonte: Amazônia Hoje - Edição de 17/04/2008

SEU JOÃO, TORCEDOR SÍMBOLO DA TUNA.


ESCUDOS, MASCOTES, HINOS E UNIFORMES DE CLUBES DE FUTEBOL















Nome: Tuna Luso Brasileira
Fundação: 01/01/1903
Cidade: Belém/PA
Estádio: Francisco Vasques (Souza) capacidade 5.000 pessoas.

Pesquise nos endereços abaixo e veja escudo, mascote, hino, uniformes e outros detalhes sobre seu clube do coração.



hino oficial (escute o hino da Tuna)
Outro endereço com escudos de times:

NOTÍCIAS DA CBF - Séries "C"e "D"




















CBF anuncia novo Campeonato Brasileiro Série C
Brasileiro da Série D será implantado em 2009

CBF NEWS
O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, comunicou às Federações filiadas as modificações que serão feitas, a partir de 2009, no Campeonato Brasileiro da Série C. A nova Série C será constituída por 20 clubes - os classificados do 5° ao 20° lugar (16 clubes) da competição em 2008 e os quatro que sofrerem decesso na Série B igualmente em 2008.
No mesmo ofício, foi comunicada a implantação da Série D em 2009. A competição será disputada por 40 clubes, oriundos dos campeonatos estaduais, de acordo com os critérios técnicos de classificação.

Fonte: http://cbfnews.uol.com.br/seriec/

terça-feira, 15 de abril de 2008

Tuna ganha reforço


Wanderley retorna aos treinos e pode ser solução para o ataque inofensivo do clube
Em tempos de vacas magras na Tuna - principalmente quando se menciona o poder ofensivo do time -, o técnico Carlos Lucena ganha uma opção para o ataque: Wanderley, que estava afastado há dois meses dos treinamentos por causa de uma lesão no joelho direito, foi liberado ontem para treinos com bola. Wanderley não disputou uma partida completa no primeiro turno.

Com 23 anos de idade, Wanderley foi revelado pelas categorias de base da Lusa. Jogou na Malásia e, no início do ano, retornou a Tuna, mas justamente em sua estréia pelo clube, sofreu forte lesão e somente agora foi liberado para disputar o campeonato. Sem dúvida, um reforço na hora certa para Lucena, que vem tendo 'dor de cabeça' para acertar o pobre ataque da Lusa, atuamente com apenas cinco gols marcados em toda a competição.
Hoje, o técnico dirige um coletivo, visando o jogo com o Pedreira, domingo pela manhã no Souza.
No primeiro turno, no Souza, houve empate de 2 a 2.
Mudanças - Lucena deve promover pelo menos uma alteração no time titular que enfrenta o Pedreira. Alex Rava, que cumpriu suspensão de uma partida por cartão amarelo, retorna ao elenco e forma a zaga ao lado de João Gomes. Retornando ao time, o lateral Hugo de León disputa posição com o garoto Erick, que foi bem-sucedido diante do Tiradentes. Ausente por causa de uma torção no tornozelo direito, o artilheiro luso, Róbson Alex, começou ontem os treinos físicos e pode participar de treino com bola nesta quarta-feira.
Um possível desfalque é o lateral-esquerdo Johnny, que amanheceu ontem com conjuntivite e não participou dos treinamentos.
Fonte: Amazônia Hoje - Edição de 16/04/2008

Notícias do DM da Tuna Luso.


TUNA LUSO BRASILEIRA
REABILITAÇÃO FISIOLOGIA E FISIOTERAPIA
1 – COMPOSIÇÃO DO REFFIS
04 Profissionais – Medicina, Fisioterapia, Nutrição e Psicologia
14 Acadêmicos – UEPA, ESAMAZ, UFPA, UNAMA e CESUPA

2 – OBJETIVOS
Além da detecção de novos talentos para maior treinabilidade e aproveitamento da nova safra de atletas nas equipes do clube.
Profilaxia nas lesões esportivas, com diminuição do número de lesões e otimização de resultados.
Desenvolvimento de programas de treinamento e projetos de inclusão social, dentro dos propósitos do clube enquanto serviço de utilidade pública.
Padronização dos protocolos e estruturação do laboratório de avaliação física e performance humana e laboratório de treinamento desportivo.

3 – METODOLOGIA
# Parcerias interinstitucionais com Universidades para maior desenvolvimento dos projetos de pesquisa e extensão universitária.
# Desenvolvimento, planejamento e redação do projeto de inclusão social (Nanismo no Futebol).
# Cobertura médica em treinamentos e competições que a Tuna Luso Brasileira participe nas modalidades de futebol masc. e fem., nanismo no futebol, futsal e voley.
# Monitoramento sistematizado dos atletas do futebol profissional, futebol feminino, futsal e voleyball; modalidades esportivas que já contam com a efetiva participação do REFFIS.
# Grupos de estudo para assuntos relacionados a área das Ciências do Esporte, com discussão de casos e revisão de artigos.
# Apresentação de trabalhos já agendados para dois eventos científicos a serem realizados em junho e agosto de 2008.

4- TRATAMENTOS REALIZADOS
Pneumonia -02
TB Pulmonar - 01
Dentalgias – 10
Inf. Vias Aéreas – 20
Dermatites – 14
Micoses superficiais – 06
Gastroenterocolites – 17
Dist. Alimentares – 15
Dislipidemia – 01
Obesidade – 02
Conjuntivites – 02
Entorses – 09
Contusão (trauma direto) – 20
Lesões Musculares – 27
Tendinites – 16
Lesão Ligamentares – 11
Edema Côndilo-Femural – 01
TCE - 01
Suturas – 02
Para todos os atletas de Futebol Profissional foram disponibilizados medicação anti-parasitária (Secnidazole Albendazol).
Distribuição aos atletas do futebol profissional dos suplementos alimentares, de forma individualizada, obedecendo a avaliações físicas / laboratoriais, posição de jogo do atleta e necessidades para treinamento.

BRUNO TAMEGÃO LOPES DE NORONHA
CRM/PA 6257 – CREMERJ 5267146-0
MEDICINA do EXERCÍCIO e do ESPORTE
Membro da Sociedade de Medicina Desportiva do Rio de Janeiro

segunda-feira, 14 de abril de 2008

História do Futebol









Copa de 1950 no Brasil, foto de Charles Miller e bola de futebol do final do século XIX

O futebol é um dos esportes mais populares no mundo. Praticado em centenas de países, este esporte desperta tanto interesse em função de sua forma de disputa atraente.
Embora não se tenha muita certeza sobre os primórdios do futebol, historiadores descobriram vestígios dos jogos de bola em várias culturas antigas. Estes jogos de bola ainda não eram o futebol, pois não havia a definição de regras como há hoje, porém demonstram o interesse do homem por este tipo de esporte desde os tempos antigos.
O futebol tornou-se tão popular graças a seu jeito simples de jogar. Basta uma bola, equipes de jogadores e as traves, para que, em qualquer espaço, crianças e adultos possam se divertir com o futebol. Na rua, na escola, no clube, no campinho do bairro ou até mesmo no quintal de casa, desde cedo jovens de vários cantos do mundo começam a praticar o futebol.

Charles Miller : pai do futebol no Brasil
História do Futebol : origens

Origens do futebol na China

AntigaNa China Antiga, por volta de 3000 a.C, os militares chineses praticavam um jogo que na verdade era um treino militar. Após as guerras, formavam equipes para chutar a cabeça dos soldados inimigos. Com o tempo, as cabeças dos inimigos foram sendo substituídas por bolas de couro revestidas com cabelo. Formavam-se duas equipes com oito jogadores e o objetivo era passar a bola de pé em pé sem deixar cair no chão, levando-a para dentro de duas estacas fincadas no campo. Estas estacas eram ligadas por um fio de cera.

Origens do futebol no Japão
AntigoNo Japão Antigo, foi criado um esporte muito parecido com o futebol atual, porém se chamava Kemari. Praticado por integrantes da corte do imperador japonês, o kemari acontecia num campo de aproximadamente 200 metros quadrados. A bola era feita de fibras de bambu e entre as regras, o contato físico era proibido entre os 16 jogadores (8 para cada equipe). Historiadores do futebol encontraram relatos que confirmam o acontecimento de jogos entre equipes chinesas e japonesas na antiguidade.

Origens do futebol na Grécia e Roma
Os gregos criaram um jogo por volta do século I a.C que se chamava Episkiros. Neste jogo, soldados gregos dividiam-se em duas equipes de nove jogadores cada e jogavam num terreno de formato retangular. Na cidade grega de Esparta, os jogadores, também militares, usavam uma bola feita de bexiga de boi cheia de areia ou terra. O campo onde se realizavam as partidas, em Esparta, eram bem grandes, pois as equipes eram formadas por quinze jogadores.Quando os romanos dominaram a Grécia, entraram em contato com a cultura grega e acabaram assimilando o Episkiros, porém o jogo tomou uma conotação muito mais violenta.

O futebol na Idade Média
Há relatos de um esporte muito parecido com o futebol, embora usava-se muito a violência. O Soule ou Harpastum era praticado na Idade Média por militares que dividiam-se em duas equipes : atacantes e defensores. Era permitido usar socos, pontapés, rasteiras e outros golpes violentos. Há relatos que mostram a morte de alguns jogadores durante a partida. Cada equipe era formada por 27 jogadores, onde grupos tinham funções diferentes no time: corredores, dianteiros, sacadores e guarda-redes.
Na Itália Medieval apareceu um jogo denominado gioco del calcio. Era praticado em praças e os 27 jogadores de cada equipe deveriam levar a bola até os dois postes que ficavam nos dois cantos extremos da praça. A violência era muito comum, pois os participantes levavam para campo seus problemas causados, principalmente por questões sociais típicas da época medieval. O barulho, a desorganização e a violência eram tão grandes que o rei Eduardo II teve que decretar uma lei proibindo a prática do jogo, condenando a prisão os praticantes. Porém, o jogo não terminou, pois integrantes da nobreza criaram um nova versão dele com regras que não permitiam a violência. Nesta nova versão, cerca de doze juízes deveriam fazer cumprir as regras do jogo.

O futebol chega à Inglaterra
Pesquisadores concluíram que o gioco de calcio saiu da Itália e chegou a Inglaterra por volta do século XVII. Na Inglaterra, o jogo ganhou regras diferentes e foi organizado e sistematizado. O campo deveria medir 120 por 180 metros e nas duas pontas seriam instalados dois arcos retangulares chamados de gol. A bola era de couro e enchida com ar. Com regras claras e objetivas, o futebol começou a ser praticado por estudantes e filhos da nobreza inglesa. Aos poucos foi se popularizando. No ano de 1848, numa conferência em Cambridge, estabeleceu-se um único código de regras para o futebol. No ano de 1871 foi criada a figura do guarda-redes (goleiro) que seria o único que poderia colocar as mãos na bola e deveria ficar próximo ao gol para evitar a entrada da bola. Em 1875, foi estabelecida a regra do tempo de 90 minutos e em 1891 foi estabelecido o pênalti, para punir a falta dentro da área. Somente em 1907 foi estabelecida a regra do impedimento.
O profissionalismo no futebol foi iniciado somente em 1885 e no ano seguinte seria criada, na Inglaterra, a International Board, entidade cujo objetivo principal era estabelecer e mudar as regras do futebol quando necessário. No ano de 1897, uma equipe de futebol inglesa chamada Corinthians fez uma excursão fora da Europa, contribuindo para difundir o futebol em diversas partes do mundo. Em 1888, foi fundada a Football League com o objetivo de organizar torneios e campeonatos internacionais.
No ano de 1904, foi criada a FIFA ( Federação Internacional de Futebol Association ) que organiza até hoje o futebol em todo mundo. É a FIFA que organiza os grandes campeonatos de seleções ( Copa do Mundo ) de quatro em quatro anos. Em 2006, aconteceu a Copa do Mundo da Alemanha, que teve a Itália como campeã e a França como vice. A FIFA também organiza campeonatos de clubes como, por exemplo, a Copa Libertadores da América, Copa da UEFA, Liga dos Campeões da Europa, Copa Sul-Americana, entre outros.

História do Futebol no Brasil
Nascido no bairro paulistano do Brás, Charles Miller viajou para Inglaterra aos nove anos de idade para estudar. Lá tomou contato com o futebol e, ao retornar ao Brasil em 1894, trouxe na bagagem a primeira bola de futebol e um conjunto de regras. Podemos considerar Charles Miller como sendo o precursor do futebol no Brasil.
O primeiro jogo de futebol no Brasil foi realizados em 15 de abril de 1895 entre funcionários de empresas inglesas que atuavam em São Paulo. Os funcionários também eram de origem inglesa. Este jogo foi entre FUNCIONÁRIOS DA COMPANHIA DE GÁS X CIA. FERROVIARIA SÃO PAULO RAILWAY.
O primeiro time a se formar no Brasil foi o SÃO PAULO ATHLETIC, fundado em 13 de maio de 1888.
No início, o futebol era praticado apenas por pessoas da elite, sendo vedada a participação de negros em times de futebol.
Em 1950, a Copa do Mundo foi realizada no Brasil, sendo que a seleção brasileira perdeu o título, em pleno Maracanã, para a seleção Uruguaia (Uruguai 2 x Brasil 1). Em 2014, a Copa do Mundo de Futebol será realizada novamente no Brasil.

CAMPEONATO PARAENSE DE FUTEBOL FEMININO












CAMPEONATO PARAENSE - 2008
1º Turno / Fase Classificatória

1ª Rodada
JOGOS / DATA / DIA / HORA / LOCAL
Independente 2 x 5 Sacramenta 16/03 DOM 10:30 CEJU
Estrela 7 x 4 Terra Firme 16/03 DOM 08:30 CEJU
Tuna Luso 3 x 1 Ananindeua 16/03 DOM 09:00 Francisco Vasques

2ª Rodada
Estrela 3 x 3 Independente 30.03 DOM 08:30 CEJU
Terra Firme 0 x 9 Tuna Luso 30.03 DOM 09:00 Francisco Vasques
Ananindeua 2 x 5 Sacramenta 30.03 DOM 10:00 CEJU

3ª rodada
Estrela 4 x 3 Ananindeua 06.04 DOM 08:30 CEJU
Sacramenta 2 x 1 Tuna Luso 06.04 DOM 09:00 Francisco Vasques
Independente 5 x 1 Terra Firme 06.04 DOM 10:30 CEJU

4ª rodada
Tuna luso 1 x 1 Independente 13.04 DOM 08:00 Francisco Vasques
Estrela 1 x 7 Sacramenta 13.04 DOM 08:30 CEJU
Terra firme 0 x 5 Ananindeua 13.04 DOM 10:30 CEJU

5ª rodada
Sacramenta x Terra Firme 20.04 DOM 08:30 CEJU
Estrela x Tuna luso 20.04 DOM 09:00 Francisco Vasques
Independente x Ananindeua 20.04 DOM 10:30 CEJU

Classificação
Time PG / J / V / E / D / GP / GC / SG

1º Sacramenta Esporte Clube: 12/4/4/-/-/19/6/13
2º Tuna Luso Brasileira: 7/4/2/1/1/14/4/10
3º Estrela: 7/4/2/1/1/15/17/-2
4º Clube Atlético Independente: 5/4/1/2/1/11/10/1
5º Clube Municipal de Ananindeua: 3/4/1/-/3/11/12/-1
6º Terra Firme Esporte Clube: -/4/-/-/4/5/26/-21
Fonte: http://www.fpfpara.com.br/portal/site/futfemino/paraense/2008/tabparaense/ParaFeminino2008_tabelaGeral.html

domingo, 13 de abril de 2008

NOVO EMPATE!














Lucena ainda procura a equipe ideal.

Tuna e Tiradentes empatam no Souza
Tuna Luso
e Tiradentes empataram em 0X0, ontem no Souza. O principal destaque do jogo foi o bom goleiro luso, Leandro. Ele fez pelo menos duas grandes defesas e salvou a equipe de mais uma derrota dentro de casa, defendendo um pênalti no final do jogo. A Tuna joga contra o Pedreira na próxima rodada, novamente no Souza.
A Lusa paraense teve apenas uma chance de gol em toda a partida. Marceliho cruzou da direita e o atacante Albertinho completou, mas para a arquibancada. A Tuna mostrou alguns bons valores individuais, como o lateral Johnny e os meio-campistas Alex Pinho e Japonês e o estreante goleiro Leandro. O atacante Albertinho se esforçou mas ainda não mostrou o bom futebol de quando jogava no Paysandu.
Euber, atacante da Lusa, lembrou que o time apresentou várias mudanças e ainda irá melhorar dentro da competição. 'Estamos ajeitando o time aos poucos para esse segundo turno. Hoje (ontem) a sorte não esteve do nosso lado e não conseguimos vencer', afirmou.

Goleiro da Tuna pegou até pênalti e se destaca na partida
O goleiro Leandro, da Tuna, foi o grande destaque do jogo. No final do segundo tempo, aos 42 minutos, Léo Oliveira, do Tiradentes, foi derrubado dentro da área e o juiz marcou penalti. Os 299 sofredores que pagaram para ver uma possível reação Lusa, já esperavam mais uma derrota tunante nesse Parazão, quando Kévison cobrou o pênalti e Leandro voou no canto inferior esquerdo para fazer uma importante defesa e salvar a Tuna de mais uma derrota.
Leandro veio do Tocantinópolis-GO para o Pedreira mas jogou apenas duas vezes pelo time da Ilha até ir para o Souza.

Resultados da primeira rodada do segundo turno do Parazão 2008:
Tiradentes 0 X 0 Tuna Luso
Remo 3 X 0 Pedreira (13/04, domingo - Baenão)
São Raimundo 0 X 1 Paysandu (13/04, domingo - Barbalhão)
Águia 3 X 0 Vila Rica/Cametá (12/04, sábado - Marabá)
Ananindeua 1 X 1 Castanhal (12/04, sábado - Curuzu)

sábado, 12 de abril de 2008

TUNA ESTRÉIA AMANHÃ CONTRA TIRADENTES


Lucena tem dúvidas no meio-campo da Tuna
Uma dúvida no time da Tuna para o jogo de estréia no segundo turno amanhã contra o Tiradentes, no Souza. O técnico Carlos Lucena está indeciso entre os meias Dudu, 17, e Marcelinho, 28, para o complemento do setor de meio-campo. O primeiro começa a aparecer agora - estreou no clássico contra o Paysandu, na Curuzu, onde a Lusa caiu por 1 a 0. Se entrar jogando, é sua segunda partida no time profissional. O outro joga como titular desde ano passado. No entanto, com um reserva à altura, se bobear, pode perder a condição de titular.
No coletivo de ontem, com o retorno de Alexandre Pinho, cada um jogou um tempo na equipe principal. A situação não é inusitada, do ponto de vista do técnico Carlos Lucena, mas demonstra o grau de competividade que reina no time tunante. Outro exemplo acontece na lateral-esquerda: Johny, que não teve chance no primeiro turno, agora é titular absoluto da posição.
Depois de tantas experiências na linha ofensiva, Carlos Lucena encontrou, ao que parece, o par perfeito para o eterno problema da falta de gols da Lusa: Wellington e Albertinho. Durante os treinos de bola na semana, a dupla assinalou vários tentos nos reservas. No coletivo de ontem, Wellington fez um gol, Albertinho outro e Japonês completou o placar de 3 a 0 para os titulares. O time está definido, com exceção da dúvida no meio que, segundo Lucena, será definida momentos antes do jogo.
Fonte: Amazônia Hoje - Edição de 12/04/2008
PARAZÃO 2008 - PRIMEIRA RODADA DO SEGUNDO
SÁBADO - 12/04/08:
ANANINDEUA 1 X 1 CASTANHAL (FINAL)
Ananindeua 1 X 0: Nélio 12'2º
Castanhal 1 X 1: Sinézio (falta) 42'2º
Em Marabá-19h30
ÁGUIA X CAMETÁ/VILA RICA
DOMINGO - 13/04/08:
No Souza - 10h TIRADENTES X TUNA
No Baenão - 16h PEDREIRA X REMO
Em Santarém - 17h SÃO RAIMUNDO X PAYSANDU
Fonte: Rádio clube do Pará

quinta-feira, 10 de abril de 2008

Tuna terá reforços no segundo turno


A Tuna Luso terá o retorno de alguns jogadores titulares que estavam entregues ao departamento médico devido a contusões. O técnico Carlos Lucena recebeu a notícia do Dr. Bruno Costa, fisioterapeuta do clube. O capitão João Gomes e o meia Alexandre Pinho estão prontos para retornarem na primeira rodada do segundo turno. O goleiro Leandro, devidamente legalizado, e o lateral direito Edson, do sub-20, farão suas estréias no time. Espera-se uma melhora no desempenho da equipe nesse segundo turno, visto que, ao contrário do primeiro turno, a maioria dos jogos da Tuna serão realizados fora de Belém.
Segundo o Dr. Bruno, o atacante Róbson Alex só poderá jogar a partir da segunda rodada. Lucena poderá fazer algumas alterações no time titular contando com a volta de João Gomes que fará dupla com George ou Ivair na zaga. Alexandre Pinho e Wilson estarão juntos no meio campo.

A Tuna Luso estréia no segundo turno do Campeonato Paraense no próximo domingo, dia 13, contra o Tiradentes, no estádio do Souza.

TABELA - 2ª FASE - 2º TURNO
Taça Estado do Pará- 1ª Etapa (Classificatória)
1ª rodada

JOGOS DATA DIA HORA LOCAL
Pedreira x Remo 12.04.08 SÁB 16:00 Mangueirão - Belém
Águia x Vila rica 12.04.08 SÁB 19:30 Zinho de Oliveira - Marabá
Tiradentes x Tuna 13.04.08 DOM 10:00 Souza - Belém
Ananindeua x Castanhal 13.04.08 DOM
São Raimundo x Paysandú 13.04.08 DOM

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Tuna ganha atacante


Ausente há quase dois meses, Wellington retorna ao time e marca gol em coletivo.
A Tuna Luso continua as preparações para a estréia no segundo turno do Campeonato Paraense, contra o Tiradentes. Para a partida do domingo, no estádio do Souza, o técnico Carlos Lucena já conta com um reforço no ataque: o atacante Wellington, afastado há 50 dias do elenco, que retornou bem aos treinamentos e marcou um gol no mini-coletivo realizado ontem.
Embora não agüente o ritmo de 90 minutos em uma partida, o centroavante disse que já pode jogar pelo menos um tempo. Com o retorno de Wellington, Lucena ganha mais uma opção para o ataque - um dos setores mais carentes do time no primeiro turno. Agora, são três atacantes à sua disposição: Albertinho, Wellington e Cleozinho. Apenas Wanderley continua no departamento médico.
Com quase cinco meses de salários atrasados, os jogadores da Tuna receberam ontem uma boa notícia do presidente Marcos Moraes. De acordo com o dirigente, o clube deverá pagar, antes do jogo contra o Tiradentes, no próximo domingo, um mês de salário aos atletas. O anúncio ocorreu após o treino matinal comandado pelo técnico Carlos Lucena.
Segundo o presidente, a Tuna enfrenta problemas de caixa desde o começo do campeonato e, por isso, demora a saldar os compromissos financeiros com jogadores e funcionários. No ano passado, Moraes encarou a mesma questão, mas conseguiu equilibrar as finanças. Mas em 2008, os cruzmaltinos perderam as cotas de patrocínio, o que dificultou a manutenção dos salários em dia.
Fonte: Amazônia Hoje - Edição de 09/04/2008

terça-feira, 8 de abril de 2008

Ações da ATAT e seus colaboradores


Realizações recentes, em prol da Tuna Luso, provenientes de parceria entre ATAT, seus associados e colaboradores:

1) Aquisição de 10 bolas novas de futebol da marca Poker - doação do grupo OCRIM;

2) Fornecimento mensal de 02 caixas de biscoito doce, 02 caixas de biscoito salgado e 02 caixas de espaguete para ajudar no complemento alimentar dos atletas da Tuna Luso - doação do grupo OCRIM;

3) Ajuda de R$500,00 para o pagamento da transferência do jogador Rodrigo, em parceria com a Tuna que completou o pagamento com mais R$400,00, somando R$900,00 - doação de vários colaboradores anônimos;

4) Conserto de uma máquina de lavar roupas doméstica da lavanderia, no valor de R$120,00 - doação dos colaboradores João Araujo e Fernando em nome da ATAT;

5) Aquisição de solda elétrica para reparo das traves metálicas móveis, doadas pela ATAT no ano passado, usadas em treinamento de goleiros, que encontram-se danificadas pela ação do tempo - doação de colaboradores da ATAT;

6) Fornecimento de tijolos e cimento para a construção da nova bilheteria que dá acesso ao estádio do Souza, pelo estacionamento do clube, em parceria com a Tuna Luso e do abnegado Sr. João Pisco;

7) Compra de materiais de construção, pagamento de mão de obra e construção de cerca meio metro do prolongamento vertical do muro de proteção das arquibancadas laterais para proteger os torcedores da chuva - parceria com diversos colaboradores da ATAT;
8) Fornecimento periódico de caldo de cana "garapa", como fortificante energíetico, por solicitação da comissão médica do clube, para os atletas de futebol profissional durante os treinamentos, três dias por semana e em dias de jogos - custo de R$60,00 por mês doados pela ATAT.

Todos os recursos levantados pela ATAT, sejam eles oriundos de mensalidades de seus associados ou de doações de colaboradores, são revertidos exclusivamente e integralmente para realização de serviços nas instalações do clube e aquisição de materiais diversos para uso na Tuna Luso. A ATAT é apenas uma fonte colaboradora e arrecadadora desses recursos para realização de obras e melhoramentos, seja na área esportiva ou na social do clube.

Você também pode fazer parte do nosso time. Seja um de nossos colaboradores e envie a sua contribuição ou doação. Entre em contato conosco!

e-mail: gerardo.monteiro@gmail.com
Fone: 091 9119-5753 João Araujo