BLOG TUNANTE

sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Conheça um pouco sobre a TIMEMANIA



A Timemania é a mais nova modalidade de loterias da Caixa. Nela, você concorre a uma bolada e ainda ajuda o seu time do coração. Além disso, 10% do valor destinado à premiação são reservados para os próximos concursos de finais zero e cinco, fazendo com que os prêmios se tornem ainda mais atrativos.

A Timemania é uma modalidade de loteria onde são marcadas 10 (dez) dezenas dentre as 80 (oitenta) existentes no volante e, também, um time do coração dentre os 80 (oitenta) existentes.
Periodicidade e Premiação

A Timemania é sorteada uma vez por semana, aos sábados, no Caminhão da Sorte em locais públicos, ou no auditório da sede da Caixa Econômica Federal, em Brasília.O prêmio bruto corresponde a 46% da arrecadação. Deste valor, será deduzido o montante destinado ao pagamento das faixas de prêmios com valores fixos, conforme segue:
• R$2,00 para os acertadores de 3 dezenas• R$6,00 para os acertadores de 4 dezenas• R$2,00 para os acertadores do Time do Coração.

Após a apuração dos ganhadores das faixas de prêmios com valores fixos, o valor remanescente do total destinado à premiação é distribuído para as demais faixas de prêmios, de acordo com o demonstrado abaixo:

• 40% para os acertadores de 7 dezenas• 30% para os acertadores de 6 dezenas • 20% para os acertadores de 5 dezenas

Não existindo aposta premiada em qualquer uma das faixas de premiação, o valor destinado aos prêmios fica acumulado para a 1ª faixa do concurso seguinte.
CAIXA divulga a primeira apuração dos Times do Coração na Timemania (28/2/2008 15:03:00)

Quem tem a maior e mais apaixonada torcida do Estado entre os clubes que fazem parte da Timemania? Corinthians, São Paulo ou Palmeiras? A julgar pelo primeiro balanço de apostas divulgado nesta quarta-feira (27), pela Caixa Econômica Federal, o Corinthians detém até o momento a preferência dos torcedores paulistas. O alvinegro lidera a lista com 9,23% do total de apostas, seguido pelo São Paulo, 7,29%, e pelo Palmeiras, 5,87%. Figuram ainda na lista dos mais apostados o Santos, 4,47%, e Ponte Preta, 0,77%. O 1º sorteio da Timemania será realizado em São Paulo (SP), no próximo sábado (1º de março), às 20h30 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo da TV Bandeirantes. As apostas podem ser feitas até às 19h do sábado.
(Fonte: http://www.loteriabrasil.com.br/noticias.asp)

TIMEMANIA - Papão é o 24º nas apostas
Quem tem a maior e mais apaixonada torcida entre os clubes que fazem parte da Timemania? Corinthians ou Flamengo? Para alegria dos torcedores rubro-negros, o clube carioca lidera a disputa, de acordo com balanço parcial divulgado ontem pela Caixa Econômica Federal. O Flamengo é o primeiro do ranking nacional com 11,6% do total de apostas, seguido por Corinthians (9,2%) e São Paulo (7,2%). Na disputa regional, o time da Gávea mantém vantagem sobre Vasco da Gama (3,7%), Botafogo (2,9%) e Fluminense (2,7%). O Paysandu é o clube do Pará melhor posicionado no ranking nacional, com 0,7%, em 24o lugar, o Remo aparece em 29o com 0,6% de preferência e a Tuna vem em 72o com 0,3%.Entre os paulistas, atrás de Corinthians e São Paulo aparecem o Palmeiras, com 5,8% das apostas e o Santos, com 4,4%. Para o vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias da Caixa, Moreira Franco, os números vão estimular uma competição saudável entre os torcedores.“ A torcida do Vasco não vai querer ver seu time atrás do Flamengo. Assim como a do Palmeiras não vai querer ficar atrás do Corinthians. Esse é o grande atrativo da Timemania. Além de concorrer a prêmios, o torcedor ajudará seu time e ainda poderá dizer para todo o país que seu clube tem a torcida mais apaixonada”, afirma Moreira Franco.No Sul, a disputa entre gremistas e colorados está acirrada. O Grêmio é o 6o no quadro geral, com 4,4% das apostas, enquanto o rival Inter ocupa a 7a posição, com 3,8% das indicações dos torcedores.Em Minas Gerais, o Cruzeiro leva vantagem sobre o Atlético, com 3,2% contra 2,4%. Já no Nordeste, o Bahia está na liderança, seguido pelo Sport Club do Recife. O 1o sorteio da Timemania será realizado em São Paulo (SP), no próximo sábado (1o de março), às 20h30 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo da TV Bandeirantes. As apostas podem ser feitas até as 19 horas do dia do sorteio
(Fonte: Diário do Pará – 29/02/2008)
SE FOR FAZER UMA FEZINHA NA TIMEMANIA, ESCOLHA
E MARQUE A TUNA LUSO COMO SEU CLUBE DO CORAÇÃO.

Tuna Luso X Vila Rica/Cametá

Campeonato Paraense 2.008
Data: 01/03/2008 (sábado)
Local: Souza

Hora: 10:00h
Ingresso: R$10,00







Segundo informações que recebemos do representante da DITTZ, fornecedora mineira do material oficial da Tuna Luso Brasileira em 2008, o novo uniforme da Lusa deverá chegar nas lojas de Belém e na boutique da Tuna em aproximadamente 15 dias, contados a partir de hoje. Vamos esperar que realmente chegue logo pois temos tido muitos pedidos de camisas da Tuna, inclusive de admiradores de outros estados do Brasil, como Rio de Janeiro e Paraná. A bola agora está com vocês da DITTZ. Nosso blog está de portas abertas para fazer a divulgação da marca, é só mandar!
Site da DITTZ:

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Tuna Luso é eliminada da Copa do Brasil













A Tuna foi eliminada ontem à noite, pelo Cotitiba, da primeira fase da Copa do Brasil. Em jogo sob temperatura de 16 graus, a Tuna não resistiu ao Coritiba e foi goleada por 6 a 0 no estádio Couto Pereira, em Curitiba. Assim como em 1992/2003/2004, a Lusa foi eliminada na fase inicial do torneio. Agora, as atenções voltam-se apenas para o Parazão. Carlos Lucena e seus comandados enfrentarão o arisco Vila Rica/Cametá, no próximo sábado, no Souza.

Local: Couto Pereira (Curitiba)
Renda: R$ 94.425,00
Público pagante: 8.901

Coritiba
Édson Bastos, Dick Maurício, Jéci (Nenê), R. Cardoso (Ricardinho), Veiga Leandro, Donizete, Pedro Ken, Marlos (Lamartine), Henrique Dias, Keirrison
Técnico: Dorival Júnior

TUNA LUSO
Jackson, Hugo Deleon, João Gomes, Alex Rava, Japonês (Ivair), Wilson, Jackson Braga, Pelezinho (M. Capanema), Marcelinho, Róbson Alex, Wanderlei (Zé Augusto)
Técnico: Carlos Lucena

Coritiba 1 a 0: Henrique, 11’/1ºT; Coritiba 2 a 0: Pedro Ken, 33’/1ºT;Coritiba 3 a 0: Henrique, 14’/2ºT;Cortiba 4 a 0: Keirrison, 18’/2ºT;Cortiba 5 a 0: Renatinho, 42’/2ºT;Coritiba 6 a 0: Keirrison, 46’/2ºT
Cartões amarelos: Dick (Coritiba), Hugo Deleon, João Gomes, Alex Rava, Pelezinho e Róbson Alex (Tuna)
Cartões vermelhos: João Gomes e Hugo Deleon (Tuna)
Árbitro: Marco Antônio Martins/SC

Tuna Luso e ATAT agradecem aos colaboradores e patocinadores


A ATAT vem novamente agradecer pela ajuda recebida, através de doações, de empresas locais e colaboradores amigos da Tuna, que há muito vem nos prestigiando e ajudando nas obras efetuadas no clube, em especial nas dependências do estádio do Souza. Incluimos também as participações nas transferências de alguns jogadores para o clube. Agradecemos aos nossos patrocinadores oficiais pela confiança investida no clube. Isto prova que ainda existem pessoas e empresas que acreditam na Tuna Luso Brasileira e confiam na gestão da diretoria da ATAT para gerenciar a verba doada em prol deste centenário e histórico clube.

COLABORADORES: Panificadora São Romão; Panificadora Plaza; Panificadora Fé; Panificadora Utinga; Supermercado e Panificadora Cruzmaltina; Panificadora Metrópole; L.G. Serviços; Importador das Máquinas; Panificadora Santa Clara; Panificadora Avenida; Supermercado Estrela D'Alva; Afonso Auto-Peças e Casa das Borrachas.

João Pisco; Alírio Gonçalves; Manuel Américo; Jaime Eiras; Fernando Gouvéia, João Araújo Evangelista; Gerardo Monteiro; Procópio Oliveira; Augusto Lapa Viana; Hélio Prata; Américo Barata; Oscar Rosas; Júlio Coimbra; Genésio Mangine; Éder Pisco; Zé Gomes; Luis Otávio; Armando Mourão; Roberto (Café com Arte); Paulo Roberto Araújo; João Mendonça; Manuel Tourinho; João Eudes Júnior; Antonio Peixoto e Antonio Lajes Gomes, além de muitos outros companheiros que ajudam a Tuna de uma maneira ou de outra.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Coxa disputa vaga com Tuna Luso














Time venceu as três últimas no Paranaense e conta com o atacante Keirrison para avançar
(Fonte: GLOBOESPORTE.COM)

Com esse expressivo resultado, o técnico Dorival Júnior vai manter a formação que bateu o Toledo. Dessa maneira, Maurício segue na zaga ao lado de Jéci. E Dick está confirmado lateral-direita. E formação completa do time do Coxa é: Édson Bastos, Dick, Maurício, Jéci e Rubens Cardoso; Veiga, Leandro Donizete, Marlos e Pedro Ken; Henrique Dias e Keirrison.

Tuna Luso, invicta no paraense
Confiante com a invencibilidade no
Campeonato Paraense, A Tuna Luso vai tentar surpreender o Coritiba e passar para a segunda fase da Copa do Brasil. O time venceu o São Raimundo de virada, por 3 a 2, na última rodada e espera repetir o resultado contra o Coxa. O time comandado por Carlos Lucena vai a campo com Jackson Souza, Hugo Deleon, João Gomes, Alex Rava e Japonês; Wilson, Jackson Braga, Pelezinho e Marcelinho; Róbson Alex e Fabinho.

Vejam os vídeos:
http://www.youtube.com/watch?v=KN7Lv21j08k
http://globoesporte.globo.com/ESP/Noticia/0,,MUL324956-4409,00.html

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

As estrelas da Tuna Luso Gigantes do Norte













Por: Von

"Vagner Love" é o cara!
O
time da Tuna Luso Gigantes do Norte, teve uma pequena pausa em sua jornada e folgou neste último domingo, devido o São Raimundo não ter concordado que os anões jogassem na preliminar do jogo contra a Tuna Luso. Segundo informações que recebemos, o Pantera da Santarém era o mandante do jogo e não aceitou a peleja preliminar dos baixinhos. Não teve problema nenhum para o Gigantes pois os baixinhos continuam treinando e se preparando para enfrentar seus próximos adversários. No jogo principal a Tuna acabou vencendo por 3 x 2.
Enquanto os baixinhos treinam, os profissionais da Tuna Luso viajam para enfrentar o time do Coritiba nesta quarta-feira, 28/02, no Couto Pereira. Boa sorte aos baixinhos e aos grandinhos também.

Coritiba treina firme para enfrentar a Tuna.

O técnico Dorival Júnior comandará na manhã de hoje o último treinamento do Coritiba antes da partida contra a Tuna Luso-PA, amanhã , às 20h30min, no Estádio Couto Pereira, válida pela Copa do Brasil. Como a equipe vem de uma goleada sobre o Toledo por 6 a 0 no Paranaense, a tendência é que não ocorram mudanças no time titular.
Motivado com a volta dos gols, o atacante Keirrison espera que a equipe repita o bom desempenho dos últimos jogos no Paranaense para passar à segunda fase da Copa do Brasil. 'Com o passar dos jogos, a equipe vem crescendo de produção e com isso as vitórias estão sendo conquistadas. Fico feliz por ter voltado a marcar gols e espero que possa fazer um grande jogo na quarta-feira. O entrosamento está melhorando e com muita luta e humildade vamos buscar o resultado', diz o atacante.
(Fonte: Amazônia Hoje – 26/02/2008)

Vejam os gols mais recentes da Tuna:
Gol de Zé Augusto, no jogo Tuna 1 x 0 Castanhal (20/02/08)
http://www.youtube.com/watch?v=_UZND3e-yXQ
Gols da virada da Tuna sobre o São Raimundo (24/02/08)

Copa do Brasil - Tuna x Coritiba (jogo de volta)

De acordo com notícias divulgadas no site dos coxanautas, o técnico Dorival Jr. mantém a base do time do coxa-branca para o jogo contra a Tuna. O site oficial do Coritiba divulgou a relação de atletas que entram em concentração par ao jogo desta quarta-feira à noite, contra a Tuna Luso.Para esta partida, Dorival Jr. fará um rodízio entre os volantes. Tiago Bernardi fica de fora do jogo, com Rodrigo Mancha concentrando com os demais.Confira os 18 jogadores que concentram nesta terça-feira:Goleiros: Edson Bastos e VanderleiZagueiros: Maurício, Nenê e JeciLaterais: Dick, Ricardinho e Rubens CardosoVolantes: Leandro Donizette, Rodrigo Mancha, VeigaMeias: Marlos, Pedro Ken e RenatinhoAtacantes: Henrique Dias, Keirrison, Matheus e Thiago Silvy.
(Fonte: http://www.coxanautas.com.br/)

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

SAIBA O QUE ACONTECE EM SEU CLUBE





SEGUE RELATÓRIO DA TUNA SOCIAL EVENTOS 2007
Fonte: Salatiel Pereira Campos

-RENEGOCIAÇÃO DE PASSIVOS COM A AMBEV; -PAGAMENTOS REALIZADOS PELA TESOUSARIA; -NEGOCIAÇÃO DE UM CONTROLE DE ACESSO AO AMBIENTE SOCIAL DO CLUBE ATRAVÉS DE CATRACA ELETRÔNICA. EXECUÇÃO PELA VICE PRESIDÊNCIA ADMINISTRATIVA FINANCEIRA; -REESTRUTURAÇÃO CONCEITUAL DOS EVENTOS NO CLUBE BLOQUEANDO A AGENDA DE EVENTOS PARA FINS LUCRATIVOS DE TERCEIROS E PROMOVENDO A REALIZAÇÃO DE EVENTOS DE CONFRATERNIZAÇÃO NOS VÁRIOS AMBIENTES DO CLUBE QUE POSSIBILITASSE O RESGATE SOCIAL DA HISTORIA SECULAR DA TUNA LUSO BRASILEIRA; -REALIZAÇÃO DO CONCURSO RAINHA DOS ESPORTES CRUZMALTINOS À PÉRGULA DA PISCINA INFANTIL COM EXPOSIÇÃO DOS PRINCIPAIS TROFÉUS CONQUISTADOS PELA TUNA EM SUA HISTÓRIA E DE UM BARCO DE REMO SKIFF; -PARTICIPAÇÃO NO CONCURSO RAINHA DAS RAINHAS DO CARNAVAL 2007; -LANÇAMENTO DA CANDIDATA AO CONCURSO RAINHA DAS RAINHAS EM PARCERIA COM A ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO PARÁ; -REALIZAÇÃO DO SUPER BAILE INFANTIL DE CARNAVAL NA BOITE; -REALIZAÇÃO DO SHOW DE BETO E LENO NO CASTELINHO – PROMOÇÃO DOS ESTUDANTES DE MEDICINA VETERINÁRIA DA UFRA; -REALIZAÇÃO DE MISSA CAMPAL EM HOMENAGEM AO DIA INTERNACIONAL DA MULHER COM APRESENTAÇÃO DE POETAS E POETISAS PARAENSES PARA DESTACAR AS MULHERES CRUZMALTINAS DO ANO 2007, SENHORAS MARIA SARAIVA DE OLIVEIRA, SONIA REGINA DA SILVA GONÇALVES, SUELI OLIVEIRA, MARIA LUCIA PENEDO E MARIA DE NAZARE GUIMARÃES; -REALIZAÇÃO DE MISSA CAMPAL NO DOMINGO DE PÁSCOA COM HOMENAGEM AO TRABALHADOR DESTAQUE, SENHOR BIRIGUI QUE GANHOU UMA BICICLETA DOADA PELO SÓCIO BENEMÉRITO E EX-PRESIDENTE GENÉSIO MANGINI COM MUITA BRINCADEIRA COM PALHAÇOS E COELHINHOS E BRINDES ÀS CRIANÇAS CRUZMALTINAS; -REALIZAÇÃO DA FESTA DE FLASH BACK “A NOITE DA BRILHANTINA E DO LAQUÊ”; -REALIZAÇÃO DA FESTA COM JANTAR DANÇANTE EM HOMENAGEM AO DIA DAS MÃES COM A BANDA CANNON; -REALIZAÇÃO DO PRIMEIRO JANTAR DE CONFRATERNIZAÇÃO DA DIRETORIA, MANDATO 2007 / 2008; -REALIZAÇÃO DE MISSA CAMPAL DE AÇÃO DE GRAÇAS EM HOMENAGEM AO DIA DAS MÃES COM APRESENTAÇÃO DE POETAS E POETISAS PARAENSES PARA DESTACAR AS MÃES CRUZMALTINAS DO ANO 2007, SENHORAS ANA CELIA SOARES DA SILVA, CLAUDIA BATISTA, GISELA TRAVASSOS RIBEIRO, MIRIAN ALBUQUERQUE E MARIA HELENA MARQUES DA ROCHA; -REALIZAÇÃO DE UMA DOMINGUEIRA EM HOMENAGEM AO TIME DE FUTEBOL PROFISSIONAL, COMISSÃO TÉCNICA E DIRETORIA DE FUTEBOL PELA CONQUISTA DO TÍTULO DE VICE CAMPEÃO PARAENSE 2007; -REALIZAÇÃO DA FESTA “A NOITE DA PAIXÃO E DO AMOR” COM O SHOW DE CLEIDE MORAES; -REALIZAÇÃO DA FESTA DE SÃO JOÃO COM BANHO DE CHEIRO, BRINCADEIRAS JUNINAS, QUADRILHA DA MELHOR IDADE, PALHAÇOS E DANÇAS FOLCLÓRICAS; -REALIZAÇÃO DA FESTA DE SÃO PEDRO “O ARRAIAL CRUZMALTINO” COM O SHOW DA BANDA CANNON E ATRAÇÕES DE QUADRILHA JUNINA E DANÇA FOLCLÓRICA; -ATRAÇÃO COM MÚSICA AO VIVO TODOS OS DOMINGOS COM REVEZAMENTO DE VÁRIOS GRUPOS MUSICAIS; - LANÇAMENTO DA FEIJOADA AO TOC TOC NO CASTELINHO COM MÚSICA AO VIVO UM SÁBADO POR MÊS; -ELABORAÇÃO DO PROJETO “EVENTOS EM PARCERIA COM OS DEPARTAMENTOS DO CLUBE” PARA CONTRIBUIR COM A RECUPERAÇÃO E MELHOR ANDAMENTO DOS MESMOS;
-RECUPERAÇÃO E RECADASTRAMENTO DOS TROFÉUS CONQUISTADOS PELA TUNA; -REVITALIZAÇÃO DO PARQUE INFANTIL, COM APOIO DO SÓCIO PAULO PIMENTA; -JUNTADA E REORDENAÇÃO DOS LIVROS HISTÓRICOS DO CLUBE EM AMBIENTE PRONTO PARA REVITALIZAÇÃO; -REALIZAÇÃO DE MISSA CAMPAL DE AÇÃO DE GRAÇAS EM HOMENAGEM AO DIA DOS PAIS PARA DESTACAR AS PAIS CRUZMALTINOS DO ANO 2007, SENHORES LAURIMAR CAMPELO, ALVARO VIGÁRIO, ALONSO CARDOSO , AVELINO TAVARES E CELESTINO VIDONHO; -PARTICIPAÇÃO NO CONCURSO GAROTA VERÃO TEEN E GAROTA VERÃO MIRIM ORGANIZADO PELO PROMOTER FAISCA COM APOIO DAS O.R.M; CONSTRUÇÃO DE UM NOVO PALCO NO SALÃO VERMELHO COM O APOIO DOS SÓCIOS GERARDO MONTEIRO (VON), ARLINDO RODRIGUES E CARLOS LIMA; -REALIZAÇÃO DE 03 ( TRÊS ) BALADAS TEEN NA BOITE PARA ADOLESCENTES DE 12 A 19 ANOS AOS SÁBADOS DAS 17:00 ÀS 22:00 HORAS ( SEM O SUCESSO ESPERADO O PROJETO PARALISOU E ESTÁ NA FORMA EM STAND BY );
-MOBILIZAÇÃO E IMPLANTAÇÃO DO PROJETO DE CONSTRUÇÃO DE QUIOSQUES COM CHURRASQUEIRA, SENDO CONSTRUIDO O QUIOSQUE DA SAÚNA COM O ACOMPANHAMENTO DA VICE PRESIDÊNCIA DE PATRIMÔNIO;
-REALIZAÇÃO DA INÉDITA PROCISSÃO DO CÍRIO DE NAZARÉ CULMINANDO EM MISSA CAMPAL DE AÇÃO DE GRAÇAS EM HOMENAGEM AO DIA DAS CRIANÇAS COM BRINCADEIRAS INFANTIS, MUITOS BRINDES E HOMENAGENS COM DECORAÇÃO E FOGOS À PASSAGEM DA IMAGEM DA SANTA PELA FRENTE DO CLUBE; -IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO ASSOCIADO;
-REALIZAÇÃO DA FESTA “A NOITE ILUMINADA” COM A ATRAÇÃO DA BANDA CANON; REALIZAÇÃO DO CONCURSO GAROTO E GAROTA CAMISETA MOLHADA NA PÉRGUILA DA PISCINA INFANTIL; -LANÇAMENTO DA JOVEM MARIA LUCIA AZEREDO COMO CANDIDATA AO CONCURSO RAINHA DAS RAINHAS DO CARNAVAL 2008 REALIZANDO UMA PARCERIA INÉDITA ENTRE O CLUBE E A FAMÍLIA DA CANDIDATA RESGATANDO O MOVIMENTO JOVEM, GERANDO SUPORTE À CANDIDATA SEM A TUNA FAZER INVESTIMENTO FINANCEIRO DIRETO E QUE GEROU UM NOVO MOVIMENTO SOCIAL NO CLUBE; -REALIZADA BALADA DA BRILHANTINA COM A ATRAÇÃO DO DJ BECKMAN;
REALIZADO A PRIMEIRA FESTA DA RAINHA LUCIA COM DJ FABIO MENDES E MUITA ANIMAÇÃO NA BOITE DA TUNA; -REALIZAÇÃO DO GRANDE SHOW DANÇANTE COM O CANTOR HAROLDO REIS MARCANDO UM GRANDE RESGATE DE EVENTOS DE BOM NÍVEL E ALTO RESULTADO FINANCEIRO E SOCIAL AO CLUBE; -REALIZADO PLANTIO DE PLANTAS ORNAMENTAIS EM TORNO DA PISCINA INFANTIL E NA FRENMTE DO SALÃO VERMELHO; -CONSOLIDAÇÃO DA ESTRUTURA DA SALA “ TUNA SOCIAL
EVENTOS.COM ”; TERMO DE DOAÇÃO - “SALA DA TUNA SOCIAL EVENTOS.COM” paraense como sendo um clube tradicionalmente social e esportivo com origens luso brasileira, CONCENTROU esforços no sentido de arrecadar MATERIAIS “ EM FORMA DE DOAÇÃO ” para “REVITALIZAR A SALA DENOMINADA “TUNA SOCIAL EVENTOS.COM ”.
Este projeto teve como objetivo proporcionar uma melhor imagem ao Ambiente social e Organizacional do Departamento Social da TUNA LUSO BRASILEIRA e o fornecimento de uma infra estrutura para os trabalhos do setor que tem a responsabilidade de Promover os Eventos Sócio Culturais que a TUNA oferece aos seus Associados e Simpatizantes.
NESSE SENTIDO, O COMPROMISSO QUE A DIRETORIA SOCIAL ASSUMIU FOI O DE ARRECADAR RECURSOS MATERIAIS PARA A REFERIDA REVITALIZAÇÃO.
A seguir, apresentamos os nomes dos associados com os respectivos valores itens doados e que agindo assim contribuiram decisivamente para a revitalização do equipamento acima citado e que foi inaugurado formalmente no dia 17 de dezembro de 2007:

-JOSETE PAVÃO: VASO SANITÁRIO E CONJUNTO DE PIA; -JOÃO GUILHERME RIBEIRO: TAMPA DO VASO SANIT., SABONETEIRA, CESTO DE LIXO; -SALATIEL PEREIRA CAMPOS: APARELHO DE AR CONDICIONADO DE 10.000 BTUs, MESA DE COMPUTADOR, COMPUTADOR COMPLETO , ARMÁRIO DE ARQUIVO DE MATERIAIS, MESA PARA SUPORTE DE MATERIAL, TAPETE, MESA DE SUPORTE DE TELEFONE, CADEIRAS DE ESCRITÓRIO E LUMINÁRIA; -LEANDRO ROCHA: IMPRESSORA JATO DE TINTA; -PAULO PIMENTA: TINTA PARA PORTAS E PAREDE; -TUNA LUSO BRASILEIRA: MÃO DE OBRA CIVIL E ELÉTRICA;

Uma vez arrecado os recursos que viabilizavam o início das obras, a Vice Presidência de Patrimônio assumiu os rumos da REVITALIZAÇÃO da SALA .
É importante destacar que a obra já está concluída e os serviços e materiais contratados para a sua construção totalmente pagos.
A Diretoria Social acredita que agindo assim demonstrou seu comprometimento com os compromissos assumidos quando da posse juntamente com o Presidente Marcos Moraes de Lima e quer consolidar seu Projeto, no sentido de contribuir para a construção de NOVOS RUMOS para o futuro da TUNA LUSO BRASILEIRA.

-REALIZAÇÃO DA MISSA DE NATAL COM A DISTRIBUIÇÃO EM SORTEIO DE VÁRIOS BRINDES COM APRESENTAÇÃO ARTÍSTICA DA RAINHA LUCIA AZEREDO E DOIS GRUPOS DE DANÇA DIANTE DO PAPAI NOEL RAIMUNDO MENDES;

DEPARTAMENTO DE VOLEIBOL SOCIAL
-REVITALIZAÇÃO DA QUADRA DE VOLEIBOL SOCIAL E REALIZAÇÃO DE UM TORNEIO ENTRE SÓCIOS E ATLETAS DO CLUBE;
-REALIZAÇÃO DE PELADAS AOS DOMINGOS.

DEPARTAMENTO DE FUTEBOL SOCIAL
-REALIZAÇÃO CONSTANTE DAS PELADAS DE FUTEBOL AOS SÁBADOS A TARDE E JOGOS AMISTOSOS AOS DOMINGOS;
-JOGOS DE CONFRATERNIZAÇÃO “PELADA” NAS NOITES DE QUINTAS- FEIRAS COM FUNCIONAMENTO DO BAR DE CAMPO;
-SUSPENSÃO DA COLETA FINANCEIRA ENTRE OS ASSOCIADOS PARA A
OPERACIONALIZAÇÃO DO SETOR;
-REALIZAÇÃO DE JOGOS DE CONFRATERNIZAÇÃO COM VISITANTES NA CIDADE ORIUNDOS DA GUIANA FRANCESA;
-REALIZAÇÃO DO CAMPEONATO DE FUTEBOL INTERNO DOS SÓCIOS 2007
REALIZAÇÃO DE PELADAS E JOGOS AMISTOSOS AOS DOMINGOS.

DEPARTAMENTO BARES E RESTAURANTE
-REVITALIZAÇÃO E REESTRUTURAÇÃO COM MATERIAL DE SERVIÇO DO BAR DO SALÃO VERMELHO COM CARDÁPIO PRÓPRIO A LA CARTE ; -IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO DE CAFÉ DA MANHÃ NOS DIAS DE EVENTOS ESPECIAIS; -REVITALIZAÇÃO E REESTRUTURAÇÃO DO RESTAURANTE RIBATEJO PASSANDO A OFERECER O BUFFET A KILO AOS DOMINGOS SISTEMATICAMENTE; -APRESENTAÇÃO DO PROJETO DE PARCERIA COM A CERPA PARA EQUIPAR OS BARES E RESTAURANTES DOCLUBE E SUPORTE AO AMBIENTE DAS PISCINAS; -REVITALIZAÇÃO E REESTRUTURAÇÃO DO RESTAURANTE DO CASTELINHO COM A IMPLANTAÇÃO DO CARDÁPIO ESPECÍFICO COM CARANGUEJO AO TOC TOC E FEIJOADA AOS SÁBADOS E DOMINGOS; -PARTICIPAÇÃO EFETIVA EM CADA EVENTO REALIZADO NO CLUBE COM A ELABORAÇÃO DE CARDÁPIO ESPECÍFICO PARA CADA EVENTO DE ACORDO COM O CONTRATANTE; -A REESTRUTURAÇÃO DEVE SER COMPREENDIDA COMO COMPRA DE COPOS, TALHERES, PRATOS, TOALHAS DE MESA, BALDE PARA CERVEJA, BALDES PARA GELO, PORTA CERVEJA GELADA ( CAMISINHA ), PORTA GUARDANAPOS, CINZEIROS E OUTROS... -REIMPLANTAÇÃO DO CONTROLE DE BAR E RESTAURANTE POR COMANDAS DUPLAS, MÁQUINA MEMO CASH E SERVIÇO DE AUDITORIA PERMANENTE PELA TESOURARIA DO CLUBE;
-IMPLANTADO O SERVIÇO DE FECHAMENTO DE CONTA DOS BARES E RESTAURANTE ATRAVÉS DOS CAIXAS MEMO CASH POSSIBILITANDO AO ASSOCIADO CONHECER A FITA DE FECHAMENTO DE SUA CONTA E PAGAR O PREÇO JUSTO. A COMISSÃO DE 10% ( DEZ POR CENTO ) AOS GARÇONS FOI RETIRADA; -AS DEPENDÊNCIAS DO RESTAURANTE RIBATEJO E DA BOITE PASSARAM A FICAR ORGANIZADAS E FECHADAS DURANTE A SEMANA EM PERFEITAS CONDIÇÕES PARA VISITAÇÃO; -APRESENTAÇÃO DO PROJETO DE PARCERIA COM A SKINCARIOL PARA EQUIPAR OS BARES E RESTAURANTES DOCLUBE E SUPORTE AO AMBIENTE DAS PISCINAS; IMPLANTAÇÃO DE CARDÁPIO DIFERENCIADO PARA CADA EVENTO.

AGRADECIMENTOS
CONSIDERANDO A NECESSIDADE DE SE FORTALECER UM AMBIENTE PROFISSIONAL NA GESTÃO DO CLUBE, A DIRETORIA SOCIAL CONCENTROU ESFORÇOS PARA PRESTIGIAR OS COLABORADORES, TRATANDO COM RESPEITO E CORTESIA, OS TREINANDO E EXIGINDO SEMPRE A MELHOR QUALIDADE INDIVIDUAL QUE CADA UM PODE PROPORCIONAR NA RELAÇÃO PATRÃO EMPREGADO EXISTENTE E DOMINANTE NO CLUBE PARA BUSCAR ATENDER A SATISFAÇÃO DOS ASSOCIADOS.
O VICE PRESIDENTE SOCIAL E DIRETORIA SOCIAL AGRADECE RECONHECE O ESFORÇO DE TODOS, ASSIM COMO TAMBÉM A PARCERIA COM A VICE PRESIDÊNCIA DE PATRIMÔNIO E A ATAT NA BUSCA DE PROPORCIONAR UMA MUDANÇA NA IMAGEM DO CLUBE, TANTO INTERNA COMO EXTERNAMENTE. AGRADECIMENTO ESPECIAL AO PRESIDENTE MARCOS MORAES PELO TRABALHO NOS OPORTUNIZADO.

Salatiel Pereira Campos (
Vice Presidente Social) - (Raimundo Mendes Assessor da Vice Presidência Social)

João Guilherme e Gisela Ribeiro, Josete Pavão, Arlindo e Rosangela, Arnaldo Rodrigues, Paulo Pinho, Paulo Banhos e Leandro Rocha (Diretores do Depto Social)

TUNA LUSO BRASILEIRA - 105 ANOS
FUNDADA EM 1º DE JANEIRO DE 1903
Reconhecida de Utilidade Pública Estadual pela Lei nº 421 de
14/09/51 e Municipal pela Lei nº 7025, de 15/06/77.
CGC nº 04972956/0001-06
CEP 66610-000 - BELÉM/PA
Filiada às Federações Paraense de
Basquetebol Paraense de Futebol Paraense de Futsal Paraense de Natação Paraense de Voleibol Paraense de Xadrez Paraense de Tênis
SEDE OLÍMPICA: Av. Almirante Barroso, 4110 - Fone (091) 219-2800 / 219-2802 / 219-2803 / 219-2805 / 219-2806
SEDE NÁUTICA: Rua Siqueira Mendes 106
ESTÁDIO DE FUTEBOL E GINÁSIO DE ESPORTES: Av. Almirante Barroso 4068

Foi de virada, aos 46 do segundo tempo.












Tuna 3 x 2 São Raimundo
Realmente foi um grande sufoco para os 423 pagantes (tinha mais de 1.000 pessoas presentes) que puderam vibrar no final do jogo com a segunda e suada vitória da Tuna neste campeonato, mantendo assim sua invencibilidade no Parazão 2008, ao derrotar no Souza, de virada, o aguerrido São Raimundo, de Santarém, por 3 a 2. Foi a segunda vitória seguida da Lusa nesta competição. A Tuna soma agora oito pontos na tabela, sendo dois empates e duas vitórias. Já o São Raimundo, a Pantera santarena, segue na lanterna com quatro derrotas em quatro partidas disputadas. Na próxima rodada a Tuna jogará contra o Vila Rica/Cametá. O time de Santarém receberá o Tiradentes, quarta-feira, no Souza. O primeiro tempo se resumiu a um empate de 1 a 1. No segundo tempo o São Raimundo voltou um pouco mais de vontade e logo aos quatro minutos, Alexandre fez 2 a 1, de cabeça para o Pantera. A Lusa partiu para cima, meio de forma desordenada, mas de tanto insistir, empatou e virou o placar nos cinco minutos finais. O jovem Japonês cobrou falta da direita, o goleiro rebateu e Alex Rava despachou para o fundo da rede, empatando o jogo em 2 a 2. Apoiada por sua torcida, a Tuna foi para cima e, aos 46, Wanderlei, aproveitou cruzamento da esquerda, entrou pelo meio e finalizou o placar, Tuna 3 a 2. O São Raimundo não teve forças para reagir. Como sempre a Tuna costuma dar esse tipo de susto em sua apaixonada torcida, o vestiário da Lusa parecia palco de festa de final de campeonato. Jogadores, membros da comissão técnica e diretores se abraçavam e festejavam a segunda vitória consecutiva da equipe no Parazão. A torcida foi a loucura, é claro!
Declarações dadas a um jornal da cidade:
Wilson - “O time mostrou que é formado por jogadores sérios”. “Mesmo em desvantagem, o grupo não deixou de acreditar e lutar pela vitória até o último minuto”;
Jackson - “Sem a ajuda Dele essa vitória não seria possível”, disse. “Tenho certeza que Deus nos abençou hoje (ontem)”. “Foram bolas que não tinham defesa”;
Alex Rava - “Vamos para Curitiba sabendo que lá é o futebol do Pará que estará sendo representado por nós”;
Marcelinho - ‘‘Agora não podemos decepcionar lá fora. Sabemos que não será fácil arrancar a classificação no Couto Pereira, mas vamos brigar por ela”;
Carlos Lucena - “O grupo mostrou que quando não é possível vencer jogando bonito consegue o resultado na base da garra”. “Hoje nosso time pecou em alguns detalhes, que vou conversar internamente com os jogadores, mas conseguiu mostrar uma grande força de vontade. Fiquei feliz em ver o grupo lutando até o final”. “Apesar de não ter vencido nas rodadas anteriores, o São Raimundo vinha de boas apresentações, sendo elogiado por todo mundo. Eu mesmo assiti ao jogo em que eles perderam para o Ananindeua e já deu para ver ali que o time deles tem qualidades, apesar de ainda não ter acertado”. “Esse resultado foi importante para que o time siga para o Paraná com o astral elevado”. ”No campeonato paraense a equipe segue brigando para se manter entre os quatro primeiros colocados”, concluiu Lucena. Os cruzmaltinos lembram que na quarta-feira o time terá uma difícil missão pela frente, enfrentando o Coritiba-PR, pela Copa do Brasil, no Couto Pereira. Se o time jogar com a mesma vontade e garra do primeiro jogo, poderemos voltar com um bom resultado de Curitiba. A Lusa paraense viajará na terça-feira com destino a Curitiba.
ATAT
A ATAT, mais uma vez, contribuiu para o sucesso da Tuna. Seus diretores e colaboradores mobilizaram-se e em sete dias conseguiram arrecadar os R$900,00 necessários para pagar a transferência do jogador Marcelo Capanema que fez a sua estréia contra o são Raimundo, tendo um papel importantíssimo na vitória sobre o Pantera. Valeu a pena o investimento feito pela associação que agradece aos seus colaboradores pela confiança em mais essa conquista. As obras de reforma do Souza continuam sendo realizadas pela ATAT. Em breve inauguraremos mais obras no Chico Vasques. Estamos agora calafetando as emendas das arquibancadas do tobogã. Em breve veremos a possibilidade de realizar nova vistoria pelas autoridades competentes para liberá-la para o torcedor tunante. Que tal uma ajudinha para o seu time do coração!
FICHA TÉCNICA:
TUNA LUSO - Jackson Souza, Hugo Deleon, João Gomes, Alex Rava, Japonês, WilsonJackson Braga, Pelezinho (M. Capanema), MarcelinhO, Róbson Alex (Wanderlei), Fabinho (Zé Augusto)Técnico: Carlos Lucena
São Raimundo - Tyrone, Diego, AlexandrO, Ânderson, Maurian, Divanor, Neto (Nicola)Buiu, J. Pedro (Ramon), Prolina (T. Santos), Emerson BalaTécnico: João Duarte
Local: Francisco Vasques
Renda: R$ 3.675,00
Público pagante: 423 pagantes
OS GOLSTuna Luso 1 X 0: Marcelinho aos 17’/1º tempoS. Raimundo 1 X 1: João Pedro aos 36’/1º tempoS. Raimundo 2 X 1: Alexandre aos 4’/2º tempoTuna Luso 2 X 2: Alex Rava aos 42’/2º tempoTuna Luso 3 X 2: Wanderlei aos 46’/2º tempo Árbitro: Hislene de Lima GomesAssistentes: Alexandre Max Oliveira Albuquerque e Valdecir do Socorro Gonçalves Gomes Cartões amarelos: Wilson, Róbson, Fabinho (Tuna Luso) e Tyrone (São Raimundo)
CLASSIFICAÇÃO
CLUBE PG/JG
1 Paysandu 12/4
2 Vila Rica 9/4
3 Tuna Luso 8/4
4 Ananindeua 6/4
5 Castanhal 5/4
6 Remo 4/4
7 Águia 4/4
8 Pedreira 4/4
9 Tiradentes 4/4
10 São Raimundo 0/4

domingo, 24 de fevereiro de 2008

Tuna 3 X 2 São Raimundo

Em 2008 foram cinco jogos oficiais realizados pela Tuna, sendo três empates e duas vitórias. Com a vitória sobre o São Raimundo, neste domingo, a Tuna manteve sua invencibilidade no campeonato paraense, juntamente com o Payssandu, e ainda ganhou moral para viajar e enfrentar o Coritiba na próxima quarta-feira, em Curitiba. O Coxa e sua torcida dizem que vão golear a Tuna, assim como disseram também que iriam detoná-la logo no primeiro jogo em Belém, o que não aconteceu. Vamos ver quem sairá vitorioso nesta peleja. Boa sorte para a Tuna e que seja um bom jogo.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

O novo talismã de Lucena











Zé Augusto, de 19 anos, vem se tornando um dos grandes destaques da Tuna no Campeonato Paraense
C
om apenas 19 anos e pouca rodagem no futebol, o atacante Zé Augusto vem sendo uma espécie de talismã do técnico da Tuna Luso, Carlos Lucena. Depois de ter entrado bem no jogo de estréia do time na Copa do Brasil, contra o Coritiba-PR, o 'Zé da Águia', como está sendo chamado, entrou no segundo tempo da partida contra o Castanhal para tirar a Lusa do sufoco, anotando o gol da vitória (1 a 0) sobre o adversário. Apesar da boa performance, o atacante ainda não se encontra no melhor de suas condições, já que vem de uma cirurgia no joelho esquerdo. Humilde, o atleta, que tem como empresário o belga Hugo Van Kerckhove, garante que não fará pressão para ser titular nos próximos jogos da Lusa no Parazão.
Falta muito para você recuperar a forma física?

Venho de uma operação no joelho, que me deixou sem treinar algum tempo. Preciso fazer um trabalho diferenciado como o professor Ricardo (Monteiro, preparador luso). Estou abaixo dos demais jogadores no aspecto físico. Por isso tenho sido poupado do início dos jogos. O Lucena tem me lançado sempre no segundo tempo, quando pego o adversário desgastado e posso render mais. Acho que é uma opção acertada do treinador.

Você pensa em cobrar a condição de titular quando estiver 100%?
De forma alguma. Temos um treinador e ele quem decide que deve jogar. Vou continuar trabalhando, aliás, pretendo me dedicar mais aos treinamentos, para estar sempre à disposição do treinador. Quando ele achar que devo entrar no time entro. Se ele achar que devo ficar como opção no banco também não tem problema.

Como foi tirar a Tuna daquele sufoco contra o Castanhal?
Muito gratificante. É importante entrar e corresponder à expectativa de quem está lhe dando a chance, como vem sendo o caso do Lucena. Fiquei feliz em ver a torcida alegre com a vitória.
Espero continuar dando alegria aos torcedores da Tuna Luso.
E o São Raimundo é outra pedreira?

Todos os times que estão disputando o campeonato estão em condições de brigar pelo título. O São Raimundo também tem uma boa equipe e, com certeza, vai tentar os três pontos, como a gente também vai procurar fazer por onde merecer a vitória. Nossa equipe tem de tirar proveito de jogar em casa. Acredito que com a vitória que tivemos contra o Castanhal a torcida nos apoiará mais, comparecendo em melhor número ao estádio.

Time a fim de entrar de vez na briga pelo título estadual 'A vitória (1 a 0) sobre o Castanhal, na última quarta-feira, veio na hora certa, segundo o técnico Carlos Lucena e os jogadores da Tuna Luso. Eles asseguram que a partir de agora a equipe finalmente vai entrar de vez na briga pelo título da temporada. O treinador salientou que o resultado deve servir como fator de motivação à Lusa, que enfrenta neste domingo o São Raimundo, de Santarém, no Souza. Será o último jogo do time no Parazão antes do jogo de volta contra o Coritiba-PR, pela Copa do Brasil. O resultado frente à Pantera é apontado pelos cruzmaltinos como de vital importância para que o time viagem com moral para o Paraná.

''Esse era o resultado que a gente estava precisando para embalar no campeonato', avaliou Lucena. O treinador acredita que os três pontos obtidos diante do Japiim darão à equipe mais ânimo para os próximos compromissos. 'Uma vitória é sempre bem vinda, ainda mais para quem vinha de dois empates', disse Lucena. 'Espero que a partir de agora o grupo siga colhendo bons resultados, que possam colocar a Tuna na briga pelo título', completou.

'Entre os jogadores o resultado continuava, até ontem, sendo bastante festejado. 'Conseguimos um resultado que a gente vinha buscando desde o início do campeonato', disse o volante Wilson, apontado como uma das principais peças da equipe na quarta-feira. A Lusa segue invicta no

Parazão, contando com dois empates (Tiradentes e Pedreira) e uma vitória (Castanhal), somando cinco pontos. 'É um retrospecto positivo, levando-se em conta o equilíbrio do campeonato', observou o preparador Ricardo Monteiro.

'Ontem os jogadores estiveram de folga no período da manhã, mas à tarde o grupo voltou as atividades, fazendo uma movimentação leve ao comando de Monteiro. Hoje, Lucena ministrará o apronto para o jogo contra o São Raimundo. A equipe santarena é conhecida do treinador tunante. Lucena assistiu ao jogo em que a Pantera foi derrotada pelo Ananindeua, pela segunda rodada do campeonato. Mas Lucena prefere não fazer comentários sobre as virtudes e defeitos de seu próximo adversário. 'Não vou entregar o ouro', brincou.

Marcelo Capanema deve ser a novidade na próxima partida
O meia-atacante Marcelo Capanema, 32 anos, deverá ser a principal novidade da Tuna Luso para o jogo deste domingo, contra o São Raimundo, de Santarém, pela 4ª rodada do Parazão. O jogador chegou a ser cogitado para enfrentar o Castanhal, mas o técnico Lucena foi informado que o atleta não reunia condições de jogo, o que obrigou o treinador a escalar Fabinho ao lado de Róbson Alex, no ataque do time. Agora com Capanema à disposição, Lucena deve optar por ele para compor o setor ofensivo da Lusa, o que ele deve confirmar no apronto de hoje pela manhã, na Vila Olímpica.

'O zagueiro João Gomes, o lateral-esquerdo Johnny e o atacante Róbson Alex foram as baixas do jogo contra o Castanhal. Mas, conforme o departamento médico, nenhum dos casos chega a preocupar para o jogo com a Pantera. O primeiro sofreu um corte no supercílio esquerdo, mas ainda durante o jogo de quarta-feira o local foi suturado. O atleta, inclusive, ficou irritado ao tomar conhecimento que havia sido substituído enquanto recebia atendimento do médico do clube. 'Queria voltar', disse Gomes.

Já Johnny e Róbson Alex sentem dores musculares leves em função do grande esforço que foram obrigados a fazer durante a partida. O trio deve participar do apronto. Mesmo que isso não aconteça os três estarão em campo diante do São Raimundo. A idéia de Lucena é mexer o mínimo possível na formação, que segundo ele precisa dar continuidade para poder ganhar entrosamento. 'Só jogando o grupo pega ritmo', observa Lucena.

A transferência do jogador Marcelo Capanema já foi efetuada e integralmente paga pela ATAT. O valor da trasferência foi de R$500,00 para a federação pernambucana e R$400,00 para a CBF. O dinheiro foi arrecadado junto a colaboradores diversos da Tuna e da ATAT.

(Fonte: Amazônia Hoje - 22/02/2008)

Tuna bate o Japiim e volta a respirar














Gol solitário garantiu o primeiro triunfo da Lusa neste campeonato

Com um gol de Zé Augusto, o 'Zé da Águia', a Tuna Luso conseguiu, ontem à tarde, a sua primeira vitória em jogos oficiais na temporada, derrotando o Castanhal, por 1 a 0, no Souza. Com o resultado, valendo pela 3ª rodada do Parazão, a Lusa manteve-se invicta no Estadual e, de quebra, chegou aos cinco pontos, dando um salto na classificação, ultrapassando, inclusive, o Japiim, que soma um ponto a menos e decidiu afastar o técnico Luis Carlos Apeú. Um novo treinador será anunciado hoje pela diretoria do clube, segundo o diretor Wanderley Melo.
No primeiro tempo, o Castanhal foi um pouco superior a Lusa. As equipes mostravam forte marcação no meio-campo, impedindo a criação de jogadas de ataque. Mas aos poucos, o Japiim foi superando o cerco inimigo e chegando com perigo à área tunante. A equipe da casa tentava explorar as jogadas pelas laterais, com Hugo Deleon e Johnny, mas os alas também eram bem vigiados. Superior, o Japiim teve duas boas chances desperdiçadas por Helinho.
A partir do momento que passou a marcar mais Gian e Jóbson, a Lusa sofreu uma pequena melhora, mas ainda assim era inferior ao adversário, que voltou a criar perigo. Gian cobrou escanteio e Sérgio, de cabeça, quase abre o placar. Nos últimos minutos a partida caiu de produção, com ambas as equipes mostrando cansaço em função do sol escaldante que fazia em Belém.
A Lusa voltou para o tudo ou nada no segundo tempo. Nem bem a bola rolou e o lateral-esquerdo Johnny sentiu a virilha e foi substituído por Cassiá. A mudança não alterou em nada os planos do técnico Lucena, que mandou ordenou a seu time ir para cima do visitante. Visivelmente superior, a Águia chegou a criar algumas boas jogadas de ataque, mas todas elas concluídas sem pontaria.
O técnico Luis Carlos Apeú sentindo que o Japiim era inferior, tratou de colocar Luis Carlos Trindade e Amaral nos postos de Jóbson e Jorginho, que não estavam bem. Mas a expulsão de Gian acabou prejudicando o time da estrada. Com um jogador a menos, o Japiim passou a ser ainda mais envolvido pelo adversário. Aos 24 minutos, Zé Augusto, que acabara de entrar no lugar de Fabinho colocou a Lusa na frente.
O atacante recebeu a bola e, depois de adiantá-la, mandou um chute certeiro: Tuna 1 a 0. Em vantagem, a Lusa recuou e passou a jogar nos contra-ataques. O Japiim entrou em desespero e ainda conseguiu anotar um gol por intermédio de Sérgio. Mas o árbitro, atendendo marcação da bandeira Rosely Amador, anulou o tento, marcando falta em João Gomes.
'Zé da Águia' é o destaque mais uma vez
Mais uma vez o atacante Zé Augusto, de 19 anos, saiu de campo como o grande nome da Tuna Luso no Parazão. Depois de deixar o banco de reservas para substituir Fabinho, o 'Zé da Águia', como vem sendo apelidado, tirou a Lusa do sufoco, ontem, no Souza, anotando o gol da vitória de sua equipe, por 1 a 0.
Na saída de campo rumo aos vestiários, Zé foi bastante festejado pelos torcedores e assediado pela imprensa. Como de costume, o jogador procurou economizar palavras e esbanjar sorrisos, sinal claro de seu contentamento com a atuação que teve diante do adversário da estrada.
'Tive a felicidade de entrar e marcar aquele gol', disse. 'Quando estava no banco de reservas vivia a expectativa de entrar em campo e marcar gol. Graças a Deus fui feliz na minha entrada', disse. O jogador assegurou que não cobrará de Lucena a titularidade na onzena alviverde. 'O Lucena sempre sabe a hora que devo entrar para ajudar o time.
Hoje ele voltou a ser feliz tirando o Fabinho para a minha entrada', elogiou.
O atacante admitiu que ainda precisa de um melhor condicionamento físico para poder se igualar aos demais companheiros de clube.
'Venho de uma lesão e o meu condicionamento ainda não é o ideal. Tenho certeza que quando estiver em forma aí vou poder lutar pela condição de titular', disse. Aliviado pela vitória, o técnico Carlos Lucena era só elogios ao seu comandando.
'Ele entrou para salvar o nosso time', disse. 'Mas os grupo todo foi muito aguerrido e não poderia sair de campo sem essa vitória', arrematou Lucena.
Resultado derruba o primeiro técnico
A derrota sofrida diante da Tuna Luso causou estragos no Castanhal. Após a partida Hélio Leite, presidente de honra, e Wanderley Melo, diretor de futebol, conversaram demoradamente nas arquibancadas do Souza. O encontro selou a sorte do técnico Luis Carlos Apeú, que vinha balançando no comando da equipe. O veredito foi dado por Melo durante a viagem do time de volta a Castanhal.
'A gente conversou e achou por bem mudar de treinador, já que os resultados não vinham sendo os esperados', contou, por telefone, o diretor aurinegro. Apeú é o primeiro treinador a cair no Parazão.
Wanderley informou que por todo o dia de hoje o nome do novo técnico será anunciado à torcida do Japiim. A idéia inicial, segundo ele, era contratar um profissional local, mas já surgiram especulações sobre a vinda de alguém de fora. Mas não está descartada a ida de um técnico que esteja disputando o Parazão para o 'Ninho do Japiim'.
'Não posso adiantar quem estamos pretendendo contratar, mas já definimos que ser um treinador que esteja em atividade aqui mesmo', disse Melo ontem, antes das novas informações aparecerem.
O novo comandante já pegará o Japiim com dois desfalques para encarar o difícil compromisso de domingo, contra o Remo, no Mangueirão. O zagueiro Anelka levou o seu terceiro cartão amarelo frente a Lusa e cumprirá suspensão automática.
O meia Gian, expulso na partida de ontem, também ficará de fora do confronto com os azulinos. Curiosamente, os dois jogadores já passaram pelo Baenão em temporadas passadas.
Três ex-remistas na mira do Castanhal
Após ter demitido ontem o técnico Luís Carlos Apéu, depois da derrota da equipe castanhalense para a Tuna por 1 a 0, no Souza, a diretoria do Castanhal pode investir alto na contratação do substituto do técnico Luís Carlos Apeú. Ao contrário do que disseram logo após o final do jogo, de que investiriam em algum treinador local, os dirigentes do Japiim têm três opções, os três ex-remistas: Giba, ídolo da torcida azulina, que treina o Paulista; Flávio Campos, que comandou o Leão na campanha invicta no Paraense de 2006; e Charles Guerreiro, que recentemente saiu do Cardoso Moreira, time da primeira divisão do Campeonato Carioca. O novo comandante do Japiim poderá ser anunciado ainda na manhã de hoje, dependendo da evolução dos contatos.


Tuna Luso
Jackson Souza; Hugo Deleon, João Gomes (Reinaldo), Alex Rrava e Johnny (Cassiá); Wilson, Jackson Braga, Pelezinho, Marcelinho; Róbson Alex e Fabinho (Zé Augusto). Técnico: Carlos Lucena


Castanhal

Régis; Ceará, Sérgio, Anelka e Emerson Fitti (Ânderson Moura); Analdo, Jóbson (Luis Carlos Trindade), Rogerinho e Gian; Helinho e Jorginho (Amaral).
Técnico: Luis Carlos Apeú
Local: Francisco Vasques
Renda: não fornecida
Público: não fornecido


O GOL: Tuna Luso 1 a 0: Zé Augusto aos 24’/1º tempo
Árbitro: Andrey da Silva e Silva.
Assistentes: Salsy Maria Tavares e Roseny Amador Aguiar
Cartões amarelos: Hugo Deleon, Cassiá, Wilson, Fabinho (Tuna Luso), Anelka, Emerson Fitti, Rogerinho, Jóbson, Gian e Amaral (Castanhal)
Cartão vermelho: Gian (Castanhal)

(Fonte: Amazônia Hoje - 21/02/08)

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Timemania é lançada - TÁ VALENDO!












Lula reúne dirigentes e Pelé, mas silencia sobre nova loteria.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu ontem os dirigentes dos principais clubes de futebol do País para o lançamento da Timemania, loteria da Caixa Econômica Federal criada para pagar, com dinheiro dos apostadores, as dívidas do setor com a Receita Federal, a Previdência e o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Durante a solenidade, no Palácio do Planalto, Lula não fez discursos. Pelé esteve presente, assim como o presidente da CBF, Ricardo Teixeira.

Ao descer a escada do terceiro andar do Planalto, onde fica o gabinete de trabalho, para o segundo, local da solenidade, Lula se recusou a comentar a nova loteria com os jornalistas. Ao ser questionado se a Timemania era um prêmio do governo a clubes com administrações fracassadas e cartolas corruptos, o presidente preferiu não responder.O presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, que falou em nome dos clubes, rasgou elogios ao presidente Lula. Para o cartola, os brasileiros serão gratos no futuro ao governo por criar a Timemania. “É uma idéia absolutamente criativa”, disse. “Isto é um saneamento do esporte mais popular deste País.”Bebeto de Freitas, presidente do Botafogo, avaliou que a nova loteria permitirá aos clubes aumentar os investimentos em esportes olímpicos. Ele disse que a dívida do clube carioca, orçada hoje em mais de R$ 100 milhões, seria “impagável”. “A Timemania é uma solução inteligente que não opera com recursos públicos”, afirmou o dirigente.

COMO FUNCIONA - Pelas regras da loteria, o apostador escolherá dez números e um time entre 80 que estão no volante. Com aposta no valor de R$ 2, quem acertar sete números ganha o prêmio principal. O globo do sorteio ainda será rodado para apontar o clube do coração da semana. O apostador que escolher o clube sorteado recebe de volta o dinheiro da aposta.A Caixa estima que a loteria vai arrecadar R$ 520 milhões no primeiro ano de apostas. Desse total, R$ 239 milhões (46%) serão repassados para o pagamento dos prêmios aos aposentadores, e outros R$ 114 milhões (22%) para o pagamento das dívidas de 98 clubes com a União. A estratégia da Caixa é sensibilizar o torcedor tradicional, especialmente das classes de renda mais baixas, que preencherá no volante um coração para identificar seu time preferido.A loteria também repassará recursos para o Ministério do Esporte (3%), o Fundo Nacional de Saúde (3%), o Fundo Penitenciário Nacional (3%), o Comitê Olímpico e o Comitê Paraolímpico Brasileiro (2%) e para a Seguridade Social (1%). Outros 20% serão usados na operação do jogo. (BRASÍLIA/AE)
(Fonte: Diário do Pará – 19/02/2008)

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

O carnaval 2008 também aconteceu na Tuna



Lucena fala em sair e diretoria promete reforço



O técnico da Tuna, Carlos Lucena, admitiu ontem o seu desejo de largar tudo e entregar o cargo à diretoria, após o segundo empate da Tuna no Campeonato Paraense. O resultado não foi bem aceito pela comissão técnica. Afinal, a sua equipe estava vencendo por 2 a 1 e, mesmo com um jogador a mais, permitiu o empate. Lucena diz que falta maturidade ao time, que arma boas jogadas, domina o adversário, mas peca pela inexperiência nas finalizações: ‘’Hoje (ontem), a vantagem era nossa. Podíamos ter ‘’matado’ o jogo antes do 15 minutos do segundo tempo e, como não fizemos, levamos o gol do empate e também muito sufoco’’. O treinador também chamou a atenção para as qualidades do adversário da Tuna: 'O Pedreira jogou muito e foi um jogo equilibrado. Vai ser assim todo tempo para nós’’, avisa o treinador.
Técnico da Lusa se sente pressionado pela imprensa e fala em largar tudo
As cobranças excessivas da imprensa durante o jogo deixou o técnico Carlos Lucena muito irritado, a ponto de desabafar após o empate: ''Não deixam a gente trabalhar direito é toda hora perguntando isso, aquilo, quem sai, quem entra, afinal, atrapalha o serviço. Acredito que lá nos grandes não é assim?”.
Reforços - de acordo com o supervisor de futebol João Bosco, a Tuna deve partir para reforçar a equipe e buscar jogadores mais experientes, entre eles Marcelo Capanema, 32, que estava jogando no futebol pernambucano. Capanema está treinando e o clube precisa de aproximadamente R$ 1.000,00 para pagar taxas de transferência. Dinheiro que, no momento, a Tuna não tem.
Da renda de R$ 4.570,00, deduzidas as despesas, sobrou exatamente R$ 362,06 para a Lusa. Do jogo de estréia para o de ontem, houve uma diminuição de público pagante. A baixa foi 247 pessoas.
(Fonte: Amazônia Hoje - 18/02/2008)

A ATAT (Associação dos Torcedores e Amigos da Tuna) já conseguiu, junto a seus colaboradores, parte da verba de R$900,00 para a transferência do jogador Marcelo Capanema que poderá fazer sua estréia já no próximo jogo da Tuna e com isso dar um pouco mais de experiência ao jovem time da Lusa.

Início de temporada sem vitória para a Tuna Luso

Após 3 jogos oficiais realizados nesta temporada de 2008, sendo 2 pelo campeonato paraense contra Tiradentes (0X0) e Pedreira (2X2) além de 1 pela Copa do Brasil contra o Coritiba (0X0), a Tuna Luso contabiliza agora 3 empates e a certeza de que precisa imediatamente de reforços em algumas posições se quiser chegar entre os 4 finalistas.
Repetindo a campanha do segundo turno do campeonato paraense de 2007, onde conseguiu muitos empates e poucas vitórias, a Tuna continua sem vencer jogos oficiais em 2008. Empatou novamente ontem com o Pedreira pelo placar de 2 a 2, pela segunda rodada da fase principal do Campeonato Estadual.
O resultado do jogo contra o Pedreira teve sabor de derrota para a Tuna pois vencia o jogo por 2 a 1, perdeu muitos gols e ainda teve um jogador a mais em campo quando cedeu à igualdade. Segundo o técnico Carlos Lucena, ao final do jogo, comentou que os times jogaram iguais e o resultado foi justo.
O time da Tuna, apesar de mais um empate, apresentou diante à sua torcida uma pequena evolução em relação ao jogo de estréia. Teve uma maior presença em campo, atacou muitas vezes, mas a falta de um líder em campo e a pouca experiência de alguns jogadores fez com que vários gols fossem perdidos, fazendo falta no final. O Pedreira fez uma boa partida, sobretudo depois do empate quando apertou o cerco e ainda teve um suposto pênalti a seu favor, que o árbitro Olivaldo da Silva Moraes deixou passar em branco.
O jogo iniciou morno e sem muitas emoções para os 516 pagantes (tinha mais de 1.000 pessoas no Souza!), tendo a Tuna melhorado um pouco após sofrer o primeiro gol, partindo para cima do Pedreira que acabou cedendo o empate e a posterior virada da Lusa. No segundo tempo o Pedreira recuou seu time e ainda teve o volante Euber expulso, ficando com um jogador a menos. Mesmo com a superioridade numérica e maior volume de jogo, os atacantes Lusos não souberam se aproveitar e acabaram cedendo o empate no final do jogo, através de Baiano, para alegria da pequena torcida do Gigante da Ilha presente no Souza.
A sorte não estava mesmo do lado Luso e no último minuto de jogo Hugo Deleon cruzou para dentro da área do Pedreira mas a bola passou por toda extensão da área sem que Robson Alex e Zé Augusto tocassem para dentro. Final Tuna 2 x 2 Pedreira.
FICHA TÉCNICA DO JOGO
TUNA: Jackson Souza; Hugo Deleon (Japonês), João Gomes, Alex Rava e Jonhy; Wilson, Jackson Braga, Pelezinho e Marcelinho (Fabinho); Índio (Zé Augusto) e Róbsn Alex. Técnico: Carlos Lucena.
PEDREIRA: Sérgio; Marcelinho, Júnior, João Paulo e John Bahia; Euber, Marlindo, Tité ( Júnior Moraes) e Três (Maurício); Diego Índio (Totó) e Baiano. Técnico: Almeida Cambalhota.
Cartões: amarelo - Alex Rava, Jonhy, Pelezinho (Tuna); Marcelinho, João Paulo e Marlindo (Pedreira) Cartão vermelho - Euber (Pedreira)
Árbitro: Olivaldo da Silva Moraes
Renda: R$4.570,00
Público: 516 pagantes
Gols: Pedreira 1 a 0, Júnior, 16' do 1º tempo/Tuna 1 a 1 Robson Alex, 27' do tempo/ Tuna 2 a 1 Robson Alex, 43' do 1º tempo; Pedreira 2 a 2 Baiano 28' do 2º tempo.

Copa do Brasil: Tuna 0 x 0 Coritiba








Visão de casa

Quem imaginava que a Tuna Luso daria adeus à Copa do Brasil no jogo de ontem à noite, contra o Coritiba-PR, caiu do cavalo. A Lusa não obteve uma vitória, mas garantiu o empate sem gols, o que deu ao time paraense o direito de decidir a classificação no jogo de volta, dia 27, no estádio Couto Pereira, em Curitiba.
Para chegar à próxima etapa da competição, a Águia terá de vencer ou mesmo arrancar um empate com gols. Um novo empate em 0 a 0 levará a decisão para os pênaltis. O time classificado pegará, na segunda fase, o vencedor de Maranhão e São Caetano-SP.
Como já era esperado, o público não compareceu ao Mangueirão. Apenas 1.125 torcedores pagaram ingressos. Prejuízo certo para a diretoria tunante, que só de aluguel de estádio terá de pagar R$ 10 mil.
O Coritiba começou a partida tomando a iniciativa do ataque. A Lusa se fechava, evitando de todas as formas as investidas do adversário. Mas o time paranaense precisou de criatividade em seu setor de meio-campo que desse velocidade ao ataque.
Apesar da disposição de ambos os lados, os goleiros apenas assistiam ao jogo no primeiro tempo. A partida ficou restrita ao setor de intermediária, com os times mostrando muita correria e pouco futebol.
Apesar de superior, a Águia do Souza levou um susto em lançamento para Henrique Dias. O goleiro Jackson se antecipou e evitou o gol.
A resposta tunante veio em lances concluídos por Marcelinho, após passe de Zé Augusto, e Fabinho, que em chute colocado quase abre o placar. O goleiro Édson Bastos, com a ponta dos dedos, afastou o perigo.
O Coritiba sentiu a pressão da Tuna, que quase marca aos 34 minutos. Jackson cobrou falta e a bola explodiu no travessão.
Goleiro tunante garante que deu a volta por cima e chora
O goleiro Jackson Souza, da Tuna, deixou o gramado do Mangueirão, ontem à noite, após a partida contra o Coritiba, chorando. Ele chegou a pensar em encerrar a carreira depois de passar por necessidades em seu ex-clube, o Remo.
"Lá no Baenão cheguei a passar fome. Fui incentivado a deixar de jogar futebol e procurar uma outra profissão. Mas decidi continuar apostando no meu potencial e hoje (ontem) pude ajudar a Tuna nesta partida", declarou o arqueiro, que não chegou a ser muito exigido pelo ataque adversário.
Contidas as lágrimas, Jackson avaliou a possibilidade de a Lusa chegar à segunda fase da Copa do Brasil no jogo de volta, em Curitiba, dia 27. "Acho que temos todas as condições de chegar lá e desbancar o Coritiba. Claro que vamos precisar jogar futebol, já que na casa deles vamos ter a pressão da torcida", observou o goleiro.
Enquanto Jackson era só choro, o técnico Carlos Lucena, para não fugir a regra, abriu mais uma vez o 'bocão', criticando aqueles que não apostavam no futebol tunante. 'Ouvi muita gente dizendo que nosso time seria eliminado logo nesse primeiro jogo. São pessoas que só pensam no pior para o nosso futebol, mas a nossa equipe foi guerreira e mostrou que não se vence de véspera e nem com nome. É preciso ter futebol', desabafou.
FICHA TÉCNICA DO JOGO
Tuna Luso: Jackson Souza; Hugo Deleon, João Gomes, Alex Rava e Johnny; Wilson, Jackson, Pelezinho e Marcelinho (Japonês); Índio (Zé Augusto) e Róbson (Fabinho). Técnico: Carlos Lucena.
Coritiba: Édson Bastos; Jeci Mauro, Maurício, Nenê e Pedro Ken; Veiga, Douglas Silva (Leandro), Henrique Dias (Renatinho) e Marlos; Rubens Cardoso e Léo (Matheus). Técnico: Dorival Júnior.
Local: Mangueirão
Renda: R$ 6.810,00
Público: 1.125 pagantes
Árbitro: Washington Alves de Souza (AM).
Cartões amarelos: Hugo Deleon, Alex Rava, Johnny e Wilson (Tuna Luso); Jeci Mauro, Maurício, Pedro Ken, Leandro e Rubens Cardoso (Coritiba).
(Fonte: Amazônia Hoje – 14/02/2008)

Opinião deles

Não foi a estréia dos sonhos, mas poderia ter sido pior. O Coritiba iniciou a sua caminhada na Copa do Brasil 2008 com um empate sem gols com a Tuna Luso-PA em Belém. Em um jogo no qual a torcida local não foi ao Estádio Mangueirão, o bom futebol também esteve ausente, e em alguns breves lampejos, o Verdão até poderia ter conseguido a vitória. Pelo menos por um gol.
Entretanto, os visitantes não conseguiram empurrar a bola para dentro do gol nas poucas chances criadas, sobretudo no primeiro tempo. As chances de conseguir vencer e eliminar a partida de volta em Curitiba ficaram ainda mais distantes no segundo tempo, quando a Tuna Luso cresceu no jogo, deixou de só se defender, e fez o goleiro Édson Bastos trabalhar, com direito a bola na trave.
Tuna Luso cresce e complica a partida
Sem se impressionar com o futebol mostrado pelo Coritiba, o técnico Carlos Lucena, da Tuna Luso, colocou a sua equipe no ataque no segundo tempo. É verdade que os primeiros 10 minutos foram todos do Verdão, mas depois disso os paraenses cresceram no jogo e equilibraram as ações.
Quando os donos da casa chegavam ao ataque e faziam o goleiro Édson Bastos trabalhar, o gol não saia e o Coxa logo partia para o contra-ataque, assustando o arqueiro Jackson Souza. Essa foi a dinâmica do segundo tempo em sua maior parte. A melhor chance da Tuna Luso veio aos 33 minutos, quando Jackson Braga cobrou falta e mandou uma bomba. A bola explodiu na trave.
Já o Alviverde teve uma única oportunidade mais clara de vencer já nos acréscimos, quando Pedro Ken bateu de dentro da área, e o goleiro da Tuna Luso fez uma grande defesa. Foi pouco, assim como o público: 1.199 pessoas presentes.
(Fonte: Gazeta do Povo)

domingo, 10 de fevereiro de 2008

Estréia da Tuna Luso no Parazão 2.008



Hoje, com com a presença de um pouco mais de 1.000 torcedores no Souza, a Tuna Luso estreou no campeonato Paraense de 2.008. Na oportunidade, foi possível ver as obras da ATAT na arquibancada lateral, que estava praticamente lotada. Foi também, possível conhecer o novo uniforme para esta temporada, do fornecedor DITTZ, de Minas Gerais. Um uniforme muito bonito, que agradou os torcedores. No final da partida, um empate sem gols, sem desmerecer a equipe tunante. Na próxima quarta-feira, dia 13, a Tuna Luso joga com o Coritiba, pela Copa do Brasil.

sábado, 9 de fevereiro de 2008

TUNA joga em seu “Caldeirão”














Cruzmaltinos tentam vencer para justificar esforço para liberar o Souza
Depois de quase ser barrado de sediar a rodada de abertura do Campeonato Paraense, o estádio do Souza, da Tuna, vai ser o palco da estréia da Águia no Estadual, hoje, contra o Tiradentes, às 10h. Carlos Lucena, técnico tunante, sabe que a Águia entrará em campo como favorita, mas prefere confirmar o resultado com uma vitória. Já o Tigrão, que por pouco não se classifica à fase principal, quer mostrar que, apesar de não arranhar ninguém há muito tempo, manteve as garras afiadas. Os técnicos da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros que fizeram a vistoria no estádio tunante no meio de semana classificaram o Souza como parcialmente habilitado a receber a partida, o que implicou a redução da capacidade de público de 3.500 torcedores para 1.600 pessoas. A arquibancada dos fundos do estádio será isolada, pois ainda possui trechos que oferecem riscos a segurança do torcedor, como rampas de acesso que se encontram desgastadas. Em vista disso, a diretoria cruzmaltina colocará apenas mil ingressos à venda. O último jogo da Tuna no Souza por uma competição oficial ocorreu há quatro meses, pela Série C do Campeonato Brasileiro do ano passado, e terminou num empate de 0 a 0 com o Coruripe (AL), resultado que contribuiu para a eliminação da Lusa da Terceirona.

Gigantes do Norte X Futebol Feminino da Tuna

A domingueira no Souza começa às 9h, com a partida preliminar entre o time de futebol feminino da Tuna e o Gigantes do Norte, equipe de anões que fará a sua segunda exibição ao grande público no campo da Vila Olímpica. Se tudo correr bem neste jogo, partidas entre o Gigantes do Norte e convidados deverão anteceder os próximos jogos da Lusa no Estadual.

O time de anões terá: Telmo; Rafael, Ageu Sabiá, Capacidade e Ivan; Mineiro, Zéo, Anderson e Chimbinha; Wagner Love e Witch.

SERÁ QUE DÁ?

Mesmo desfigurada, Águia crê no sucesso.
“Todas as equipes são muito fortes, mas nós não ficamos atrás”, avisa o técnico Carlos Lucena, da Tuna, que mandará a campo hoje um time bem diferente daquele que foi vice-campeão paraense em 2007. Apenas o lateral-esquerdo Cassiá era titular na equipe que disputou as finais daquele campeonato com o Remo. Mesmo com um time jovem e sem estrelas, Lucena está otimista, especialmente porque a equipe deverá entrar em campo com a sua força máxima para faturar os três primeiros pontos no Campeonato Paraense. No coletivo apronto da última sexta-feira, o treinador fez a última mudança na equipe: sacou o meia Pelezinho, que manteve regularidade nos dois últimos treinos, e promoveu Flavinho, que se destacou ao marcar três gols durante o treinamento.

(Bola / Diário do Pará - 10/02/08)

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Lusa vai tentar acabar com 20 anos de 'fila'













As 'caras novas' formam 90% do grupo com o qual a Lusa vai tentar acabar com 20 anos de 'fila' pelo título estadual

Com elenco renovado 90% em relação ao plantel de 2007, a Tuna é uma incógnita no Campeonato Paraense. Apesar disto, a Lusa espera repetir a campanha anterior, quando conquistou o vice-campeonato e jogou de igual para igual contra Remo e Paysandu. Neste ano, sem os pratas da casa que carregavam o time, o técnico Carlos Alberto Lucena teve que correr atrás de novos valores. Ele garimpou um time recheado de caras novas, mas com muita vontade de brilhar. Com a saída do zagueiro Sérgio - foi para o Castanhal - João Gomes (zagueiro) e Cassiá (lateral) são os únicos remanescente da temporada passada. O tempo vai dizer se a Águia acertou na renovação.
A folha salarial da Tuna é de aproximadamente R$ 32 mil. O presidente Marcos Moraes entende que o clube não tem condições de pagar salários altos. Segundo ele, as despesas não poderão passar deste valor. Além disso, o clube possui poucos patrocinadores. O valor dos salários varia. Vai de R$ 1.200 a R$ 400. O salário de Carlos Lucena, de acordo com fonte lusa, é R$ 2 mil.
Carlos Lucena, 52 anos, lembra de 1988, quando a Tuna conquistou pela última vez o Parazão. Ele defendia o Santa Rosa, logo após ter deixado a Lusa. Vinte anos depois, Lucena tem a responsabilidade de comandar a Águia rumo ao título. Sem medo, o treinador afirma que não vê a hora de o campeonato começar. ‘’O campeonato já deveria ter começado. Estamos trabalhando quase 90 dias e vejo o pessoal mofino pela demora de correr atrás da bola, pois treino é treino e jogo é valendo três pontos’’, ressalta.
Sobre o que a Tuna pode fazer no campeonato, Lucena diz que seu time vai cumprir o papel de candidato ao título. ‘’São todos favoritos ao título. Ninguém é diferente do outro. Agora têm aquele time melhor preparado com poder de compra maior, como é o caso de Paysandu e Remo, mais isso não dá medo ninguém. Vamos incomodar os grandes. Seremos igual ao bem-te-vi. Vamos bicar muita gente’’, assegura.
Indagado sobre a possibilidade de o jovem elenco não suportar a pressão do Estadual, Lucena afirma que isto não vai acontecer. ‘’O time é jovem, mas possui jogadores experientes como o João Gomes, Alex Rava, Jackson e Cassiá, que dão o embasamento para a equipe. Vamos entrar pra disputar o título’’, avisa.

HISTÓRIA
A Tuna foi campeã paraense pela última vez em 1988. São 20 anos de jejum. O time daquele ano foi dirigido pelos técnicos Miguel Cecim (oito jogos) e Fernando Oliveira (17 jogos). A equipe base foi Jurandir; Jair, Belterra, Luiz Otávio e Jango; Edgar, Dema, Sanauto e Vicente (Ageu); Cabinho e Luiz Carlos (Gil Mineiro). A campanha lusa incluiu 25 jogos, sendo 14 vitórias, 10 empates e uma derrota para o Remo. O título foi ganho sobre o Paysandu, que não compareceu ao local do jogo para enfrentar a Águia.
Desde então, a Tuna vem batalhando para quebrar o tabu que já incomoda. Ano passado o time chegou perto. Carlos Lucena põe muita fé na juventude Lusa, cuja média de idade é de 22 anos. O mais novo jogador e Dudú, com 17 anos. O volante Jackson Braga, com 30 anos, é o mais velho do plantel.
Deleon tem novo lar
O lateral-direito Hugo Deleon, 21 anos, escolheu a Tuna para ser a sua futura ponte aérea. Ele sonha com o futebol tipo exportação, com apoio do empresário Osmar Leiva, que cuida da sua carreira. Revelado nas divisões de base do Pinheirense, de Icoaraci, o lateral chegou ao Paysandu em 2000.
Hugo Deleon disputou duas taças São Paulo de juniores, em 2005 e 2006. Jogou ao lado de Evandro, Anderson, Sílvio, Rafael Vieira, Wellington, Daniel, Felipe Pintinho, Felipinho. Rodrigo Félix e Rafael Oliveira. Destes, apenas Daniel, Rafael Oliveira e Vieira ainda estão na Curuzu. Hugo estava vinculado ao São Raimundo, de Santarém. Mas mediante a acerto com o diretor de futebol Sandcley Monte, rescindiu contrato para assinar com a Tuna, onde diz que sente-se muito bem, recebendo toda a confiança do técnico Carlos Lucena.
O lateral chegou na hora certa para o time, que tinha apenas o garoto Cléber, do time sub-20, para a posição. ‘’Quero meu espaço no time e vou brigar por ele. Nada de acomodação. Preciso mostar o melhor para poder pensar no futuro', diz. Lucena até brinca com Hugo, que está sendo alvo da mídia. ‘’Lá no Paysandu, ele não aparecia, mas aqui é todo mundo querendo fazer matéria com ele. Ainda falam que a Tuna não dá Ibope’’.

(O Liberal - 08/02/08)